Promoção da Saúde para a População em Situação de Rua

  • Guilherme Fonseca Graciano Universidade Federal de Minas Gerais
  • Carolina Moraes Preihsner de la Cerda Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luiza Ali Dinis Universidade Federal de Minas Gerais
  • Thaís Rodrigues de Souza Universidade Federal de Minas Gerais
  • Luís Antônio Batista Tonaco
  • Thiago Gomes Gontijo
  • Patrícia Félix Santos Castro Prefeitura de Belo Horizonte
  • Giselle Lima de Freitas Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Extensão Universitária, Atenção Primária, Educação em Saúde

Resumo

Este estudo objetiva relatar as atividades educativas realizadas em um Centro de Referência para a População em Situação de Rua. Trata-se de relato de experiência das atividades de um projeto de extensão conduzidas ao longo do ano de 2019. Para o início das atividades educativas, foi solicitada a anuência ao serviço, e direcionado o convite de participação para os profissionais do Centro de Saúde de abrangência da região. Foram realizadas 16 ações educativas, com abordagem lúdica e interativa, sobre temas relacionados ao âmbito da saúde. O número total de participantes foi de 255, com predominância do sexo masculino. O projeto permitiu o estreitamento de vínculo entre os usuários do serviço e os profissionais do Centro de Saúde, o trabalho interprofissional da equipe de Saúde, além de contribuir com a formação dos alunos envolvidos, que experimentaram a prática e o trabalho interprofissional.

Palavras-chave: Extensão Universitária; Atenção Primária; Educação em Saúde

Health Promotion for the Homeless Population

Abstract: This study aims to report the educational activities carried out in a Reference Center for the Homeless Population. This article is an experience report of the activities of an extension project conducted throughout the year 2019. For the beginning of the educational activities, consent was requested to the reference service. An invitation to participate was sent to the professionals from the Health Center, which covers the region. Seventeen educational activities were carried out, with a playful and interactive approach, on topics related to health. The total number of participants was 255, predominantly males. The project allowed a closer bond between the service users and the health center professionals, the interprofessional work of the Health Center team, and contributed to the education of the students involved, who experienced the practice and the interprofessional work.

Keywords: University Extension; Primary Health Care; Health Education

Biografia do Autor

Guilherme Fonseca Graciano, Universidade Federal de Minas Gerais

Acadêmico do curso de Nutrição da Universidade Federal de Minas Gerais.

Carolina Moraes Preihsner de la Cerda, Universidade Federal de Minas Gerais

Acadêmica do curso de Nutrição da Universidade Federal de Minas Gerais.

Luiza Ali Dinis, Universidade Federal de Minas Gerais

Acadêmica do curso de Nutrição da Universidade Federal de Minas Gerais.

Thaís Rodrigues de Souza, Universidade Federal de Minas Gerais

Acadêmica do curso de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais

Luís Antônio Batista Tonaco

Enfermeiro. Mestre e Doutorando em Enfermagem e Saúde pela Universidade Federal de Minas Gerais. 

Thiago Gomes Gontijo

Enfermeiro. Mestrando em Enfermagem pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Patrícia Félix Santos Castro, Prefeitura de Belo Horizonte

Enfermeira do Consultório de Rua da Prefeitura de Belo Horizonte.

Giselle Lima de Freitas, Universidade Federal de Minas Gerais

Docente da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais.

Referências

Barata, R. B., Carneiro, N., De Ribeiro, M. C. S. A., & Silveira, C. (2015). Desigualdade social em saúde na população em situação de rua na cidade de São Paulo. Saúde e Sociedade, 24(1), 215–227.

Claro, R. M., Santos, M. A. S., Oliveira, T. P., Pereira, C. A., Szwarcwald, C. L., & Malta, D. C. (2015). Consumo de alimentos não saudáveis relacionados a doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Epidemiologia e Serviços de Saúde, 24(2), 257–265.

Ferreira, F. N., & Marx, R. B. (2017). O vazio existencial em interface com o uso de drogas sob a ótica da logoterapia e análise existencial. Faculdade Sant’ana Em Revista, 1(1. Sem), 86–98.

Fiorati, R. C., Carretta, R. Y. D., Kebbe, L. M., Cardoso, B. L., & Xavier, J. J. da S. (2016). As rupturas sociais e o cotidiano de pessoas em situação de rua: estudo etnográfico. Revista Gaúcha de Enfermagem, 37(spe), e72861.

Grangeiro, A., Holcman, M. M., Onaga, E. T., de Alencar, H. D. R., Placco, A. L. N., & Teixeira, P. R. (2012). Prevalência e vulnerabilidade à infecção pelo HIV de moradores de rua em São Paulo, SP. Revista de Saúde Pública, 46(4), 674–684.

Halpern, S. C., Scherer, J. N., Roglio, V., Faller, S., Sordi, A., Ornell, F., ... & von Diemen, L. (2017). Vulnerabilidades clínicas e sociais em usuários de crack de acordo com a situação de moradia: Um estudo multicêntrico em seis capitais brasileiras. Cadernos de Saúde Pública, 33(6), e00037517.

Hino, P., Santos, J. de O., & Rosa, A. da S. (2018). Pessoas que vivenciam situação de rua sob o olhar da saúde. Revista Brasileira de Enfermagem, 71, 684–692.

Instituto Nacional de Câncer. (2018). No Novembro Azul, INCA e Ministério da Saúde alertam para a saúde do homem. [S. l.]: INCA. Recuperado de https://www.inca.gov.br/noticias/no-novembro-azul-inca-e-ministerio-da-saude-alertam- para-saude-do-homem

Instituto Nacional de Câncer (2019). Câncer de mama. [S. l.]: INCA. Recuperado de https://www.inca.gov.br/tipos-de- cancer/cancer-de-mama

Instituto Nacional de Câncer (2020). Câncer do colo do útero. [S. l.]: INCA. Recuperado de https://www.inca.gov.br/tipos- de-cancer/cancer-do-colo-do-utero

Ministério da Saúde (2012). Manual sobre o cuidado à saúde junto à população em situação de rua. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de http://189.28.128.100/dab/docs/publicacoes/geral/manual_cuidado_populalcao_rua.pdf

Ministério da Saúde (MS). (2013a). Política Nacional de Humanização. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_humanizacao_pnh_folheto.pdf

Ministério da Saúde (MS). (2013b). Resolução n° 2, de 27 de fevereiro de 2013: Define diretrizes e estratégias de orientação para o processo de enfrentamento das iniquidades e desigualdades em saúde com foco na População em Situação de Rua (PSR) no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União (28/02/2013), Seção 1. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cit/2013/ res0002_27_02_2013.html

Ministério da Saúde. (2014a). Guia alimentar para a população brasileira. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf

Ministério da Saúde (2014b). Saúde da população em situação de rua: um direito humano. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_populacao_situacao_rua.pdf

Ministério da Saúde (2016). Síntese de Evidências para Políticas de Saúde: adesão ao tratamento de tuberculose pela população em situação de rua. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sintese_evidencias_politicas_adesao_tuberculose.pdf

Ministério da Saúde (2019a). Manual de Recomendações para o Controle da Tuberculose no Brasil. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/manual_recomendacoes_controle _tuberculose_brasil_2_ed.pdf

Ministério da Saúde (2019b). Vigitel Brasil 2018: vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico: estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2018. Brasília: Ministério da Saúde. Recuperado de https://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2019/julho/25/vigitel-brasil-2018.pdf

Oliveira, C., Brito, R., Gonçalves, A. B., Coelho, P., Bermudez, B. E., Tizzot, E. L., ... & Mourão Junior, C. A. (2019). Ações educativas em saúde em escolas de Baependi, Minas Gerais: Universidades criativas em ação. Revista Brasileira de Extensão Universitária, 10(3), 183-190.

Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). (2019). Folha informativa - Álcool. Recuperado de https:// www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5649:folha-informativa-alcool&Itemid=1093

Paiva, I. K. S. de, Lira, C. D. G., Justino, J. M. R., Miranda, M. G. D. O., & Saraiva, A. K. D. M. (2016). Direito à saúde da população em situação de rua: Reflexões sobre a problemática. Ciência e Saúde Coletiva, 21(8), 2595–2606.

Pinheiro, B. C., & Bittar, C. M. L. (2016). Práticas de educação popular em saúde na atenção primária: Uma revisão integrativa. Cinergis, 18(1), 77–82.

Pinto, V. M., Tancredi, M.V., de Alencar, H. D. R., Camolesi E., Holcman, M. M., Grecco, J. P., ... & Grecco, E. T. O. (2014). Prevalência de Sífilis e fatores associados a população em situação de rua de São Paulo, Brasil, com utilização de Teste Rápido. Revista Brasileira de Epidemiologia, 17, 341-354.

Sicari, A. A., & Zanella, A. V. (2018). Pessoas em Situação de Rua no Brasil: Revisão Sistemática. Psicologia: Ciência e Profissão, 38(4), 662–679.

Silva, C. C. da, Cruz, M. M. da, & Vargas, E. P. (2015). Práticas de cuidado e população em situação de rua: O cas o do Consultório na Rua. Saúde Em Debate, 39(spe), 246–256.

United Nations Office on Drugs and Crime (2018). Relatório Mundial sobre Drogas 2018: Crise de opioides, abuso de medicamentos sob prescrição; cocaína e ópio atingem níveis recordes. [S. L.]: UNODC. Recuperado de https://www.unodc.org/lpo-brazil/pt/frontpage/2018/06/relatorio-mundial-drogas-2018.html

World Health Organization (2017). Global guidance on criteria and processes for validation: elimination of mother-to- child transmission of HIV and syphilis. Genebra: WHO. Recuperado de: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/ 10665/259517/9789241513272-eng.pdf;jsessionid=E467A7ECE808A908BD4DB2A99C98FAB4?sequence=1

Publicado
01-05-2021
Como Citar
GRACIANO, G.; DE LA CERDA, C.; DINIS, L.; SOUZA, T.; TONACO, L.; GONTIJO, T.; CASTRO, P.; FREITAS, G. Promoção da Saúde para a População em Situação de Rua. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 12, n. 2, p. 167-177, 1 maio 2021.
Seção
Artigos