A Transposição Didática do conteúdo Termodinâmica Química

  • Priscila do Nascimento Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Larissa Oliveira de Souza Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Flávia Cristiane Vieira da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • José Euzebio Simões Neto Universidade Federal Rural de Pernambuco
Palavras-chave: Transposição Didática, Termodinâmica Química, Ensino de Química

Resumo

O processo de modificação de determinado saber, quando é didatizado, ou seja, formatado para situações de ensino, ao deixar a esfera científica e adentar a esfera escolar é denominado de transposição didática, e ocorre em duas etapas complementares: externa, que transforma o saber científico em saber a ser ensinado, e interna, que transforma o saber a ser ensinado em saber ensinado. Nesse artigo, buscamos apresentar uma análise do processo de transposição didática para o conteúdo Termodinâmica Química. Para observar a transposição didática externa, trabalhamos com a comparação entre um livro didático do Ensino Superior, tomado com referência, e obras significativas do Ensino Médio. Em seguida, procuramos identificar a relação de três professores do Ensino Médio com tal conteúdo, por meio de entrevistas, buscando indícios do trabalho intramuros da sala de aula. Observamos a ocorrência de deformações, supressões e criações didáticas na construção do texto do saber, além de verificarmos a importância da programabilidade, recontextualização e gestão do tempo no processo de construção do novo texto do saber. Ainda, observamos a inclusão de elementos teóricos por um dos professores entrevistados, fenômeno que chamamos nesse texto de acréscimo individual.

Publicado
19-12-2019
Como Citar
SILVA, P.; SOUZA, L.; SILVA, F.; SIMÕES NETO, J. E. A Transposição Didática do conteúdo Termodinâmica Química. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 4, p. 198-218, 19 dez. 2019.