Intelectuais, ditadura e modernização em Santa Catarina

  • Michel Goulart da Silva

Resumo

Neste artigo procura-se discutir a ideia de modernização elaborada por uma parcela dos intelectuais durante a ditadura, principalmente na década de 1970. Em grande medida o artigo busca analisar a produção dos intelectuais que atuaram em Santa Catarina, em especial Alcides Abreu e Nereu do Valle Pereira, vinculados aos governos que surgiram a partir do golpe civil-militar de 1964. Nessa análise se percebe a produção de uma cultura política compartilhada por escritores, professores e outros intelectuais, que colaboraram com a construção de um discurso de legitimação do regime ditatorial.

Publicado
18-12-2019
Como Citar
GOULART DA SILVA, M. Intelectuais, ditadura e modernização em Santa Catarina. Fronteiras: Revista Catarinense de História, n. 34, p. 213-226, 18 dez. 2019.