Implementação da Manufatura Enxuta

A Dicotomia entre Acertos e Erros

  • Haroldo Lhou Hasegawa UNIFEI Itabira
  • Délvio Venanzi FATEC Sorocaba
  • Orlando Roque da Silva Faculdades Metropolitanas Unidas
Palavras-chave: Manufatura Enxuta, Metal-Mecânico, Autopeças, Alinhamento Estratégico

Resumo

O presente artigo visou mostrar alguns fatores, que podem levar as empresas a terem sucesso ou fracasso na tentativa do uso da manufatura enxuta pela realização de um estudo de múltiplos casos onde nove empresas forma divididas em dois grupos. O primeiro composto por cinco empresas de grande porte pertencentes ao setor metal mecânico e o segundo quatro empresas de médio porte pertencentes ao setor de autopeças. Todas as empresas estudadas estão situadas na de Campinas e Sorocaba no estado de São Paulo. Os dados foram coletados de forma qualitativa utilizando-se de uma pesquisa exploratória entre os períodos de janeiro de 2013 a setembro de 2015.Os resultados obtidos mostram que os casos bem-sucedidos de implantação da manufatura enxuta resultam em ganhos significativos a fim de maximização das operações e permitir um alinhamento com os enfoques estratégicos. Por outro lado, as empresas que falharam na implementação da manufatura enxuta, permite criar a hipótese de que a mudança cultural nas empresas brasileiras ainda é uma barreira a ser vencida e que vícios e processos pouco eficientes não permitem estas empresas a mudarem conceitos a fim de agregar maior valor aos seus processo e produtos.   

Biografia do Autor

Délvio Venanzi, FATEC Sorocaba

Engenheiro Eletricista pela UMC, Doutor em Educação pela UNISO e Mestre em Engenharia de Produção pela UNESP. Professor nível III do Ensino superior na Faculdade Tecnologia do Estado de São Paulo/Sorocaba (FATEC) no curso de logística. Possui experiência industrial em empresas do setor automobilístico, metalúrgico, moveleiro e de refrigeração. Atualmente trabalha com cadeia de suprimentos, governança corporativa e gestão de operações.

Orlando Roque da Silva, Faculdades Metropolitanas Unidas

Graduação em Administração pela PUC, Doutor em Engenharia de Produção pela UNIMEP, mestre em Administração pela PUC. Professor titular e coordenador do curso de Mestrado em Administração na Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU). Atualmente trabalha e desenvolve pesquisas nas áreas de cadeia de suprimentos, impacto de novas fontes de energias e meio ambiente, modelagem computacional e sistemas de gerenciamento e produção.

Publicado
14-02-2019
Como Citar
HASEGAWA, H.; VENANZI, D.; DA SILVA, O. Implementação da Manufatura Enxuta. Revista Gestão & Sustentabilidade, v. 1, n. 1, p. 41 - 58, 14 fev. 2019.
Seção
Trabalhos Empíricos e Ensaios