ACREDITAÇÃO HOSPITALAR E SUA INTERFACE COM A CLÍNICA AMPLIADA NOS PROCESSOS DE TRABALHO

  • Ingrid Pujol Hanzen Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
  • Adriane Karal Universidade do Oeste de Santa Catarina - UDESC
  • Monica Ludwig Weber Universidade do Oeste de Santa Catarina - UDESC
  • Elisangela Argenta Zanatta Universidade do Oeste de Santa Catarina - UDESC
  • Carine Vendruscolo Universidade do Oeste de Santa Catarina - UDESC

Resumo

O objetivo deste resumo é fazer uma breve análise da correlação entre a Acreditação Hospitalar e o modelo da Clínica Ampliada na atenção terciária em saúde. Trata-se de um resumo elaborado a partir de um trabalho sobre gestão, planejamento e avaliação da atenção terciária, proposto pela disciplina de Gestão e avaliação dos processos de trabalho em Saúde e Enfermagem do curso de Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Foi realizada uma revisão bibliográfica com artigos publicados em banco de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e também foram consideradas as experiências acadêmico-profissionais das autoras. A Clínica Ampliada tem como foco a melhoria do atendimento ao usuário no âmbito hospitalar e impacta em questões de qualidade. No que concerne a qualidade do atendimento no nível terciário de atenção à saúde, diversas ferramentas estão sendo utilizadas, muitas baseadas na busca pela Acreditação Hospitalar. A Acreditação hospitalar é uma estratégia que mensura os padrões de qualidade da assistência prestada de forma pré-definida e voluntária, na maioria das vezes. A literatura faz refletir que a articulação entre a Acreditação Hospitalar e a Clínica Ampliada é um direcionamento promissor no cenário da atenção terciária, pois neste nível assistencial o modelo biomédico é predominante. A busca pela interação entre equipe e usuário, utilizando tecnologias em saúde e ferramentas de qualidade é um conceito aplicável no processo de Acreditação e na Clinica Ampliada, reforçando o perfil do atendimento com base na humanização. Os profissionais de saúde devem compreender a lógica da integralidade do atendimento com foco no usuário e com isso atender as demandas com qualidade. Para que esses processos de trabalho tenham seus objetivos contemplados é fundamental a atuação interdisciplinar como forma de superar a fragmentação da assistência na atenção terciária em saúde.
Publicado
16-02-2018
Como Citar
HANZEN, Ingrid Pujol et al. ACREDITAÇÃO HOSPITALAR E SUA INTERFACE COM A CLÍNICA AMPLIADA NOS PROCESSOS DE TRABALHO. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, fev. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/7050>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Planejamento e Gestão dos Sistemas de Saúde