Etnoeducação, etnização afro-colombiana e forças decoloniais

  • Santiago Arboleda Quiñonez Universidad Andina Simón Bolívar

Resumo

Etnoeducação é discutida aqui como um campo de gestão e produção de alteridade, bem como auto-representação positiva, no processo de um projeto de transformação e, até certo ponto, uma ruptura com o paradigma monocultural que prevalece na educação colombiana e em geral em nossos países da América Latina. Postula-se que o projeto etno-educacional estabelece propósitos abertamente decoloniais e libertadores, baseados na experiência e pensamento dos povos indígenas e afro-colombianos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
18-12-2019
Como Citar
QUIÑONEZ, S. Etnoeducação, etnização afro-colombiana e forças decoloniais. Fronteiras: Revista Catarinense de História, n. 34, p. 08-22, 18 dez. 2019.