Política editorial

Foco e escopo:

A Revista Insignare Scientia - RIS é uma publicação do Grupo de Pesquisas em Ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM), vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Universidade Federal da Fronteira Sul, Campus Cerro Largo –RS e tem como objetivo publicar produções de pesquisa originais, relatos de experiências, propostas didáticas, resenhas e biografias tendo como objetos de discussão o Ensino de Ciências, suas interfaces e seus desdobramentos. A área do ensino de Ciências e suas Interfaces compreende:  a educação como ciência, o ensino como área de produção científica e suas subáreas, tais como: Educação Ambiental,  Educação em Saúde, Ensino de Astronomia, Educação matemática, Ensino de Biologia, Ensino de Física, Ensino de Geociências e o Ensino de Química, bem como desdobramentos e interfaces com temáticas da área como: Epistemologia, História e Filosofia da Ciência, Currículo, Metodologias do Ensino, Linguagem, Educação Inclusiva, Avaliação, Tecnologias da Informação e Comunicação, Conceitos Científicos, Diferenças, Gênero, entre outros.  Os artigos devem enfocar área, subáreas ou temáticas que tenham forte ligação com o escopo da revista e apresentem contribuições para o Ensino em Ciências claramente explicitadas. Qualquer manuscrito que se relacione a alguma das subáreas supracitadas (mas não à área de ensino das mesmas), assim como a aspectos gerais de educação ou a outras áreas (mas sem relacionamento ou implicação clara para a área de Ensino em Ciências) não será encaminhado para avaliação. Sua publicação será quadrimestral, voltada para a pesquisa, experiências, propostas didáticas e resenhas na área de ensino de Ciências e suas Interfaces. 

           A Revista Insignare Scientia receberá manuscritos em fluxo contínuo, porém o editor geral e os editores de área poderão organizar chamadas e volumes temáticos quando couber.

 

VII- Normas a serem utilizadas nos artigos

Template para trabalhos:  https://periodicos.uffs.edu.br/public/site/Template_RIS_word.doc

Modalidades de trabalhos aceitos:

Serão aceitos para possível publicação textos científicos que apresentem contribuições originais, teóricas ou empíricas, relacionadas ao Ensino de Ciências e suas diversas interfaces como exposto no escopo da revista.

Os artigos submetidos à publicação devem ser inéditos e não podem estar sendo analisados em outro veículo. Comunicações feitas em congressos podem ser submetidas desde que ampliados seu escopo, evitando repetições de trabalhos completos publicados em anais de eventos.  A RIS publica, sobretudo artigos na língua portuguesa, porém manuscritos submetidos em espanhol ou  inglês, poderão ser publicados sem tradução, quando submetidos por autores estrangeiros.  Os artigos teóricos devem introduzir novidades no campo de conhecimento que é por ele visitado e trazer conclusões e implicações para a pesquisa e a prática educativa no campo do ensino de Ciências. Os artigos empíricos (com produção de resultados) devem apresentar resultados que, examinados com referencial teórico adequado, possam resultar em conhecimento novo ou em desdobramentos de sua aplicação em contextos diferentes dos conhecidos. Os autores são responsáveis pela originalidade e a veracidade do conteúdo apresentado nos trabalho. A revisão linguística  e bibliográfica deverá ser feita antes da submissão do manuscrito. Os autores devem indicar se a pesquisa é financiada e se há conflito de interesses. O Comitê Editorial poderá solicitar o envio de autorização de Comitê de Ética na Pesquisa, quando jugar necessário. Solicitamos ainda que sejam observados os padrões de normalização da ABNT. Caso seja identificado problema de escrita no texto submetido, a Comissão Editorial se reversa o direito de solicitar a revisão do mesmo, com custos arcados pelos autores.  São esperados textos com 5 a 20 páginas dependendo da seção e nos seguintes formatos para publicação:

Artigos: Texto inédito oriundo de pesquisa científica na área ou subáreas e temáticas do escopo da RIS. Os resultados devem ser originais e destinados exclusivamente para esta revista, não tendo sido submetidos ou publicados integralmente em nenhum outro meio, podendo ter-se originado de trabalhos acadêmicos e trabalhos apresentados em congressos científicos, mas nunca ser (total ou parcialmente) igual a esses. Em outras palavras, é preciso que o artigo seja claramente uma expansão em relação ao trabalho inicial. Sendo o texto com 15 a 20 páginas.

Relatos de Experiências: Seção aberta para relatos de experiências de profissionais que atuam em Ensino de Ciências e em suas interfaces, tanto na educação formal quanto não-formal. São trabalhos resultantes de investigações educacionais e reflexões sobre aspectos significativos, diversificados e de interesse ao campo das práticas de ensino, ou seja do Ensinar e Aprender Ciências. Sendo o texto com 8 a 12 páginas.

Teses: Seção aberta para resumos expandidos de teses e dissertações de pesquisadores recém formados, trabalhos recém finalizados  que sejam da área de  Ensino de Ciências e em suas interfaces. São trabalhos resultantes de investigações educacionais e reflexões sobre aspectos significativos, diversificados e de interesse ao campo da pesquisa em Educação, Educação em Ciências. Sendo o texto com 8 a 12 páginas.

Propostas didáticas: Seção dedicada à apresentação de propostas educativas, estratégias didáticas, processos de ensino oriundos de atividades de pesquisa docentes em escolas, programas de ensino ou na Universidade na área de Ensino de Ciências. Sendo o texto com 3 a 5 páginas.

Resenhas: Seção reservada para análise crítica sobre trabalho de autores vinculados à temática de Ensino de Ciências. Sendo o texto com 3 a 5 páginas.

Biografias: Seção destinada às biografias de autores da área de Educação e Ensino, bem como pesquisadores da área de Ensino de Ciências. Sendo o texto com até 10 páginas.

Observação: Textos maiores do que o previsto nas seções: Relato, Práticas, Teses, Propostas, Biografias e Resenhas serão aceitos, porém não menor do que o limite mínimo de tamanho e não maiores que 20 páginas.

Template para trabalhos:  https://periodicos.uffs.edu.br/public/site/Template_RIS_word.doc

Critérios adotados para seleção/avaliação dos artigos submetidos (avaliação por pares):

Critérios de julgamento dos trabalhos  e Diretrizes para Avaliadores:

Os avaliadores devem orientar seus pareceres sobre os manuscritos em avaliação pelas as seguintes diretrizes:

  1. O texto está redigido de modo objetivo, nos padrões da língua e organizado;
  2. O texto possui uma estrutura compatível com um documento científico, enquadrado na seção adequada;
  3. O manuscrito é de fácil leitura e compreensão;
  4. O texto possui embasamento teórico e conceitual;
  5. A literatura reflete revisão do estado da arte;
  6. Os objetivos e os procedimentos metodológicos estão claros;
  7. A metodologia é embasada teoricamente e adequada aos propósitos do estudo;
  8. Os resultados são analisados adequadamente com entrelaçamento teórico;
  9. As conclusões são compatíveis com os objetivos, metodologia e resultados apresentados no texto;
  10. O texto apresenta significativas contribuições para a área de conhecimento;
  11. O manuscrito possui originalidade.

Caso a decisão editorial indique a necessidade de reformulações e revisão de monta indicando  uma nova submissão, o trabalho entra na segunda rodada de avaliação, a qual deverá ser feita, preferencialmente, pelos mesmos avaliadores participantes da primeira rodada.

Em casos em que não se apliquem todos os critérios como em: resenhas, biografias, trabalhos teóricos, alguns relatos de experiência, propostas didáticas, alguns dos critérios serão desconsiderados na avaliação. A partir dos critérios cada avaliador indicará se o trabalho submetido deve ser Aceito, Aceito com necessidade de pequenas revisões; Aceito com necessidade de grandes alterações de forma, conteúdo e correções devendo ser ressubmetido ou  Rejeitado.

 

Avaliação por pares:

            A RIS se reserva o direito de submeter todos os originais preliminarmente à Comissão Editorial, que examina a adequação do trabalho à sua linha editorial.

O primeiro autor será notificado do recebimento do manuscrito em até duas semanas após o envio. Posteriormente, os artigos são encaminhados para a apreciação sigilosa por pares (double blind peer-review).  O manuscrito será submetido, sem identificação dos autores a dois árbitros pesquisadores e especialistas da área que serão convidados dentre a lista de Avaliadores e Árbitros inicial, sendo a mesma ampliada em razão de novas submissões. No caso de divergência ente os pareceres, um terceiro árbitro será consultado. Uma notificação acerca do parecer final do manuscrito deve ser enviada aos autores. Os árbitros são todos doutores ativos no campo da educação/educação em ciências/ensino e designados conforme os critérios: 1. Possuírem competências relacionadas ao artigo submetido; 2. Não terem vínculos institucionais ou de grupos de pesquisa com os autores da submissão.

            Os editores se comprometem a acompanhar o processo de modo a garantir a celeridade e qualidade dos pareceres. Em caso de parecer condicionado a modificações no texto, o autor terá 30 dias para enviar as modificações, caso contrário o manuscrito será arquivado.  O tempo médio entre submissão e aprovação será de até 12 meses. Os trabalhos aprovados compõem os números da Revista priorizando a data de envio e aprovação e, ainda, o caráter de distribuição regional de autores. Os textos finais são diagramados e revistos (linguagem, ortografia e normas técnicas) e submetidos aos autores para conferência final antes de sua publicação no portal da revista. O acesso à revista é pleno e gratuito, no portal de periódicos da UFFS: https://periodicos.uffs.edu.br/.

A avaliação dos pares garantirá um parecer a ser formulado pelos editores que chegará aos autores. A Comissão Editorial e o Conselho Científico dispõem de autoridade final para decidir sobre a conveniência ou não da publicação, caso seja necessário e em caso de solicitação dos editores.