GENÉTICA E IMUNOLOGIA DO CÂNCER PARA ALUNOS DO ENSINO BÁSICO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA

  • Luciana Chain Veronez Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Departamento de Puericultura e Pediatria, Universidade de São Paulo
  • Karina Bezerra Salomão Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP
  • Pablo Ferreira das Chagas
  • Marisa Ramos Barbieri
  • Carlos Alberto Scrideli
  • Luiz Gonzaga Tone
Palavras-chave: Imunologia, Extensão Universitária, Ensino de Genética, Câncer, Educação

Resumo

Câncer é um assunto frequente na mídia e no cotidiano de muitos estudantes, uma vez que ainda representa um problema de saúde pública com elevado apelo emocional e social. A falta do senso crítico no processo de ensino e aprendizagem do câncer é evidenciada pela defasagem de informações e conceitos científicos básicos durante a formação escolar. Nesse contexto, o projeto de extensão intitulado “A genética dos soldados contra o câncer”, teve como objetivo principal compartilhar conhecimentos acadêmicos acerca da gênese, genética e imunologia do câncer com alunos da rede básica de ensino e com a comunidade. O projeto foi desenvolvido na Casa da Ciência da Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto como parte do programa educacional “Pequeno Cientista” e contou com a participação de nove alunos da rede básica de ensino, orientados por três pós-graduandos, durante 12 encontros semanais com uma hora de duração. As aulas foram expositivas argumentativas e práticas, tendo sido utilizadas como ferramentas pedagógicas jogos, debates, infográficos e vídeos. A abordagem de uma temática pertinente à realidade dos alunos e o uso de estratégias pedagógicas alternativas possibilitou a apropriação do conhecimento e a assimilação significativa dos conceitos abordados. Dessa forma, esse projeto contribuiu para o processo de formação dos alunos e difusão destes conhecimentos à comunidade, além de viabilizar o exercício didático e crítico aos pós-graduandos.

Palavras-chave: Ensino de Genética; Imunologia; Câncer, Educação; Extensão Universitária

 

Cancer genetics and immunology for students of primary school: Reporting an experience

Abstract: Cancer is a common issue in the media and the daily lives of many students, once it still represents a public health problem with a high emotional and social appeal. The lack of critical sense in the process of teaching and learning about cancer is evidenced by the absence of information and basic scientific concepts during school education. In this context, the extension project entitled "The genetics of soldiers against cancer" had as main objective to share and propagate academic knowledge about genetics and cancer immunology with students of the primary education system and with the community. The project was developed at Hemocentro Foundation of Ribeirão Preto, São Paulo, Brazil, as part of the educational program "Small Scientist" and was attended by nine students from the primary education, supervised by three post-graduate students during 12 weekly meetings with one hour of duration. The classes were dialogued and argumentative lectures, with practical activities, using pedagogical tools like games, debates, infographics, and videos. The approach of themes inserted into the reality of the students and the use of alternative\didactic models led the students to the appropriation of knowledge and assimilation of important concepts on genetics, cancer, and immunology. Thus, this project contributed to the process of student educational training, and to propagate this knowledge to the community, besides allowing a didactic and critical exercise for the post-graduation students.

Keywords: Teaching genetics; Immunology; Cancer; Education; University Extension

 

Genética e inmunología del cáncer para alumnos de la escuela primaria: Relato de una experiencia

Resumen: El cáncer es un tema frecuente en los medios de comunicación y en el cotidiano de muchos estudiantes, una vez que representa un problema de salud pública con alto apelo emocional y social. La falta de pensamiento crítico en el proceso de enseñanza y aprendizaje sobre cáncer es evidente por el desfase de informaciones y conceptos científicos básicos durante la formación escolar. En ese contexto, el proyecto de extensión intitulado “La genética dos soldados contra el cáncer” tuvo como objetivo principal compartir y propagar el conocimiento académico sobre la génesis, genética e inmunología del cáncer, con alumnos de la red básica de educación y con la comunidad. El proyecto fue realizado en la Casa de la Ciencia de la Fundación Hemocentro de Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil, como parte del programa educacional “Pequeño Científico” y contó con la participación de nueve alumnos de la red básica de educación, supervisados por tres alumnos de posgrado, durante 12 encuentros semanales de una hora de duración. Las clases fueron magistrales con diálogos e argumentaciones, y prácticas, siendo usados como herramientas pedagógicas juegos, debates, gráficos y videos. El abordaje de un tema inserido en la realidad de los alumnos y el uso de modelos didácticos alternativos indujo a los alumnos a la apropiación del conocimiento y asimilación significativa de los conceptos abordados. De esa forma, este proyecto contribuyó con el proceso de formación de los alumnos y con la propagación del conocimiento para la comunidad; además de permitir un ejercicio didáctico y crítico para los alumnos de posgrado.

Palabras-clave: Enseñanza de Genética; Inmunología; Cáncer; Educación; Extensión Universitaria

Referências

ABBAS, A. K.; LICHTMAN, A. H. H.; PILLAI, S. Imunologia celular e molecular. Elsevier Brasil, 2015.

ARAÚJO, A M. S. C. Lúdico: aprender de forma prazerosa. Cadernos de Pesquisa, v. 19, n. 3, 2013.

DA SILVA, R. A. et al. O ensino da anatomia através das artes cênicas. Arquivos do Museu Dinâmico Interdisciplinar, v. 5, n. 1, p. 9-14, 2001.

DE MELLO, E. F. F.; TEIXEIRA, A. C. A interação social descrita por Vigotski e a sua possível ligação com a aprendizagem colaborativa através das tecnologias em rede. Workshop de Informática na Escola, 17, Aracaju, 2011. Anais... [S. l.]: Sociedade Brasileira de Computação, p. 1362-1365, 2011.

DOWBOR, L. Educação e apropriação da realidade local. Estudos Avançados, v. 21, n. 60, p. 75-90, 2007.

DUNN, B. K. et al. Molecular markers for early detection. Seminars in Oncology, v. 37, n. 3, p. 224-242, 2010.

FACCIONI, L.; SOLER, R. Abordagem lúdica sobre os aspectos celulares do diabetes e da obesidade para alunos do ensino médio. Revista Brasileira de Extensão Universitária, v. 9, n. 1, p. 27-37, 2018.

GASPAR, A. Experiências de ciências para o ensino fundamental. São Paulo: Ática, 2005.

KURMAN, R. J; CARCANGIU, ML, HERRINGTON, S.; YOUNG, RH, et al. WHO classification of tumours of female reproductive organs. Lyon: International Agency for Research on Cancer, v. 172, 2014.

INCA. Estimativa 2018: incidência de câncer no Brasil. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Coordenação de Prevenção e Vigilância. Rio de Janeiro: INCA, 2017.

INCA. Ministério da saúde. O que é câncer? [S. l.]: INCA, 2019. Disponível em < https://www.inca.gov.br/o-que-e-cancer > acesso em 01 jun. 2019.

MCINNES, R. R.; WILLARD, H. F.; NUSSBAUM, R. Thompson & Thompson Genética Médica. [ S. l.]: Elsevier Brasil, 2016.

NOBEL PRIZE. Press release: The Nobel Prize in Physiology or Medicine 2018. [S. l.]: The Nobel Prize, 2018. Disponível em: < https://www.nobelprize.org/ prizes/medicine/2018/press-release/ >. Acesso em: 01 nov. 2018.

ORLANDO, T. C. et al. Planejamento, montagem e aplicação de modelos didáticos para abordagem de Biologia Celular e Molecular no Ensino Médio por graduandos de Ciências Biológicas. Revista de Ensino de Bioquímica, v. 7, n. 1, p. 1-17, 2009.

ORSOLIN, L. L.; SALLA, L. F.; SALLA, R. F. A abordagem do tema câncer nos livros didáticos de ciências do ensino fundamental e médio. In: Jornada Acadêmica Integrada, 25, Santa Maria, 2010. Anais … Santa Maria: UFSM, 2010. Disponível em < https://portal.ufsm.br/ jai2010/anais/trabalhos/trabalho_1041204403.htm > Acesso em 24 mai. 2019.

RIBATTI, D. The concept of immune surveillance against tumors: The first theories. Oncotarget, v. 8, n. 4, p. 7175-7180, 2017.

SILVA, F. T. da; SILVA, A. L. O teatro como instrumento pedagógico para o Ensino de Física. Caderno de Física da UEFS, v. 11, n. 1, p. 43-55, 2013.

SWANN, J. B.; SMYTH, M J. Immune surveillance of tumors. The Journal of Clinical Investigation, v. 117, n. 5, p. 1137-1146, 2007.

TABILE, A. F.; JACOMETO, M. C. D. Fatores influenciadores no processo de aprendizagem: um estudo de caso. Revista Psicopedagogia, v. 34, n. 103, p. 75-86, 2017.

THOMAS, L. Discussion. In: LAURENCE, H. S. (ed.). Cellular and humoral aspects of the hypersensitivity states. New York: Hoeber-Harper 1959, p. 529.

Publicado
17-06-2019
Como Citar
VERONEZ, L.; SALOMÃO, K.; DAS CHAGAS, P.; BARBIERI, M.; SCRIDELI, C.; TONE, L. GENÉTICA E IMUNOLOGIA DO CÂNCER PARA ALUNOS DO ENSINO BÁSICO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA. REVISTA BRASILEIRA DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA, v. 10, n. 2, p. 63-70, 17 jun. 2019.
Seção
Artigos