Etnofísica dos mecanismos de alavancas utilizados pelos agricultores na produção da farinha de mandioca, Senador José Porfírio, Pará

Palavras-chave: Agricultura Familiar, Etnoconhecimentos, Ensino de Física, Etnociências

Resumo

O presente artigo discute sobre a valorização dos conhecimentos de agricultores e agricultoras familiares na concepção de explanações diferenciadas no ensino de Ciências nas escolas do campo. Para esse fim, foram estudados os equipamentos utilizados pelos camponeses na produção de farinha de mandioca, como as alavancas, e a identificação dos mecanismos das prensas. Foram realizadas observação participante e entrevistas semiestruturadas e abertas, junto a três famílias no município de Senador José Porfírio, Pará. Por meio da abordagem da Etnofísica, verificou-se que esses trabalhadores constroem as prensas de forma manual, adaptam e melhoram o funcionamento das alavancas, conforme o andamento de suas atividades. Esses saberes tradicionais são transmitidos de geração em geração, via oralidade, percepções e experiências vividas. Os agricultores explicam a manipulação dos instrumentos e relacionam o objetivo a ser alcançado e o esforço a ser poupado, escolhendo as dimensões, o formato e os tipos de materiais para construção da prensa, sem que possuam conhecimento teórico de física. Essas competências podem ser utilizadas nas aulas de Ciências, a partir da realização de observação e entrevistas com os pais ou comunitários, feitas pelos próprios estudantes, ao processar o reconhecimento do mecanismo de alavanca em diversos equipamentos, ferramentas ou movimentos do cotidiano, constatando as forças envolvidas e a maneira de aperfeiçoá-los.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Suely Lima Pereira, Universidade Federal do Pará

Licenciada em Educação do Campo pela Universidade Federal do Pará, Campus de Altamira, Faculdade de Etnodiversidade.

Carla Giovana Souza Rocha, Universidade Federal do Pará

Docente da Universidade Federal do Pará, Campus de Altamira, Faculdade de Etnodiversidade; doutorado em Desenvolvimento Rural (PGDR/UFRGS) e mestrado em Desenvolvimento e Agricultura (CPDA/UFRRJ).

Marcos Marques Formigosa, Universidade Federal do Pará

Docente da Universidade Federal do Pará, Campus de Altamira, Faculdade de Etnodiversidade;doutorando em Ensino (Univates - RS)

Referências

ANACLETO, Bárbara da Silva. Etnofísica na lavoura de arroz. 2007. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática). Universidade Luterana do Brasil. Canoas.
CALDART, Roseli. Por uma educação do campo: traços de uma identidade em construção. IN.: ARROYO, Miguel, CALDART, Roseli, MOLINA, Mônica (Orgs.). Por uma educação do campo. 5 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.
D´AMBRÓSIO, Ubiratan. Etnomatemática: elo entre as tradições e a modernidade. 6 ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2019.
DIEGUES, A.C. Conhecimento e Manejo tradicionais: Ciência e Biodiversidade. Disponível em: . Acessado em 10 de nov.2015.
HENRIQUES, Ricardo, et al. Educação do campo: diferença mudando paradigmas. Caderno SECAD, Brasília, v 2, n1, p. 5-51, fev. 2007.
LÉVI-STRAUSS, Claude. 1908. O pensamento selvagem. Tradução Tania Pellegrini – Campinas, SP: Papirus, 1989.
KAUARK, Fabiana da Silva; MANHÃES Fernanda Castro; MEDEIROS, Carlos Henrique. Metodologia da Pesquisa: Um Guia Prático. Itabuna, BA:Editora Via Litterarum, 2010.
MELLO, Geison Jader, Ensino de Física na Amazônia legal: experiência na escola do campo / Geison Jader Mello, São Paulo: Baraúna, 2011.
MOREIRA, M. A. Uma análise crítica do ensino de Física. In: Revista Estudos Avançados, v. 32, nº 32, 2018, p. 73-80. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0103-40142018.3294.0006. Acesso em: 14/05/20.
NASCIMENTO, Tiago Lessa. Repensando o ensino da Física no ensino Médio. 2010. Monografia (Graduação em Licenciatura Plena em Física) Universidade Estadual do Ceará, Centro de Ciências e Tecnologia. Fortaleza.
PRUDENTE, Thaise Cristiane de Abreu. Etnofísica: uma estratégia de ação pedagógica possível para o ensino de física em turmas de EJA. Enciclopédia Biosfera Centro Científico Conhecer, Goiânia, v. 06, n. 10, p. 01-13, 2010.
SÁ. Alessandra Botignon de; PEDRÍLIO, Ana Vitória. BUSNARDO, Paola Martinelli.
Projeto De Física II – Alavancas. Sorocaba-SP: Universidade Estadual Paulista-UNESP, 2013.
SOUZA, E. S. R. Etnofísica, modelagem matemática, geometria... tudo no mesmo manzuá. Amazônia Revista de Educação em Ciências e Matemática, v. 9, n. 18, p. 99-112, 2013.
SOUZA, E. S. R. SILVEIRA, M. R. A. Etnofísica e linguagem. Amazônia Revista de Educação em Ciências e Matemática, v.12 (23). Jul-dez, 2015. p.103-117.
TOLEDO, Victor. A memória biocultural: a importância ecológica das sabedorias tradicionais. São Paulo: Expressão popular, 2015.
Publicado
18-12-2020
Como Citar
PEREIRA, S.; ROCHA, C.; FORMIGOSA, M. Etnofísica dos mecanismos de alavancas utilizados pelos agricultores na produção da farinha de mandioca, Senador José Porfírio, Pará. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 3, n. 5, p. 152-169, 18 dez. 2020.