Religiosidade e Natureza

imigrantes ucranianos e a transformação do meio ambiente (Paraná 1890-1915)

  • Darlan Damasceno Universidade Federal de Santa Catarina
  • Gilmar Arruda Universidade Estadual de Londrina
Palavras-chave: História ambiental, Imigração ucraniana, Religiosidade

Resumo

O presente artigo tem por objetivo apontar como a religiosidade dos imigrantes ucranianos atuou no processo de ressignificação e transformação do meio ambiente entre os anos 1890 e 1915, na região centro-sul do Estado do Paraná. Para isso, utilizamos como fontes, relatos dos imigrantes que se estabeleceram nos núcleos coloniais. Procura-se demonstrar que a percepção do mundo natural está ligada também a fatores culturais, os quais atuam no imaginário e nas representações sociais que os indivíduos têm de si e do ambiente à sua volta. As fontes indicam que a religiosidade atuou no processo de (re)construção da realidade social nas colônias, ou seja, o modo de vida dos indivíduos foi estruturado através de esquemas de percepção inscritos em suas ações.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
08-07-2020
Como Citar
DAMASCENO, D.; ARRUDA, G. Religiosidade e Natureza. Fronteiras: Revista Catarinense de História, n. 35, p. 140-162, 8 jul. 2020.