Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano

  • Fabiane Habowski Escola Estadual Técnica Guaramano.
Palavras-chave: Horto; Plantas Medicinais; Educação Ambiental.

Resumo

O relato descreve um projeto realizado com alunos do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Técnica Guaramano em Guarani das Missões, RS, com plantas medicinais que foi planejado e desenvolvido pela professora de Biologia e a turma tendo por objetivo principal proporcionar aulas mais dinâmicas, agregando teoria à prática educacional. O Horto Medicinal está localizado junto ao Viveiro da Escola, ou seja, na sua sede. Tem como área total 324 metros quadrados, dividido em 12 parcelas, onde cada uma corresponde a uma planta medicinal e a um determinado horário indicado para seu uso, como também o seu princípio ativo. As plantas medicinais são tradicionalmente utilizadas pelas famílias da comunidade local e sua vasta aplicação e variedades de espécies, faz com que se necessite aprimorar e obter mais conhecimentos sobre o assunto. Pode se perceber que toda atividade prática contribui para a formação de alunos mais críticos e protagonistas quando podem desenvolver conteúdos de aula em projetos, pois são desafiados a encontrar soluções para os problemas que vão surgindo no decorrer do processo.

Publicado
21-11-2019
Como Citar
HABOWSKI, F. Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 3, p. 134-141, 21 nov. 2019.