“UN MUNDO A TRAVÉS DE LAS LENTES”: LAS CLASES DE MICROSCOPÍA COMO ESTRATEGIA DE MOTIVACIÓN PARA EL ESTUDIO DE LAS CIENCIAS Y BIOLOGÍA

  • Márcia Bündchen Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Diego Hepp Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Ângelo Cassio Magalhães Horn Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Marilise Scherer Aroni Escola Estadual Estado do Rio Grande do Sul
  • Marina Michelotto Klacevicz Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Amanda da Silva Neves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
  • Alejandra Bolaños Díaz Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Educação científica, Ensino de Ciências, Biologia, Laboratório escolar

Resumo

Este trabajo describe el desarrollo de diversas actividades prácticas de microscopía en las aulas como instrumentos de  motivación para el estudio de las Ciencias Naturales y la Biología; todo ello con el objetivo final de mejorar la formación científica de los estudiantes de educación primaria y secundaria. Las actividades han sido elaboradas por el equipo del Programa de Extensión Um mundo através das lentes, con la colaboración de los profesores de dicho ciclo educativo y de acuerdo con los objetivos científicos y didácticos previamente planteados. Las actividades se llevaron a cabo entre alumnos de escuelas públicas de primaria (ensino fundamental) y secundaria (ensino médio) en los laboratorios del Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Brasil), como complemento de las clases teóricas. Una vez realizadas estas actividades, hemos encuestado a los participantes mediante un cuestionario en el que las evalúan y donde recogen sus impresiones con respecto a cómo éstas mejoran su aprendizaje. El análisis de los resultados muestra que los alumnos participantes en el proyecto tienen la oportunidad de acceder a un nivel de conocimiento práctico sobre microscopía que la escuela pública no les proporciona hasta la fecha. Además reconocen la contribución de las actividades de microscopía en su aprendizaje y formación científica. Finalmente, los resultados muestran que los alumnos participantes en el proyecto presentan una mayor motivación para el estudio durante y después de la realización de las clases prácticas.

Palabras-clave: Educación científica; Enseñanza de las Ciencias; Biología; Laboratorio escolar

 

“A World through Glasses”: the microscopy classes as a motivational strategy for the study of Sciences and Biology

Abstract: This paper describes how to use microscopes in the classroom as motivational instruments in the study of Natural Science and Biology, thereby improving primary and secondary science education. The activities were undertaken by the Um mundo atraves das lentes Extension Program team with the collaboration of the primary and secondary teachers, pursuant to previously established scientific and teaching goals. The activities were engaged by students from public elementary and high school at the Instituto Federal de Educacao Ciencia e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Porto Alegre, Brazil) laboratories, supplementing theoretical class components. After the students participated in the practical sessions, we asked the participants to respond to an evaluation questionnaire and give their impressions on how their learning was enhanced. The results of the survey show that the students who participated in the project were able to obtain practical knowledge on microscopy that the public school has not offered them to date.  Students also acknowledged that the microscopy activities provided them with hands-on scientific knowledge. Finally, survey results show that the students who participated in the project became more motivated in their studies both during and after the practical sessions.

Keywords: Science Education; Teaching of Science; Biology; School Laboratory

 

"Um mundo através das lentes": as aulas de microscopia como estratégia de motivação para o estudo das Ciências e da Biologia

Resumo: Este artigo descreve o desenvolvimento de atividades práticas de microscopia como instrumentos de motivação para o estudo das Ciências Naturais e Biologia, com o objetivo final de melhorar a educação científica dos alunos do ensino fundamental e médio. As atividades foram elaboradas pela equipe do programa de extensão Um Mundo através das Lentes, com a colaboração dos professores da educação básica e de acordo com os objetivos científicos e didáticos propostos. As atividades são realizadas por alunos das escolas públicas de ensino fundamental e de ensino médio nos laboratórios do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (Brasil), como complemento às aulas teóricas. Uma vez que essas atividades tenham sido realizadas, os alunos participantes avaliam as atividades por meio de um questionário no qual coletam suas impressões sobre a contribuição das atividades para a melhoria de seu aprendizado. A análise dos resultados mostra que os alunos participantes do projeto têm a oportunidade de acessar um nível de conhecimento prático sobre microscopia que a escola pública não fornece até o momento. Eles também reconhecem a contribuição das atividades de microscopia em sua aprendizagem e formação científica. Por fim, os resultados da pesquisa mostram que os alunos participantes do projeto têm maior motivação para estudar durante e após a realização das aulas práticas.

Palabras-clave: Educação científica; Ensino de Ciências; Biologia; Laboratório escolar

Referências

ALVES, N. S. F.; MOURA, R. C.; BATISTA, C. C.; RAIMAM, M. P. Microscópio óptico comum: uma ferramenta motivacional ao ensino de Biologia. En: Reunião Anual da SBPC, 65, Recife, Pernambuco, 2013. Anais... [S. l.]: SBPC, 2013. Disponible en < http://www.sbpcnet.org.br/livro/65ra/resumos/resumos/2890.htm >

BRASIL - Ministério da Educação. Brasil no PISA 2015: análises e reflexões sobre o desempenho dos estudantes brasileiros. São Paulo: Fundação Santillana, 2016. Disponible en < http://download.inep.gov.br/ acoes_internacionais/pisa/resultados/2015/pisa2015_completo_final_baixa.pdf >

BRIDI, J. H.; SANT’ANA, M. F.; GELLER, M.; SILVA, J. da. El uso de actividad de laboratorio de biología para la enseñanza de matemática en los años iniciales: una estrategia interdisciplinaria de enseñanza y aprendizaje. Revista Ensaio, v.12, n.3, p.131-150, 2010.

INEP. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopses Estatísticas da Educação Básica. Censo escolar 2017. Brasília: INEP, 2017. Disponible en < http://inep.gov.br/ web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica >

MARQUES, G.P.; ROSA, R.T.D. da. Análise das atividades práticas propostas em manuais didáticos de Biologia. Revista de Educación en Biología, v.18, n.2, p.20-30, 2015.

MARTINELLI, S.C. Um estudo sobre desempenho escolar e motivação de crianças. Educar em Revista, n. 53, p. 201-216, 2014.

SOLER, M.G.; CÁRDENAS, F.A.; HERNÁNDEZ-PINA, F. Enfoques de enseñanza y enfoques de aprendizaje: perspectivas teóricas promisorias para el desarrollo de investigaciones en educación en ciencias. Ciência & Educação, v. 24, n. 4, p. 993-1012, 2018.

ZUFFO, S.; TROHSCHOEN, A. A. G. Microscopia na educação básica. En: Salão de Ensino e de Extensão, UNISC, IV, Santa Cruz do Sul, 2013. Anais ... Santa Cruz do Sul, UNISC, 2013. Disponible en < http://online.unisc.br/acadnet/anais/index.php/salao_ensino_extensao/article/view/11031. >

Publicado
21-10-2019
Como Citar
BÜNDCHEN, M.; HEPP, D.; HORN, ÂNGELO; ARONI, M.; KLACEVICZ, M.; NEVES, A.; BOLAÑOS DÍAZ, A. “UN MUNDO A TRAVÉS DE LAS LENTES”: LAS CLASES DE MICROSCOPÍA COMO ESTRATEGIA DE MOTIVACIÓN PARA EL ESTUDIO DE LAS CIENCIAS Y BIOLOGÍA. REVISTA BRASILEIRA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, v. 10, n. 3, p. 109-114, 21 out. 2019.
Seção
Artigos