POLÍTICAS PÚBLICAS EM DEFESA DO DIREITO À SAÚDE

um compromisso da Universidade com a Sociedade

  • Daniela Savi Geremia Universidade Federal da Fronteira Sul Campus Chapecó
  • Bruna Letícia Marques

Resumo

Trata-se de um programa desenvolvido em parceria entre os cursos de enfermagem e medicina articulados com as propostas do grupo de pesquisa da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Políticas Públicas e Gestão em Saúde (PPGS). O intuito é fortalecer a integração entre ensino, pesquisa, extensão e cultura da UFFS. Estão sendo desenvolvidos um conjunto de cursos mensais com temáticas específicas priorizadas pelas políticas públicas de saúde, que vem ao encontro do perfil do egresso apresentado nos cursos de graduação em enfermagem e medicina. Para cada temática dos cursos, serão gravadas vídeo- aulas de 10 minutos para compor o acervo didático pedagógico. Além disso, prevê a realização da I Mostra de Experiências em Saúde da UFFS. O objetivo é realizar cursos com vistas à sensibilização e compreensão da conjuntura das políticas públicas de saúde como um direito social, sendo esse um compromisso social da UFFS com a formação de profissionais e com a comunidade regional. As atividades, Cursos, vídeo-aulas e a I Mostra de Experiências, serão desenvolvidas em sala ou auditório do campus da UFFS- Chapecó. Essas atividades estão sendo desenvolvidas no período de maio de 2018 a julho de 2019, onde poderão participar estudantes universitários da área da saúde e outras áreas, docentes, técnicos administrativos, participantes dos movimentos sociais, gestores(as), trabalhadores(as) de saúde. São disponibilizadas 30 vagas por curso, onde cada curso terá 4 horas totalizando 32 horas de curso. O evento será avaliado pela equipe executora após a realização de cada curso, e pelo público presente por meio de um questionário semiestruturado para cada participante.
 
Palavra-chave: Saúde Coletiva; Políticas Públicas de Saúde; Sistema Único de Saúde.
 
Introdução e objetivo
Diante da conjuntura política, econômica e social atual no Brasil, faz se necessário estudar e revisitar conceitos importantes para a formulação, implementação, avaliação e monitoramento das políticas públicas de saúde. Assim, justifica-se a importância da realização de cursos de atualização e empoderamento político para estudantes, docentes e comunidade em geral frente aos sistemas e serviços de saúde, permitindo maior atuação e tomada de decisão com maior conhecimento técnico e científico (BAHIA, et al 2016). Uma das questões norteadoras deste programa é: Quais os saberes e práticas prioritários para o fortalecimento (consolidação, potencialização e ampliação) das políticas públicas de saúde no Brasil? Considerando das questões norteadoras e dos temas definidos é visível a conexão com as pesquisas que vem sendo desenvolvidas pelo grupo de pesquisa e que respondem as demandas curriculares da enfermagem e medicina. Os cursos disponibilizados pelo programa de extensão são uma integração entre ensino e extensão trabalhando com temáticas diversas e específicas priorizadas pelas políticas públicas de saúde contribuindo para a construção e difusão de conhecimento que priorize a formação humana, a inclusão social e a redução das desigualdades regionais. Ademais, o programa está articulado com o Projeto Pedagógico dos cursos de Graduação em Enfermagem e Medicina, respondendo aos objetivos dos cursos e ao perfil do egresso. Somando-se a isso, essas temáticas ampliam e complementam os componentes curriculares de Fundamentos de Saúde Pública, Saúde Coletiva e Gestão e Gerenciamento em saúde e enfermagem. O objetivo é realizar estudos e cursos com vistas à sensibilização e compreensão da conjuntura das políticas públicas de saúde como um direito social, sendo esse um compromisso social da UFFS com a formação de profissionais e com a comunidade regional (RIBEIRO, 1975; SALGADO, PENA E CALDEIRA, 2014).
 
Metodologia
Os cursos serão expositivos e dialogados, estimulando-se o debate. Busca-se o envolvimento dos participantes, através de problematizações e reflexões entre teoria e prática das políticas públicas de saúde. Serão realizados com base acadêmica de textos, documentários, filmes, exercícios de problematização e debates. Também será utilizado vídeo disparadores para o debate. As atividades, Cursos, viodeoaulas e a I Mostra de Experiências, serão desenvolvidas em sala ou auditório do campus da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Aconteceram no período de maio de 2018 a julho de 2019, onde poderão participar estudantes universitários da área da saúde e outras áreas, docentes, técnicos administrativos, participantes dos movimentos sociais, gestores (as), trabalhadores (as) de saúde. É disponibilizado 30 vagas por curso, onde cada curso terá 4 horas totalizando 32 horas de cursos. As temas dos cursos serão: 1) 30 anos de SUS: conjuntura das políticas públicas e gestão em saúde; 2)  Pesquisa-formação- intervenção focada nas doenças crônicas e no cuidado em saúde e na organização dos serviços de saúde; 3) Do agronegócio à agroecologia: desafios atuais para a saúde coletiva; 4) Finanças públicas, políticas sociais e judicialização da saúde; 5) Geografia e saúde: Desafios da territorialização na Atenção Primária à Saúde; 6) Mídias sociais e suas interfaces com a enfermagem e saúde. As vídeo-aulas serão gravadas com aparelhos celulares e ou máquinas de filmagem emprestadas pela assessoria de comunicação da UFFS. Serão convidados (as) pessoas com experiência reconhecida na área temática dos cursos para gravarem vídeos de no máximo 10 minutos, a fim de circular nas mídias sociais, principalmente o facebook e youtube, um material de qualidade e que contribua para o estímulo à formação cidadã em saúde. A I Mostra de Experiências em Saúde da UFFS será um evento extensionista a ser realizado no final do ano letivo com o intuito de apresentar a comunidade acadêmica e regional as experiências desenvolvidas nas atividades teórico práticas e de estágio curricular de enfermagem e medicina, de forma lúdica (fotos, danças, teatros, entre outros), agregando assim também caráter cultural a este programa. A mesma será organizada pela coordenação deste programa, com a contribuição de estudante bolsista e voluntários. Será realizada no campus da UFFS e aberto o convite à comunidade regional.
 
Desenvolvimento e processos avaliativos
Os cursos disponibilizados abordam diversas temáticas que contribuem para a formação, gestão pública e saúde coletiva na região. Neste contexto a UFFS tem como missão contribuir para a construção e difusão de conhecimento que priorize a formação humana, a inclusão social e a redução das desigualdades regionais (ALMEIDA, 2017). Cada evento será avaliado pela equipe executora após a realização do mesmo, e pelo público presente por meio de um questionário semiestruturado para cada participante avaliar a atividade do mês. Vale destacar que este programa de extensão responde as demandas identificadas pela II Conferência de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFFS (II COEPE).
Apresentar e discutir as ações desenvolvidas. Cabe destacar: (1) a participação da comunidade no planejamento e execução da atividade de extensão; (2) o impacto e a transformação social proporcionados pela atividade de extensão; (3) a contribuição da atividade de extensão na formação acadêmica dos estudantes envolvidos. (4) a relação com o ensino.
 
Considerações Finais
Mesmo com a realização de apenas um dos cursos propostos onde o tema principal foi: Pesquisa-formação-intervenção focada nas doenças crônicas e no cuidado em saúde e na organização dos serviços de saúde foi possível debater sobre o novo cenário epidemiológico e demográfico que está se apresentando no mundo e no Brasil. Este curso obteve um número de aproximadamente 70 participantes, o público foi ampliado dada a grande procura. Foi possível compartilhar conhecimentos e identificar formas de ampliar pesquisas e extensão em prol de melhorias para a saúde pública.
 
Referências:
ALMEIDA, M.E. Em Defesa do Sistema Universal de Saúde: o papel do CEBES no projeto da nação brasileira. CEBES on line, 2017.
BAHIA, L.; et al. Planos privados de saúde com coberturas restritas: atualização da agenda privatizante no contexto de crise política e econômica no Brasil. Cadernos de Saúde Pública (Online), v. 32, p. 1-5, 2016.
RIBEIRO, Darcy. 1975. A universidade necessária. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 313 p.
SALGADO, A.C.S; PENA, R.S.; CALDEIRA, L.W.D. Apoio institucional e militância no Sistema Único de Saúde (SUS): refletindo os desafios da mobilização dos sujeitos na produção de saúde. Interface - Comunicação, Saúde, Educação. Botucatu, vol. 18, supl. 1, p. 909-918, 2014.
Publicado
02-10-2018
Como Citar
GEREMIA, Daniela Savi; MARQUES, Bruna Letícia. POLÍTICAS PÚBLICAS EM DEFESA DO DIREITO À SAÚDE. SEMINÁRIO INTEGRADOR DE EXTENSÃO, [S.l.], v. 1, n. 1, out. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SIE/article/view/10355>. Acesso em: 20 jan. 2019.