O que tem a nos ensinar o processo de germinação do Feijão?

  • Roque Ismael da Costa Güllich Universidade Federal da Fronteira Sul
Palavras-chave: Ensino por investigação, Educar pela Pesquisa, Formação de Professores, Ensino Superior, Facebook.

Resumo

Este relato de experiência é uma história narrada com a finalidade de apresentar à discussão pública ideias de Investigação e Pesquisa como propostas que dão assentamento ao Ensino de Ciências, como forma de desenvolvimento da Didática no Ensino Superior no que concerne a formação de novos professores de Ciências
(Biológicas). Para tanto, tomo como referência um conjunto de aulas sobre a germinação do feijão desenvolvidas no componente curricular de Prática de Ensino sobre currículo e o ensino de Ciências, do Curso de Ciências Biológicas, da Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS, Campus Cerro Largo, Estado do Rio Grande do Sul – RS, Brasil – BR, que são desenvolvidas tendo como espaço e tempo de ampliação um facegrupo do Facebook. A partir da experiência refletida tenciono o conceito de experimentação investigativa e contextual para avançar nas necessidades da investigação no ensino de Ciências, como aposta principal da qual decorrer o
desenvolvimento profissional docente dos futuros professores, ao passo que também me coloco também como professor que aprende e ensina a ensinar, em meio às dificuldades que a docência em tempos contemporâneos nos impõe.

Publicado
21-11-2019
Como Citar
DA COSTA GÜLLICH, R. O que tem a nos ensinar o processo de germinação do Feijão?. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 3, p. 240-254, 21 nov. 2019.