RELATO DE EXPERIÊNCIA: VISITAS DOMICILIARES NA POPULAÇÃO IDOSA E HÁBITOS ALIMENTARES

VISITAS DOMICILIARES NA POPULAÇÃO IDOSA E HÁBITOS ALIMENTARES

  • Maiara Vanusa Guedes Riberio UFFS

Resumo

Introdução: A importância da visita domiciliar se deve ao fato de fazer parte da atuação dos profissionais nos serviços de saúde, em especial na Atenção Primária à Saúde. Essa prática assistencial necessita de uma compreensão ampliada do processo saúde doença e de intervenções além conhecimentos técnicos. Pode ser definida como "um conjunto de ações de saúde voltadas para o atendimento tanto educativo como assistencial”. Constitui-se como uma atividade educativa e assistencial que possibilita uma interação mais efetiva entre os membros da equipe de saúde, na medida em que possibilita o convívio desta com a realidade vivenciada pelo usuário-família. Assim, a visita é um importante instrumento, o qual proporciona ao profissional o conhecimento das condições socioeconômicas, culturais e ambientais onde trabalha. Neste sentido, a visita domiciliar torna-se essencial para prestação de uma assistência de enfermagem que procure envolver, de fato, as ações de prevenção de doenças e de promoção da saúde. Tais ações constituem a base da atenção básica em saúde no Brasil. Objetivos: Descrever a importância da realização de visitas domiciliares na população idosa em relação aos hábitos alimentares, através de um relato de experiência. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência vivenciado por acadêmicas do curso de graduação em enfermagem pela Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Chapecó durante a realização das atividades teórico-práticas de um componente curricular, realizadas em uma determinada Unidade Básica de Saúde do município de Chapecó. Resultados e Discussão:  A realização de uma visita domiciliar de qualidade permite com que a equipe de saúde identifique as reais necessidades e situações de saúde vividas pelos pacientes e sua família. Com enfoque na saúde do idoso, durante a realização das atividades teórico - práticas, tornou-se possível identificar que muitas vezes a realidade do paciente não condiz com o relatado durante uma consulta de enfermagem na unidade de saúde, principalmente relacionado aos hábitos alimentares. Tendo em vista disso, a visita domiciliar permite conhecer melhor os hábitos do paciente, alimentos consumidos, condições financeiras para então planejar medidas que possam contribuir com a saúde do idoso bem como proporcionar benefícios para o mesmo e para o sistema de saúde fortalecendo ainda mais o vínculo usuário/sistema de saúde.
Publicado
21-08-2018
Como Citar
RIBERIO, Maiara Vanusa Guedes. RELATO DE EXPERIÊNCIA: VISITAS DOMICILIARES NA POPULAÇÃO IDOSA E HÁBITOS ALIMENTARES. Simpósio em Saúde e Alimentação, [S.l.], v. 1, n. 1, ago. 2018. ISSN 2526-9917. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SSA/article/view/8584>. Acesso em: 17 jan. 2019.