RELAÇÃO ENTRE AS FREQUÊNCIAS ALÉLICAS DO POLIMORFISMO DO GENE RECEPTOR DE LEPTINA (LEPR) COM MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS E PERFIL LIPÍDICO EM UMA POPULAÇÃO DE ADULTOS OBESOS

  • Claudia Regina de Albuquerque Tonini UNOESC
  • Tiago Mateus Andrade Vidigal
  • Eduardo Ottobelli Chielle

Resumo

Introdução: A obesidade é uma doença cada vez mais comum, cuja prevalência já atinge proporções epidêmicas e na qual a contribuição genética têm se mostrado muito relevante. O polimorfismo Gln223Arg do gene Receptor da Leptina (LEPR) vem sendo estudado no campo da obesidade devido ao papel fisiológico da leptina no controle da fome e saciedade. Objetivos: Este trabalho teve como objetivo analisar a frequência deste polimorfismo numa população adulta obesa, a fim de relacioná-lo com a predisposição a distúrbios metabólicos e a obesidade. Metodologia: Tratou-se de um estudo transversal, destinado a obter uma avaliação laboratorial e molecular, onde 100 indivíduos, de ambos os sexos e maiores de 18 anos foram avaliados. O perfil lipídico e glicêmico foi avaliado através da dosagem de colesterol total, glicemia de jejum, HDL, LDL, triglicerídeos, HOMA e hemoglobina glicada, no soro dos voluntários. O IMC e a pressão arterial foram os parâmetros antropométricos avaliados, através da obtenção do peso, altura e aferição da pressão sanguínea. Para obtenção dos genótipos foi utilizada a técnica de PCR a partir de amostras de sangue periférico coletadas. Resultados e Discussão: Os resultados obtidos mostraram que, na amostra total, o genótipo AA foi o mais frequente, com 46%. Em relação à frequência alélica, o alelo A se mostrou significativamente associado a todos os parâmetros bioquímicos e antropométricos alterados, com valor de p<0,5. Conclusão: Portanto, através deste trabalho, foi verificado o emprego da regulação do sistema aferente neuroendócrino na obesidade, que através da secreção de leptina controla sinais de saciedade e de apetite, servindo assim de subsídio para estratégias na prevenção da hipertensão, síndrome metabólica e obesidade.
 
Palavras-chave: Obesidade; Leptina; Genética; Gene LEPR; Polimorfismo.
 
Referências
 
AFONSO, C. T.; CUNHA, C. F.; OLIVEIRA, T. R. P. R. Tratamento da obesidade na infância e adolescência: um a revisão da literatura. Revista Medica de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 18, n. 4, p. 131-138, 2008.
FERREIRA, S. et al. Aspectos etiológicos e o papel do exercício físico na prevenção e controle da obesidade. Revista de Educação Física, São Paulo, n. 133, p. 15-24, mar. 2006.
 
Publicado
14-08-2018
Como Citar
DE ALBUQUERQUE TONINI, Claudia Regina; ANDRADE VIDIGAL, Tiago Mateus; OTTOBELLI CHIELLE, Eduardo. RELAÇÃO ENTRE AS FREQUÊNCIAS ALÉLICAS DO POLIMORFISMO DO GENE RECEPTOR DE LEPTINA (LEPR) COM MEDIDAS ANTROPOMÉTRICAS E PERFIL LIPÍDICO EM UMA POPULAÇÃO DE ADULTOS OBESOS. Simpósio em Saúde e Alimentação, [S.l.], v. 1, n. 1, ago. 2018. ISSN 2526-9917. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SSA/article/view/8411>. Acesso em: 17 jan. 2019.