Google Sala de Aula como ferramenta na formação acadêmica profissional de professores dos anos iniciais da rede municipal de Uruguaiana - RS

Palavras-chave: grupo de estudos, educadores, TIC, planejamento colaborativo

Resumo

A formação de professores geralmente ocorre através de reuniões presenciais, com distribuição do material de estudo. Sendo assim, foi proposto um grupo colaborativo de estudo com a utilização do Google Sala de Aula como ferramenta para disponibilizar materiais de estudo. A utilização do grupo colaborativo busca que os participantes compreendam que a educação é um conjunto coletivo de decisões com todos os envolvidos no ambiente escolar. Para que ocorram os encontros, o material de estudo foi disponibilizado utilizando as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC’s) através do Google Sala de Aula. Esta ferramenta auxiliou o grupo, otimizando o seu tempo, pois sabemos que é a falta de tempo que impossibilita os educadores de participar destas atividades. Realizou-se o estudo por meio de uma pesquisa qualitativa colaborativa através do Google Sala de Aula e cinco encontros presenciais. O grupo colaborativo esteve ativo por dois meses, quando se realizou a coleta de dados. O grupo colaborativo de formação acadêmica profissional apresentou-se benéfico aos participantes, com o auxílio do uso de TIC’s como recurso facilitador, resultando em reuniões presenciais mais produtivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Priscila Nunes Paiva

Licenciada em Matemática pela PUC, campus Uruguaiana; Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana. Integrante do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Prática de Ensino - GIPPE.

Daisy de Lima Nunes, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Licenciada em Ciências da Natureza, Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde da Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana. Integrante do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Prática de Ensino - GIPPE.

Sheila Teixeira Peres, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Professora da Rede Municipal de Uruguaiana; Integrante do Núcleo Interdiciplinar de Estudos: Pesquisa em Ensino e Saúde - NIEPES.

Dandara Fidelis Escoto, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Professora da Rede Municipal de Uruguaiana; Doutoranda do Programa de `Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e saúde; Integrante do Núcleo Interdiciplinar de Estudos: Pesquisa em Ensino e Saúde - NIEPES.

Rafael Roehrs, Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA

Professor do Curso de licenciatura em Ciências da Natureza, do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciênicas: Química da Vida e Saúde, do Programa de Pós-Graduação em Bioquímica da Universidade Federal do Pampa, Campus Uruguaiana. Líder do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Prática de Ensino - GIPPE.

Referências

ALMEIDA, Mariangela, Cirqueira. Pesquisa Colaborativa: um caminho para superação da lacuna pesquisa-prática e promoção do desenvolvimento docente. In: SEPULVEDA, Claudia; ALMEIDA, Mariangela. (Org.) Pesquisa Colaborativa e inovações educacionais em Ensino de Biologia. Feira de Santana, Bahia:UEFS Editora, 2016.

ALONSO, Kátia Morosov. A expansão do ensino superior no Brasil e a EaD: dinâmicas e lugares. Educação & Sociedade, 31(113), p. 1319-1335, 2010.

ARAÚJO, T. M. de et al. Trabalho docente e sofrimento psíquico: um estudo entre professores de escolas particulares de Salvador, Bahia. Educação e Contemporaneidade, Salvador, v.12, n.20, p.485-495,jul./dez. 2003.

BHAT, Sathyendra; RAJU, Ragesh; BIKRAMJIT, Athokpam; LEVERAGING, Rio D'Souza. E-Learning through Google Classroom: A Usability Study. Journal of Engineering Education Transformations, Volume 31 , No. 3, January 2018, ISSN 2349-2473, eISSN 2394-1707, 129-135.

DAMIANI, Magda. Entendendo o trabalho colaborativo em educação e revelando seus benefícios. Educar, Curitiba, n. 31, p. 213-230, 2008.

DA SILVA, Leandro Gomes; ROCHA, José Damião Trindade. FORMAÇÃO DOCENTE: O USO DA TECNOLOGIA EDUCACIONAL INDEPENDENTE NA EDUCAÇÃO BÁSICA. Humanidades & Inovação, v. 6, n. 8, p. 123-129, 2019.

DE OLIVEIRA, C. B., de Oliveira, J. C. S., Teixeira, L. N., de Oliveira Costa, M., & Gonzaga, A. M. (2019).. Alfabetização tecnológica: uma experiência com professores que ensinam Ciências. Revista de Estudos e Pesquisas sobre Ensino Tecnológico (EDUCITEC), v. 5, n. 12, 2019.

DE SOUZA, Débora Roquini; VALLIN, Celso. Traços de pesquisa no cotidiano docente: os horários pedagógicos como oportunidade de estudos. ORG & DEMO, Marília, v. 20, n. 1, p. 99-120, Jan./Jun., 2019.

DELIZOICOV, D.; ANGOTTI, J.A.; PERNAMBUCO, M.M.. Ensino de Ciências: fundamentos e métodos. 5 ed. São Paulo: Cortez. 2018.

GASPAROTTO, Denise Moreira; MENEGASSI, Renilson José. Aspectos da Pesquisa Colaborativa na Formação Docente. PERSPECTIVA, Florianópolis, v. 34, n. 3, p. 948-973, set./ago. 2016.

IFTAKHAR, Shampa. Google Classroom: what works and how? Journal of Education and Social Sciences. Vol 3, 12-18, 2016.

IAHNKE, Silvana Letícia Pires; DA COSTA BOTELHO, Silvia Silva; FERREIRA, André Luis Andrejew. COLMEIAS A Integração das Aprendizagens Móvel e Colaborativa para Potencializar a Aprendizagem Significativa. RENOTE-Revista Novas Tecnologias na Educação, v. 12, n. 2, 2014.

JEDESKOG, Gunilla; NISSEN, Jörgen. ICT in the Classroom: Is Doing More Important than Knowing? Education and Information Technologies 9:1, 37–45, 2004.

KARNAL, L. Conversas com um jovem professor. 1 ed. 8 reimpressão. São Paulo: Contexto. 2019.

LIBÂNEO, J.C. Didática. São Paulo: Cortez. (Coleção Magistério: Série formação do professor). 1994.

MEINERZ, C. B. Grupos de Discussão: uma opção metodológica na pesquisa em educação. Educação & Realidade, v. 36, n. 2. 2011.

NAGATA, Andréia Cristina; REIS, Pedro; RURATO, Paulo. M-learning como modalidade utilizada na formação de professores da Educação Básica. Anais do Simpósio Ibero-Americano de Tecnologias Educacionais, 2019.

NEVES, Luiza Helena Costa; DOS SANTOS, Marcos Pereira. Entre lazeres, silêncios, silenciamentos, diálogos, entretenimentos e tecnologias digitais: a “voz” e a “vez” dos livros físicos impressos na escola da vida e na vida na/da escola de educação básica e universidade brasileira contemporânea. Anais da Jornada Científica dos Campos Gerais, v. 17, 2019.

NONO, M. A.; MIZUKAMI, M. da G.N. Aprendendo a ensinar: futuras professoras das séries iniciais do ensino fundamental e casos de ensino. In: Reunião Anual da ANPED, 24.; Caxambu, 2001. Anais Caxambu, 2001. p. 1-16. CD-ROM

PALFREY, J.; GASSER, U. Nascidos na era digital: entendendo a primeira geração de nativos digitais. Porto Alegre: Grupo A. ISBN 978-85-363-2483-8. 2011.

PAPI, Silmara de Oliveira Gomes; MARTINS, Pura Lúcia Oliver. Professoras Iniciantes e o Trabalho Coletivo em Reuniões Pedagógicas. Currículo sem Fronteiras, v. 19, n. 1, p. 39-59, 2019.

POCHMANN, M. Trabalho e formação. Educação & Realidade, v. 37, n. 2, p. 491-508. 2012.

PRETI, O. Educação a distância: fundamentos e políticas. Cuiabá: UFMT, 2009.

ROSTAS, Márcia Helena Sauáia Guimarães; ROSTAS, Guilherme Ribeiro. O ambiente virtual de aprendizagem (moodle) como ferramenta auxiliar no processo ensino-aprendizagem: uma questão de comunicação. SOTO, U., MAYRINK, MF., and GREGOLIN, IV., orgs. Linguagem, educação e virtualidade [online]. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. 249 p. ISBN 978-85-7983-017-4. Available from SciELO Books .

SANTOS, J. R. A Moodle nas práticas pedagógicas de uma escola básica: realidade ou ficção na inserção das TIC em sala de aula. i>Educação, Formação & Tecnologias, 5 (1), 72-83 [Online].2012.

SUTHERLAND, R., et al. “Transforming Teaching and Learning: Embedding ICT into Everyday Classroom Practices.” Journal of Computer Assisted Learning, vol. 20, no. 6, 2004, pp. 413–425., doi:10.1111/j.1365-2729.2004.00104.x.

SUTHERLAND, Rosamund with the InterActive Project Team. Designs for learning: ICT and knowledge in the classroom, Computers & Education 43 (2004) 5–16.

TERRA, Dinah Vasconcelos. Orientação do Trabalho Colaborativo na construção do saber docente: a perspectiva do planejamento coletivo do trabalho pedagógico (PCTP). Movimento, Porto Alegre, v.10, n.1, p. 157 - 179, janeiro/abril de 2004.

VEIGA, I.P.A.; VIANA, C.M.Q.Q. Formação de professores: um campo de possibilidades inovadoras. In: VEIGA, I. P. A.; SILVA, E. F. (Org.) A escola mudou: que mude a formação de professores! 3. ed. Campinas, SP: Papirus, 2010.
Publicado
18-12-2020
Como Citar
PAIVA, P.; NUNES, D.; PERES, S.; ESCOTO, D.; ROEHRS, R. Google Sala de Aula como ferramenta na formação acadêmica profissional de professores dos anos iniciais da rede municipal de Uruguaiana - RS. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 3, n. 5, p. 393-412, 18 dez. 2020.
Seção
Relatos de Experiências