PERCEPÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS E NA COMUNIDADE DE CERRO LARGO/RS VISANDO UM MEIO AMBIENTE ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO – PROGRAMA PENSAR O AMANHÃ

  • Alcione Aparecida de Almeida Alves Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Cerro Largo
  • Louise de Lira Roedel Botelho Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Denize Ivete Reis Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Aline Raquel Müller Tones Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Ronnie Reus Schroeder Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Júlia Villela Toledo Ferreira Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Matheus Araújo do Amaral Universidade Federal da Fronteira Sul

Resumo

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), considerada recente, atua nos estados do Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC) e Paraná (PR). O Campus Cerro Largo/RS possui a Incubadora Tecnossocial de Cooperativas e Empreendimentos Econômicos Solidários (ITCEES), cumpre seu papel como um espaço laboratorial/multidisciplinar e institucionalizado, integração entre conhecimentos técnicos/teóricos de comunidade acadêmica/servidores e comunidade externa, objetivando contribuir para amenizar as carências advindas da comunidade ao referido Campus. A ITCEES está na articulação com diferentes instituições e espaços da esfera pública, buscando resoluções de problemas sociais coletivos. Uma de suas frentes, é a educação ambiental (EA), promovida por meio do “Programa Pensar o Amanhã”. A EA procura solucionar um constante problema no município, a gestão dos resíduos sólidos urbanos (RSU). Essa questão é de interesse público envolvendo diferentes atores sociais. O objetivo geral do Programa consistiu em promover práticas de EA, como instrumento de desenvolvimento/cidadania. Sua meta é despertar a percepção da sociedade aos problemas ambientais, contribuir para a conscientização/mobilização e atendimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A metodologia qualitativa utilizada, visa entender tal fenômeno social, por meio de um esforço coletivo em formar uma cultura cívica plena, lidando com aspectos que vão além do econômico, como a inclusão social, e a mudança cultural dos envolvidos, principalmente nas questões ambientais. Com isso, apoia/amplia e consolida trabalhos junto à comunidade e seus parceiros. Além disso, impulsiona novas ações sociais, principalmente nas esferas socioambientais, através da coletividade na construção do conhecimento e convicção de proporcionar uma grande transformação social aos envolvidos.
Publicado
02-10-2018
Como Citar
ALVES, Alcione Aparecida de Almeida et al. PERCEPÇÃO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS E NA COMUNIDADE DE CERRO LARGO/RS VISANDO UM MEIO AMBIENTE ECOLOGICAMENTE EQUILIBRADO – PROGRAMA PENSAR O AMANHÃ. SEMINÁRIO INTEGRADOR DE EXTENSÃO, [S.l.], v. 1, n. 1, out. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SIE/article/view/10381>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Campus Cerro Largo