REFLETINDO SOBRE O PET-SAÚDE / GRADUA-SUS NO CONTEXTO DA TRAJETÓRIA DO PRÓ-SAÚDE: ONDE AVANÇAMOS E ONDE PRECISAMOS AVANÇAR?

  • Cláudio Claudino da Silva Filho Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
  • Gessiani Fatima Larentes Setor de Projetos e Planejamento da Secretaria da Saúde de Chapecó (SESAU)
  • Débora Tavares de Resende e Silva Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó.
  • Larissa Hermes Thomas Tombini Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó.
  • Margarete Dulce Bagatini Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
  • Maria Conceição de Oliveira Universidade Federal de Santa Catarina, Curso de Medicina, Campus Curitibanos
  • Andréia Machado Cardoso Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
  • Sarah Franco Vieira de Oliveira Maciel Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
  • Gabriela Gonçalves de Oliveira Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó

Resumo

Resumo:A formação profissional em saúde, apesar dos avanços inegáveis, ainda não consegue dar conta de um de seus papéis sociais centrais, o de aproximar os(as) graduandos(as) das reais necessidades do Sistema Único de Saúde (SUS), de seus atores e protagonistas na gestão/educação/cuidado/pesquisa, e sobretudo de seus(suas) usuários(as). Na contramão dessa lacuna, a academia não problematiza a realidade pois vem sendo conduzida a partir de referenciais pedagógicos bancários e acríticos. Já que não a tem na graduação (onde deveria constar, independente de projetos “paralelos”), essa aproximação crítico-reflexiva com a realidade social vem sendo aos poucos introduzida/reforçada, além de experiências pontuais e pulverizadas Brasil afora, também por iniciativas governamentais como o PET-Saúde GraduaSUS (Programa de Educação pelo Trabalho para Saúde), estratégia atual para continuidade nos esforços já iniciados pelo Pró-Saúde (Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde). Neste contexto, este trabalho tem como objetivo geral refletir sobre a trajetória do PET-Saúde / Gradua-SUS em relação ao seu histórico no contexto do Pró-Saúde. Trata-se de um estudo na modalidade relato de experiência, onde se considera a experiência de uma equipe do PET-Saúde / Gradua-SUS no Oeste Catarinense, desenvolvida em parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde de Chapecó-SC (SESAU) e os cursos de Medicina e Enfermagem da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó-SC. Como resultados, tem-se que o atual modelo de PET-Saúde é benéfico no sentido da continuidade à uma proposta ainda considerada necessária por proporcionar espaços de vivências insubstituíveis pelas vigentes paredes das salas de aula tradicionais, além de contribuir para consolidação da integração ensino-serviço-comunidade tão almejada desde a Reforma Sanitária. Contudo, há uma lacuna considerável, que pode ser encarada até como retrocesso, no sentido do esmorecimento quanto ao estímulo anterior muito claro à interdisciplinaridade e até à transdisciplinaridade, lógica pulsante nos editais passados irradiados do Pró-Saúde, evidenciado pelo fato de agora os grupos tutoriais caminharem majoritariamente separados em sua composição e atuação (no caso estudado, um grupo de Enfermagem e outro de Medicina), reforçando a lógica disciplinar e de fragmentação da equipe de saúde vigentes no cotidiano dos serviços. Outro aspecto a melhorar seria o necessário retorno do PET-Saúde à lógica maior que semeou sua origem (o Pró-Saúde), pois muito além da concessão de bolsas que estimulariam a permanência de alguns atores nesse processo para dinamizar os(as) demais, o eixo estruturante de todas estas iniciativas parece que vem sendo ofuscado pelos incentivos financeiros temporários, a despeito do ideal em se capilarizar movimentos de ensinar e aprender entre todos(as) os(as) profissionais de saúde, enquanto Educadores(as) natos(as) em sintonia com as incumbências trazidos para o SUS pela Lei 8.080/1990, Constituição Federal, e diversas outras legislações e documentos com alusões ao SUS como campo obrigatório para formação de recursos humanos. Por conseguinte, sugere-se que haja uma retomada nos valores formativos presentes no Pró-Saúde, nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DNC) dos cursos da área de saúde, e também uma melhor articulação do PET-Saúde com os demais dispositivos formativos, como o VER-SUS (constante no edital vigente), Projeto Rondon, PROVAB, e Programa Mais Médicos.

Biografia do Autor

Cláudio Claudino da Silva Filho, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
Doutor em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Mestre em Enfermagem pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Especialista em Preceptoria no Sistema Único de Saúde pelo Hospital Sírio Libanês, Bacharel em Enfermagem pela Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF). Tutor e Coordenador do Grupo Enfermagem no PET Saúde / GraduaSUS. Pesquisador dos Grupos do CNPq: "Laboratório de Pesquisa e Tecnologia em Educação em Enfermagem e Saúde" em Florianópolis-SC (EDEN/PEN/UFSC), "Núcleo de Estudos em Saúde Coletiva" (NESCO/UNIVASF), "Núcleo de Estudos em Farmácia Social" (NEFarmS/UNIVASF) e "Educação Ambiental Interdisciplinar" (UNIVASF)  em Petrolina-PE , e "GRUPO DE PESQUISAS INTERDISCIPLINARES: Educação, Saúde e Sociedade" (UEMA) em São Luiz - MA.  Coordenador Adjunto de Cultura e Professor Adjunto dos cursos de graduação em Enfermagem, Pedagogia e Medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó. E-mail: claudio.filho@uffs.edu.br  
Gessiani Fatima Larentes, Setor de Projetos e Planejamento da Secretaria da Saúde de Chapecó (SESAU)
Graduação em Letras. Especialista em Gestão de Sistema e Serviços de Saúde pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e em Gestão de Redes de Atenção à Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública - ENSP/FIOCRUZ. Vinculo técnico em administração da Prefeitura Municipal de Chapecó. Atua no Setor de Projetos e Planejamento da Secretaria da Saúde de Chapecó (SESAU). Coordenadora do PET Saúde / GraduaSUSentre a UFFS e SESAUChapecó. E-mail: gessiani@unochapeco.edu.br
Débora Tavares de Resende e Silva, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó.
Pós doutorado em Imunologia, pela USP/SP. Doutora em Ciências, concentração Patologia Geral, pela UFTM (2012). Mestre em Ciências, concentração Patologia Geral, pela UFTM (2008). Graduada em Fisioterapia pela UNIUBE (2001) e especialista Fisioterapia Neurológica pela UNIFRAN (2002). Líder do Grupo de Estudo e Pesquisa Interdisciplinar Saúde e Cuidado (GEPISC-UFFS/SC). Coordenadora do Grupo Enfermagem no PET Saúde / GraduaSUS. Professora Adjunta dos cursos de graduação em Enfermagem e Medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó. E-mail: debora.silva@uffs.edu.br
Larissa Hermes Thomas Tombini, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó.
Enfermeira, Mestra em Enfermagem e Doutoranda em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Pesquisadora dos grupos/CNPq: PPGS e GEPEGECE/UFFS. Integrante do Coletivo de Coordenação do VER-SUS Oeste Catarinense. Tutora no PET Saúde / GraduaSUS. E-mail: larissa.tombini@uffs.edu.br
Margarete Dulce Bagatini, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
Doutora em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Tutora do Grupo Enfermagem no Projeto PET Saúde/GraduaSUS. Professora Orientadora dos Programas de Pós Graduação em Ciências e Tecnologia de Alimentos pela UFFS e Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica pela UFSM. Líder do Grupo de Pesquisa do CNPq: Estudos Biológicos e Clínicos em Patologias Humanas. Tutora no PET Saúde / GraduaSUS. Membro do Comitê Assessor de Pesquisa da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) campus Chapecó. E-mail: margarete.bagatini@uffs.edu.br
Maria Conceição de Oliveira, Universidade Federal de Santa Catarina, Curso de Medicina, Campus Curitibanos
Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1982), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (1996) e doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (2003), com período sanduíche na Université de Provence - Aix-Marseille I (2001). Professora Adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina, Curso de Medicina, Campus Curitibanos. Ex-Tutora no PET Saúde / GraduaSUS. E-mail: mcoliveira14@gmail.com
Andréia Machado Cardoso, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
Mestre e Doutora em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Especialista em Atividade Física, Desempenho Motor e Saúde Humana pela UFSM, Coordenadora do grupo da Medicina do programa PETSaúde/GraduaSUS. Orientadora do Programa de Pós Graduação em Ciências Biologicas: Bioquímica Toxicológica da UFSM. Orientadora do Programa de Pós Graduação em Educação Física da UFSM. Editora dos Periódicos Científicos "Journal of Immunological Research", "Disease Markers" e "Internacional Journal of Hypertension". Professora Adjunta dos cursos de graduação em Enfermagem e Medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó. Coordenadora do Grupo Medicina no PET Saúde / GraduaSUSE-mail: andreia.cardoso@uffs.edu.br
Sarah Franco Vieira de Oliveira Maciel, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
Doutora em Ciências Biológicas, área de concentração Genética, pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), com estágio de pesquisa (bolsista PDEE/CAPES) na área de farmacologia molecular no "Istituto di Ricerche Farmacologiche Mario Negri", em Milão, Itália. Mestra em Ciências Biológicas, área de concentração Genética, pela UFPR. Graduada em Ciências Biológicas pela UFPR.Professora Adjunta dos cursos de graduação em Enfermagem e Medicina da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó. Tutora no PET Saúde / GraduaSUS. E-mail: sarah.maciel@uffs.edu.br
Gabriela Gonçalves de Oliveira, Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), Campus Chapecó
Farmacêutica Bioquímica pela Universidade Estadual de Londrina, Especialista em Análises Clínicas pela UEL, Mestre e Doutora em Patologia Experimental pela UEL, Pós Doutora em Bioquímica e Imunologia pela USP. Pesquisadora do grupo Estudo clínico de Patologias Humanas da UFFS. Professora adjunta dos cursos de Enfermagem e Medicina da UFFS, ministrando os componentes de Patologia, Microbiologia, Imunologia e Farmacologia, campus Chapecó. Coordenadora interina do curso de Medicina da UFFS, Campus Chapecó. Tutora no PET Saúde / GraduaSUS. E-mail: gabriela.oliveira@uffs.edu.br
Publicado
13-06-2018
Como Citar
SILVA FILHO, Cláudio Claudino da et al. REFLETINDO SOBRE O PET-SAÚDE / GRADUA-SUS NO CONTEXTO DA TRAJETÓRIA DO PRÓ-SAÚDE: ONDE AVANÇAMOS E ONDE PRECISAMOS AVANÇAR?. Seminário de Políticas Públicas e Sociais, [S.l.], v. 1, n. 1, p. 34-35, jun. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SEPPS/article/view/7823>. Acesso em: 17 jan. 2019.