Fronteiras: Revista Catarinense de História foi criada em 1990 pela Associação Nacional de História - Seção Santa Catarina. No ano de 2018, a Revista foi incorporada no SEER da Universidade Federal da Fronteira Sul, sob a responsabilidade do Programa de Pós-graduação em História da UFFS. A área de concentração do PPGH/UFFS é Fronteiras, Migrações e Sociedades, temas abordados nos textos  publicados pela revista. Fronteira é o eixo estruturante, articulador e propositivo. As categorias Migrações e Sociedades são aplicadas para pensar e repensar fronteiras, sejam estas políticas, econômicas, sociais e/ou ambientais.

A revista publica artigos originais e resenhas na área de História, objetivando divulgar os resultados de pesquisas histórica. Entrevistas e traduções, quando apresentadas, poderão ser publicadas com o aceite da Editoria da Revista. Os temas dos Dossiês serão propostos pela Editoria que procede convite para organização, ou por sugestão de associados/as, que farão a organização do Dossiê, mediante chamada online.

Os originais podem ser enviados em português e espanhol. Poderão submeter artigos, entrevistas e traduções para publicação doutorandos, mestres e doutores em História ou áreas afins; mestrandos poderão publicar artigos, entrevistas e traduções em co-autoria com o orientador, bem como submeter resenhas individualmente. As traduções devem vir acompanhadas de autorização do autor e do original do texto. Todos os textos recebidos para publicação serão submetidos a uma avaliação preliminar quanto à sua adequação aos objetivos mencionados acima, a ser realizada pela Editoria, assessorado por membros do Conselho Editorial e, quando necessário, por consultores ad hoc.

Todos os textos aprovados na avaliação preliminar e que atendam aos requisitos mínimos apontados nas normas de apresentação de colaborações serão submetidos a dois pareceristas. Havendo pareceres contrários, recorrer-se- á a um terceiro. Cabe ao Conselho Editorial a decisão referente à oportunidade da publicação das contribuições recebidas e aprovadas.

Cada autor só poderá ter um artigo em processo, entre o início da submissão e a publicação final. Será ainda observado um intervalo de dois anos entre a publicação e o início de um novo processo de submissão de texto. Não há taxa para submissão e avaliação de artigos.​

 

PROCESSO DE AVALIAÇÃO

Todos os textos aprovados na avaliação preliminar e que atendam aos requisitos mínimos apontados nas normas de apresentação de colaborações serão submetidos a dois pareceristas externos. Havendo pareceres contrários, recorrer-se- á a um terceiro.  Os pareceristas devem relatar aos editores quaisquer conflitos de interesse ou quando não se sentirem aptos para darem o parecer. Aos pareceristas é dado um prazo de vinte dias corridos, a partir da data de entrega do artigo, para a apresentação do parecer. Este prazo poderá ser prorrogado a critério do editor, desde que não influencie no prazo e gere atraso para publicação da revista.

PERIODICIDADE 

A revista é publicada semestralmente, nos meses de julho e dezembro.

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento. 

DIREITOS AUTORAIS

Os trabalhos publicados na  Revista Fronteiras: Revista Catarinense de História  seguem a licença Attribution 4.0 International (CC BY 4.0)  com vistas a maximizar a presença e uso dos periódicos  e das pesquisas  em todos os ambientes, comerciais ou não, que compõem o sistema internacional de comunicação científica.

ARQUIVAMENTO

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração.