A fronteira entre cristãos e muçulmanos

uma terra de ninguém?

  • Marcio Felipe Almeida UNIABEU
Palavras-chave: Castela, Fronteira, Idade Média

Resumo

O presente artigo tem por finalidade apresentar uma breve discussão historiográfica sobre a fronteira entre cristãos e muçulmanos na Peninsula Ibérica. Pretendemos também, neste trabalho, estabelecer uma reflexão sobre o conceito de terras de ninguém com base na documentação produzida ao longo do século XIII. Diferente do mundo atual, em que os Estados modernos nescessitam de fronteiras precisas e estabelecem linhas de demarcação tão estreitas, que é impossível habitar sobre elas, a fronteira castelhana foi durante o medievo uma faixa de terra larga o suficiente para ser compreendida como um território, cuja autoridade não estava completamente definida, um espaço sujeito a investidas tanto de cristãos como muçulmanos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
08-07-2020
Como Citar
ALMEIDA, M. A fronteira entre cristãos e muçulmanos. Fronteiras: Revista Catarinense de História, n. 35, p. 92-106, 8 jul. 2020.