Ensino Investigativo: análise de sequências didáticas produzidas por professores (as) de Ciências em um contexto de formação continuada

  • Joici de Carvalho Leite Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Maria Aparecida Rodrigues Universidade Estadual de Maringá (UEM)
  • Carlos Alberto de Oliveira Magalhães Júnior Universidade Estadual de Maringá (UEM)
Palavras-chave: Ensino de Ciências, Formação docente, Ensino investigativo

Resumo

O ensino investigativo baseia-se nas mais variadas práticas de ensino destinadas aos alunos (as), com supervisão e orientação do (a) professor (a). Por conta disso, este manuscrito averiguou se professores (as) de Ciências em processo de formação continuada concebem na construção de materiais didáticos, elementos relacionados ao referido ensino. Em virtude disso, a coleta de informações se deu no contexto de um grupo de estudos, onde ao seu término os (as) participantes deveriam elaborar sequências didáticas ancoradas no ensino investigativo. Através da análise do material produzido e posterior discussões e interlocuções mediadas pelos referenciais teóricos ligados ao ensino de Ciências, os resultados indicaram a presença de elementos pedagógicos importantes acerca da metodologia investigativa, tais como: valorização dos conhecimentos prévios dos alunos, problematização, experimentação e diversidade de estratégias didáticas, as quais possibilitam a participação dos (as) alunos (as) no processo de aprendizagem. Assim, pode-se dizer que a elaboração de sequências didáticas no contexto deste grupo, contribui, mesmo que de forma pontual, para ampliar a visão dos (das) professores (as) a respeito do ensino investigativo. 

 

Publicado
19-12-2019
Como Citar
LEITE, J.; RODRIGUES, M. A.; MAGALHÃES JÚNIOR, C. A. Ensino Investigativo: análise de sequências didáticas produzidas por professores (as) de Ciências em um contexto de formação continuada. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 4, p. 43-61, 19 dez. 2019.