A Construção da Identidade Docente do Licenciado de Ciências Biológicas em Início de Carreira

  • Maria Dalvaneide de Oliveira Araújo Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
  • Gleize Cristina França de Barros Universidade Federal de Pernambuco – UFPE
  • Marcos Alexandre de Melo Barros Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática – PPGECM Universidade Federal de Pernambuco – UFPE

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de discutir a construção da identidade docente do licenciado de ciências biológicas em início de carreira. Autores como Tardif (2002, 2005), Gauthier (1999), Borges (2003) e Nóvoa (1997) ressaltam a premência de discussão sobre essa temática. As inquietações dos autores despontam ao reconhecer que os alunos das licenciaturas de Ciências Biológicas, em sua maioria, não se veem como futuros professores, e sim como biólogos, ou seja, pesquisadores, Por outro lado, há existência de Mestre e Doutores em Ciências Biológicas retornando a universidade para cursarem a licenciatura visto que o mercado de trabalho para pesquisadores nesta área em Pernambuco é bastante restrito. Destaca-se ainda o choque de realidade que esses profissionais enfrentam no início de sua carreira docente, na qual segundo Huberman (1995), há uma distância entre os ideais e as realidades cotidianas da sala de aula. Como resultados iniciais da pesquisa desenvolvidas com os alunos da UFPE que estão no estágio em ensino de biologia ratificam o diagnostico inicial dos autores.
Publicado
21-06-2018
Como Citar
DE OLIVEIRA ARAÚJO, Maria Dalvaneide; FRANÇA DE BARROS, Gleize Cristina; DE MELO BARROS, Marcos Alexandre. A Construção da Identidade Docente do Licenciado de Ciências Biológicas em Início de Carreira. Revista Insignare Scientia - RIS, [S.l.], v. 1, n. 2, jun. 2018. ISSN 2595-4520. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/7828>. Acesso em: 17 jan. 2019.