Edição Atual

v. 4 n. 5 (2021): Revista Insignare Scientia: Pesquisa na Pós-Graduação em Ensino de Ciências

Nesta edição especial da Revista Insignare Scientia (RIS) apresentamos o dossiê “Pesquisa na Pós-Graduação em Ensino de Ciências” com dezoito artigos, em que buscamos fortalecer o compromisso com a área por meio de discussões sobre diversos universos empíricos e teóricos de pesquisa. A Educação, a exemplo de outros segmentos da sociedade, tem sido afetada pelas mudanças sociais, econômicas, políticas e culturais trazidas por um contexto inesperado que afetou todos os continentes em 2020 e 2021. Na busca por refletir sobre essas mudanças e dialogar com as diferentes perspectivas teóricas e metodológicas associadas ao campo da Educação em Ciências, apresentamos um conjunto de textos cuidadosamente elaborados por um grupo de pesquisadores que integra uma rede de investigação nesta área na América Latina. Os textos, além de serem de autores e autoras de instituições nacionais e internacionais, são fruto das pesquisas desenvolvidas por esse grupo e buscam contribuir para instigar reflexões sobre um cenário educacional que está se desenhando em múltiplos aspectos.

Essa introdução localiza que o dossiê é composto por coletivos de pesquisadores que compartilham o contexto da Red Internacional de Investigación em Enseñanza de las Ciencias (RIEC) e realizam estudos no âmbito da pós-graduação em países da América Latina. São catorze textos de pesquisadores vinculados a instituições brasileiras e quatro oriundos de programas de instituições internacionais, ambos ligados a RIEC e que passamos a apresentar na continuidade.

O primeiro artigo traz um relato de uma estratégia didática realizada na disciplina de Energia e Meio Ambiente, que integra o Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM) da Universidade de Passo Fundo (UPF), RS. No texto as autoras descrevem o processo de construção de uma ferramenta didática denominada lapbook, por oito mestrandos com formações pedagógicas nas licenciaturas de Biologia, Física, Matemática e Química.

Na sequência temos um artigo assinado por pesquisadores da Universidad Nacional de Comahue (UNC), Argentina. O texto de natureza bibliográfica, apresenta uma pesquisa educacional sobre germinação de sementes, baseada em revisão de artigos publicados em periódicos indexados de acesso aberto.

O terceiro artigo contém outra pesquisa bibliográfica, de natureza teórica realizada por meio de uma revisão de dissertações e teses, que teve por objetivo mapear o que tem sido pesquisado sobre os saberes produzidos e mobilizados por professores de Biologia, no contexto da formação desses profissionais.

Um ensaio teórico compõe o quarto artigo que tem como objetivo discutir a importância da pós-graduação para a formação de professores capazes de atuar profissionalmente no cenário atual, contribuindo com o enfrentamento e transformação da realidade.

No quinto artigo os pesquisadores realizam um estudo em dois programas de pós-graduação no Brasil e afirmam que, mesmo “jovens”, os contextos possuem uma identidade consolidada em termos de marcos teóricos e perfil disciplinar/interdisciplinar. Ao mesmo tempo, os autores apontam a existência de gargalos na formação dos pós-graduandos, na medida em que estão ausentes algumas perspectivas teóricas importantes para o ensino de ciências no Brasil.

O sexto artigo analisa os Parâmetros Curriculares Nacionais do Ensino Médio (PCNs) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), com atenção específica para a área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, investigando, mediante uma pesquisa bibliográfica documental, as continuidades ou rupturas, semelhanças ou diferenças das competências prescritas em cada um deles.

No sétimo artigo os autores apresentam na forma de um ensaio aspectos bibliográficos que possam estabelecer um diálogo entre a alfabetização científica e a lógica filosófica. A partir das reflexões decorrentes do estudo, consideram que a lógica argumentativa possa vir a colaborar com o processo de alfabetização científica em jovens e crianças, ajudando a desenvolver pensamento crítico e reflexivo frente às artimanhas pseudocientíficas tão disseminadas na contemporaneidade.

O oitavo artigo apresenta discussões sobre a importância do desenvolvimento de objetos de aprendizagem no curso de Mestrado Profissional que integra o Programa de Pós-Graduação em Ensino Científico e Tecnológico (PPGEnCT) da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI), Santo Ângelo, RS. No texto, os autores apresentam como objetivo relatar o desenvolvimento de um protótipo de software de ensino, a ser utilizado no componente curricular de circuitos elétricos.

O nono artigo apresenta parte de um estudo de dissertação de mestrado profissional que buscou analisar as questões da prova de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), no período 2015-2019. No estudo foram analisadas questões relativas aos biomas brasileiros da prova de Biologia, constatando-se que, no período analisado, os conhecimentos sobre Ecologia foram frequentes nas provas, enquanto os relacionados aos biomas brasileiros foram praticamente inexistentes.

Na sequência, temos o décimo artigo que teve por objetivo investigar a compreensão de problemas apresentado em determinadas situações, por alunos da Educação Básica que participaram de um projeto de Iniciação Científica Jr. durante um período de seis meses.

No décimo primeiro artigo, as pesquisadoras da Universidade Pedagógica Nacional (UNP), Colômbia, apresentam o andamento de uma investigação que caracterizou o conteúdo ambientalizado em uma pós-graduação em ensino de Química, determinando seus níveis de ambientalização. Segundo as autoras, a compreensão dessa ambientalização continua sendo um desafio para o ensino pela falta de formação docente e comprometimento com as políticas institucionais e nacionais.

O décimo segundo artigo, apresenta o resultado de uma investigação realizada no Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências, Tecnologias, Engenharia e Matemática (PPGSTEM), da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UEGRS), com o objetivo de evidenciar o caminho percorrido por uma pesquisa. grupo na concepção, criação e gestão de um curso de pós-graduação.

O Programa de Pós Graduação em Ensino de Ciências Exatas (PPGECE) da Universidade do Vale do Taquari (Univates) localizada em Lajeado, Rio Grande do Sul, Brasil é apresentado no décimo terceiro artigo. Para compreender com propriedade como esse grupo realiza a construção do conhecimento científico apresenta-se o programa com suas linhas de pesquisa e grupos de pesquisa, dando realce a descrição sintética de três teses de doutorado que foram desenvolvidas pelo grupo.

O décimo quarto artigo apresenta os resultados de um estudo realizado sobre a aplicação do método praxeológico no processo de formação em profissional. Participaram 60 profissionais do Seminário Praxeologia Pedagógica: Preparação Diagnóstica da Praxeologia, realizado pela Corporação Universitária Minuto de Dios (UNIMINUTO), Bogotá, Colômbia.

Seguindo temos o décimo quinto artigo que descreve e reflete, em um texto autobiográfico a quatro mãos, sobre o surgimento e atuação de um grupo de pesquisa no Rio Grande do Sul, com foco nas políticas públicas de currículo, formação de professores e avaliações externas.

O objetivo do décimo sexto artigo foi identificar os indícios do desenvolvimento de currículo e da constituição do conhecimento de professor, na educação ambiental e em educação na saúde, a partir da leitura e análise de dissertações e teses do Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências (PPGEC), da Universidade Regional Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí).

No décimo sétimo artigo, os autores buscam desenhar uma proposta curricular a partir de uma abordagem estratégica, visando fortalecer o desenvolvimento e consolidação das principais competências investigativas, por meio da articulação do eixo metodológico nos cursos de Metodologia e Seminário de Projetos de Intervenção em Educação e Trabalho Final de Pós-Graduação I e II do Magister em Educação da Universidade Adventista do Chile.

Finalizando, temos o décimo oitavo artigo em que as autoras discutem compreensões acerca da área de Ciências da Natureza e suas Tecnologias (CNT) no documento do Referencial Curricular Gaúcho (RCG), com foco na proposta dos itinerários formativos para o Novo Ensino Médio. O estudo é parte de um estudo de mestrado realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Cerro Largo.

Queremos agradecer aos editores da RIS que proporcionaram o espaço para o compartilhamento dos textos e, no ensejo de desbravar fronteiras latino-americanas e instigar debates sobre os possíveis rumos do Ensino de Ciências, convidamos você para uma leitura nos textos buscando aproximá-lo do coletivo da RIEC. Desse modo, apresentamos à comunidade interessada, em ampliar entendimentos acerca do Ensino de Ciências no âmbito da RIEC, uma síntese de nossas produções, que possa ser ao mesmo tempo um coroamento do trabalho comprometido de todos.

Cleci Werner da Rosa

Diana Lineth Parga Lozano

Fabiane de Andrade Leite

Publicado: 20-08-2021

Artigos

Ver Todas as Edições