Funções da avaliação da aprendizagem na formação inicial de professores de Ciências

  • Bruno Lamy Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Beatriz Pereira Jacques Universidade do Estado do Rio de Janeiro
  • Tatiana Galieta Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Palavras-chave: avaliação, formação de professores, ensino de Ciências

Resumo

Apresentamos neste trabalho os resultados de duas pesquisas que buscaram identificar as diferentes visões de licenciandos em Ciências Biológicas a respeito da avaliação explorando suas funções no processo de ensino-aprendizagem. Os dados foram coletados em entrevistas com 27 licenciandos de um mesmo curso que foram, posteriormente, transcritas na íntegra. Utilizamos categorias teóricas para classificar as funções de avaliação enunciadas pelos sujeitos, a saber: diagnóstica, somativa, formativa e mediadora. Reflexões sobre a prova como método avaliativo surgiram nas falas dos entrevistados e, por isso, foi feita uma análise sobre suas limitações. As análises apontam uma lacuna em relação à avaliação diagnóstica que pode ser potencialmente relacionada aos conhecimentos prévios dos alunos. A função somativa como um reflexo de práticas classificatórias com tendências conservadoras esteve presente. As funções formativas e mediadoras também foram contempladas, já que os licenciandos expressaram preocupação com as estratégias de ensino, compreendendo a avaliação como um momento para refletir sobre a própria prática docente. A prova que foi identificada como um instrumento padronizado de avaliação que visa à normatização de práticas escolares e à exclusão de estudantes que se sentem pressionados e frustrados.

Biografia do Autor

Bruno Lamy, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Licenciado em Ciências Biológicas - UERJ

Beatriz Pereira Jacques, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Licenciada em Ciências Biológicas - UERJ

Publicado
19-09-2019
Como Citar
LAMY, B.; JACQUES, B.; GALIETA, T. Funções da avaliação da aprendizagem na formação inicial de professores de Ciências. Revista Insignare Scientia - RIS, v. 2, n. 2, p. 166-184, 19 set. 2019.