Projeto Hashtags: comunicação de risco para COVID-19 na comunidade imigrante brasileira em Boston

  • Camila Maciel Oliveira The Global Co-creation Lab, IMES, Massachusetts Institute of Technology (MIT)
  • Rebeca Simoes Brito Cultural Agents Initiative at Harvard University
  • Mercedes Balcells Global CoCreation Program, Institute for Medical Engineering and Science
  • Doris Sommer Harvard University
  • Carlos Alberto Mourão Junior Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Carlos Eduardo Siqueira School for the Environment, University of Massachusetts, Boston, Estados Unidos
Palavras-chave: Comunicação em Saúde, Coronavírus, Pandemia, Participação da Comunidade, Redes Comunitárias

Resumo

A comunicação de risco adequada e o engajamento comunitário têm sido considerados estratégias essenciais para a mitigação da COVID-19. Assim, o objetivo deste relato é descrever as ações do Projeto Hashtags direcionadas à comunidade imigrante brasileira da região de Boston. A primeira etapa ocorreu pela participação de um pesquisador em programas de uma rádio local e publicações no Facebook. A segunda etapa se deu pela colaboração de pesquisadores em dois treinamentos para trabalhadores. As ações aconteceram no período de março a junho de 2020. Para melhor descrição da experiência e avaliação do alcance das ações do Projeto Hashtags, registrou-se a média de ouvintes por programa, visualizações por postagem e registro das falas de ouvintes/participantes. De nove programas de rádio, foram obtidos dados de audiência de sete, com média de 743 ouvintes durante a transmissão do programa. O primeiro treinamento para trabalhadores obteve 835 visualizações registradas no Facebook logo após a live. Já o segundo obteve a participação de 15 colaboradores do Consulado Geral do Brasil em Boston. Quanto às postagens na mídia digital, foram compartilhados 13 vídeos, 7 reportagens e 25 panfletos virtuais, com média de 279 visualizações por postagem em 23 de abril de 2020. A partir do registro de falas, observou-se que as informações fundamentais sobre a doença foram compreendidas e assimiladas, e pode estimular mudanças de rotina e compartilhamento de tais informações. A comunicação de risco realizada em colaboração com membros da comunidade facilitou a propagação de informações confiáveis, em português, em resposta ao surto da COVID-19.

Palavras-chave: Comunicação em Saúde; Coronavírus; Pandemia; Participação da Comunidade; Redes Comunitárias

Hashtags Project: COVID-19 risk communication for Brazilian immigrant community in Boston

Abstract: Adequate risk communication and community engagement have been considered essential strategies for the mitigation of COVID-19. Thus, this report aims to describe the actions of the Hashtags Project directed to the Brazilian immigrant community of the Boston region. The first stage occurred through the participation of a researcher in local radio programs and Facebook posts. The second stage was the collaboration of researchers in two training sessions for workers. The actions took place from March to June 2020. For a better description of the experience and evaluation of the scope of the actions of the Hashtags Project, the average number of listeners per program, views per post, and record of the speeches of listeners/participants were registered. From nine radio programs, audience data of seven were obtained, with an average of 743 listeners during the program broadcast. The first training for workers got 835 views registered right after the live on Facebook. The second obtained the participation of 15 employees of the Consulate General of Brazil in Boston. As for digital media posts, 13 videos, seven reports, and 25 virtual flyers were shared, averaging 279 views per post on April 23, 2020. From the speech registers, it was observed that the essential information about the disease was understood and assimilated and can stimulate routine changes and sharing of such information. The risk communication carried out in collaboration with community members facilitated the dissemination of reliable information in Portuguese in response to the COVID-19 outbreak.

Keywords: Health Communication; Coronavirus; Pandemic; Community Participation; Community Networks

Referências

Berger, Z. D., Evans, N. G., Phelan, A. L., & Silverman, R. D. (2020). Covid-19: Control measures must be equitable and inclusive. BMJ, 368, m1141.

Bermudez, B. E. B. V., Alvim, R. O., Soares, F. M., Gonçalves, A. B. C., Tizzot, E. L. A., Ulbrich, ...& Oliveira, C. M. (2017). The Baependi Little Heart Study: Strategies in child education related to cardiometabolic risk factors for reducing morbidity and mortality in a developing country. Endocrinology & Metabolism International Journal, 5(5), 1-4.

Brito, R. S., Gonçalves, A. B., Soares, F. M., Tizzot, E. L. A., Bermudez, B. E. B. V., Mourão Júnior, C. A., ... & Oliveira, C. M. (2019). Recomendações de medidas preventivas sobre o vírus H1N1 através de ações educativas para o público infantil: Universidades Criativas em Ação. Interfaces (UFMG), 7(1), 353-364.

Coelho, P. D., Queiroz, H. K. G., Pereira, A. P. S., Vieira, P. P., Alvim, R. O., Mourão Júnior, C. A., & Oliveira, C. M. (2017). Práticas educativas relacionadas à saúde para crianças de 4 a 10 anos. Projeto Coraçõezinhos apaixonados: Um relato de experiência. Extensão em Foco, 1(13), 48-54.

Ebrahim, S. H., Ahmed, Q. A., Gozzer, E., Schlagenhauf, P., & Memish, Z. A. (2020). Covid-19 and community mitigation strategies in a pandemic. BMJ, 368, m1066.

Husnayain, A., Fuad, A., & Su, E. C. Y. (2020). Applications of google search trends for risk communication in infectious disease management: A case study of COVID-19 outbreak in Taiwan. International Journal of Infectious Diseases, 95, 221-223.

Janes, M. W., & Marques, M. C. D. C. (2013). A contribuição da comunicação para a saúde: Estudo de comunicação de risco via rádio na grande São Paulo. Saúde e Sociedade, 22, 1205-1215.

McCloskey, B., & Heymann, D. L. (2020). SARS to novel coronavirus–old lessons and new lessons. Epidemiology & Infection, 148, E22.

Oliveira, C. M., Pereira, A. C., De Andrade, M., Soler, J. M., & Krieger, J. E. (2008). Heritability of cardiovascular risk factors in a Brazilian population: Baependi Heart Study. BMC Medical Genetics, 9(1), 32.

Page, K. R., Venkataramani, M., Beyrer, C., & Polk, S. (2020). Undocumented US immigrants and Covid-19. New England Journal of Medicine, 382(21), e62.

San Lau, L., Samari, G., Moresky, R. T., Casey, S. E., Kachur, S. P., Roberts, L. F., & Zard, M. (2020). COVID-19 in humanitarian settings and lessons learned from past epidemics. Nature Medicine, 26(5), 647-648.

Voos, F. L., & Marques, M. C. D. C. (2020). A vigilância sanitária no Facebook: Potências e fragilidades da comunicação do risco sanitário na esfera digital. Saúde e Sociedade, 29(1) e181173.

World Health Organization. (2018). Comunicação de riscos em emergências de saúde pública: Um guia da WHO para políticas e práticas em comunicação de risco de emergência. Genebra: Organização Mundial da Saúde (WHO). Recuperado de https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/259807/9789248550201-por.pdf?ua=1

World Health Organization. (2020a). Risk communication and community engagement (‎RCCE)‎ readiness and response to the 2019 novel coronaviruses (‎2019-‎‎ nCoV)‎‎‎: interim guidance, 20 January 2020. [S. l.]: World Health Organization (WHO).

World Health Organization (2020b). Managing the COVID-19 infodemic: Promoting healthy behaviours and mitigating the harm from misinformation and disinformation, 23 September 2020. . [S. l.]: World Health Organization (WHO).

Zhang, L., Li, H., & Chen, K. (2020). Effective risk communication for public health emergency: Reflection on the COVID-19 (2019-nCoV) outbreak in Wuhan, China. Healthcare Multidisciplinary Digital Publishing Institute. 8(1), 64.

Publicado
20-04-2021
Como Citar
OLIVEIRA, C.; BRITO, R.; BALCELLS, M.; SOMMER, D.; MOURÃO JUNIOR, C. A.; SIQUEIRA, C. E. Projeto Hashtags: comunicação de risco para COVID-19 na comunidade imigrante brasileira em Boston. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 12, n. 2, p. 147-156, 20 abr. 2021.
Seção
Artigos