DIFICULDADES ENCONTRADAS AO CURSAR EDUCAÇÃO DO/NO CAMPO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL

  • Danielle Henrique Corrêa de Oliveira Universidade Federal da Fronteira Sul Laranjeiras do Sul

Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar as dificuldades enfrentadas pelos acadêmicos da Universidade Federal da Fronteira Sul do curso Interdisciplinar em Educação do Campo – Licenciatura, de Laranjeiras do Sul, em concluir a graduação e ingressar no mercado de trabalho após a conclusão. A Educação do Campo foi resultado de uma série de lutas de camponeses e camponesas durante anos, a partir da necessidade de criar uma educação dedicada aos sujeitos que vivem no campo, visto que o ensino estava distante desta realidade, o preconceito e outros problemas. A intenção inicial de realizar a pesquisa ocorre pelo alto índice de mudanças de curso, desistências e dificuldade em preencher as vagas. Para atingir nosso propósito foram aplicados questionários com acadêmicos, conversas com a coordenação, uso de dados fornecidos pelo Serviço de Atendimento ao Estudante e levantamento bibliográfico. As hipóteses foram: o desconhecimento acerca do curso, a insegurança do mercado de trabalho, falta de concursos na área, o preconceito e as dificuldades enfrentadas em alguns componentes curriculares. Pudemos constatar pela pesquisa realizada que os principais empecilhos destacados pelos acadêmicos estão relacionados às dificuldades ao cursar componentes curriculares e a incerteza em relação ao mercado de trabalho.
Publicado
15-12-2017
Como Citar
CORRÊA DE OLIVEIRA, Danielle Henrique. DIFICULDADES ENCONTRADAS AO CURSAR EDUCAÇÃO DO/NO CAMPO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL. Congresso Internacional de Educação da UFFS LS - Território Cantuquiriguaçu, [S.l.], dez. 2017. ISSN 2595-1122. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CANTU/article/view/6930>. Acesso em: 17 jan. 2019.