https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/issue/feed Revista Insignare Scientia - RIS 2019-11-14T13:32:16-03:00 Roque Ismael da Costa Güllich roquegullich@uffs.edu.br Open Journal Systems <p style="text-indent: 1cm; line-height: 150%;" align="justify"><span style="font-family: Times\ New\ Roman, serif;"><span style="font-size: large;">A <strong>Revista Insignare Scientia – RIS</strong> surge, como um espaço de diálogos formativos na área de Ensino de Ciências, pela via da socialização das pesquisas e de práticas pedagógicas. Em especial, um diferencial do periódico em questão consiste nas seções: relatos de experiências, propostas didáticas, resenhas e biografias, em que se busca um diálogo diferenciado, entre pesquisadores e demais professores, sobre experiências inovadoras refletidas e sobre o desenvolvimento de estratégias metodológicas de ensino e aprendizagem tendo em vista a qualificação do ensino de Ciências, bem como espaço reservado a crítica de obras recentes e históricas como um processo que pode aguçar sempre a leitura crítica de obras do ensino. Quanto à seção “pesquisas no Ensino de Ciências” o objetivo consiste num efetivo diálogo referente ao estado da arte e em inovações referentes à área em questão, sempre com atenção também para a prática de sala de aula e os processos de ensinar e aprender Ciências. Acredita-se que as diferentes seções possibilitarão gêneros discursivos diferenciados ampliando o número de leitores e com isso qualificando também o compromisso assumido pela UFFS de uma educação pública de qualidade.</span></span></p> <p style="text-indent: 1cm; line-height: 150%;" align="justify"><span style="font-family: Times\ New\ Roman, serif;"><span style="font-size: large;">Pesquisar, sistematizar e comunicar saberes e fazer sobre o Ensino de Ciências é ampliar as perspectivas para um ensino de Ciências mais significativo na busca de espaços que promovam a necessária alfabetização científica e que reafirmam o posicionamento institucional frente à produção e disseminação do conhecimento.&nbsp; Com isso, referenda-se que a publicação científica, tanto nos seus aspectos quantitativos, quanto qualitativos, passou a ser uma dimensão estratégica nas políticas de desenvolvimento científico e tecnológico que os países e as instituições adotam para firmarem sua inserção na agenda nacional e internacional de pesquisa e pós-graduação, o que retrata a importância deste periódico junto ao PPGEC e ao GEPECIEM.</span></span></p> https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10790 O que falam os trabalhos sobre Prática como Componente Curricular? 2019-11-14T13:32:14-03:00 Jaiane Moraes Boton jaiambbio@gmail.com Luiz Caldeira Brant Tolentino-Neto lcaldeira@smail.ufsm.br <p>A Prática como Componente Curricular, oportunidade de ligação entre as disciplinas de conteúdo específico e aquelas de conteúdo pedagógico, é de suma importância á formação docente inicial. Além disso, ela deve oportunizar o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à atividade docente. Considerando a importância dessa Prática na formação de professores temos como objetivo no presente trabalho mapear e investigar publicações que têm como foco a Prática como Componente Curricular. Para tanto, fizemos o levantamento de dissertações, teses e artigos relacionados a esse tema publicados nos últimos 10 anos. Analisamos 16 dissertações, 12 teses e 16 artigos. Os trabalhos apontam que, mesmo havendo o conhecimento das legislações relacionadas à PCC, ainda há uma falta de entendimento sobre o que é e como a PCC pode ser desenvolvida. Além disso, muitos trabalhos analisam os PPC dos cursos com a intenção de saber como a PCC é desenvolvida.Muitas vezes o que se mostra é que documentalmente os cursos estão em consonância com a legislação, no entanto, quando ocorrem entrevistas com alunos e professores, são vistas fragilidades na implementação do Prática. Muitos alunos desconhecem e/ou confundem a PCC com o Estágio e ainda há uma falta de envolvimento dos professores para o desenvolvimento de trabalhos em disciplinas voltadas à PCC.</p> 2019-09-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10775 Investigação na Formação Inicial: concepções sobre as TIC e a Energia no Curso de Licenciatura em Ciências da Natureza 2019-11-14T13:32:11-03:00 Ticiane da Rosa Osório ticiani_dp@hotmail.com Vitor Garcia Stoll vitorgarciastoll@gmail.com Marcio Marques Martins marsjomm@gmail.com <p><span style="font-family: Times New Roman, serif;"><span style="font-size: 12pt;">Este artigo apresenta o recorte de uma oficina desenvolvida no Programa de Pós-Graduação Mestrado Acadêmico em Ensino, vinculado à Universidade Federal do Pampa, </span></span><em style="font-family: 'Times New Roman',serif; font-size: 12pt;">Campus</em><span style="font-family: Times New Roman, serif;"><span style="font-size: 12pt;"> - Bagé. O público-alvo foram 19 acadêmicos do quarto semestre de um Curso de Licenciatura de Ciências da Natureza. Objetivou-se entender as concepções destes em relação às TIC e o tema Energia. A pesquisa caracterizou-se como qualitativa, utilizou um questionário como instrumento para coleta de dados, analisado com base na Análise de Conteúdo. Resultados revelaram que grande parte dos acadêmicos relacionou as TIC a tecnologias digitais.&nbsp; Mencionaram também que o uso das TIC pode tornar as aulas mais atrativas e facilitar a compreensão de conteúdos complexos. A Energia foi definida por 90% como a “capacidade de realizar um trabalho”, demonstrando uma concepção simplista do conceito. No que tange a aplicação das TIC e Energia, citaram que utilizariam em suas aulas por meio de pesquisas, simuladores e experimentação. Por fim, considera-se relevante a realização deste trabalho, pois pode contribuir na formação dos licenciandos e em suas práticas enquanto futuros professores.</span></span></p> 2019-09-16T12:55:45-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10766 Práticas e perspectivas dos professores das disciplinas específicas e de Matemática e dos alunos do Curso Técnico Integrado em Eletrotécnica do IFPI - Campus Teresina Central, a partir da disciplina de Circuitos Elétricos 2019-11-14T13:32:09-03:00 Verônica Danielly de Oliveira veronielly@ifpi.edu.br Ezequias Matos Esteves ezequias@ifpi.edu.br <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman','serif';">O objetivo da presente pesquisa foi investigar a prática e percepções dos professores de matemática e dos professores das disciplinas específicas e dos alunos do Curso Técnico Integrado em Eletrotécnica do IFPI – Campus Teresina Central tomando como referência a influência dos conhecimentos matemáticos na disciplina de Circuitos Elétricos, e elencar diretrizes que possam contribuir para a reformulação do Projeto Político Pedagógico do Curso. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de natureza aplicada e abordagem qualitativa, com 28 alunos da segunda série do curso, com 11 professores das disciplinas específicas e com 4 professores de matemática. Os instrumentos de coleta de dados foram questionários e atividades prática e teórica. Chegou-se nos pré-requisitos matemáticos das disciplinas específicas, em especial da disciplina de Circuitos Elétricos, e a diretrizes que podem possibilitar o estudo desses pré-requisitos antes do estudo da disciplina específica e que promovam a integração entre os professores das diversas áreas.</span></p> 2019-09-16T13:04:04-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10794 Avaliação de materiais didáticos: uma proposta de ensino do conteúdo geometria molecular para alunos com deficiência visual 2019-11-14T13:32:08-03:00 Ana Patrícia Martins Barros anapatriciamb@hotmail.com Francisco Ferreira Dantas Filho dantasquimica@yahoo.com.br <p>A pesquisa apresenta contribuições de um deficiente visual responsável pelo departamento de educação inclusiva, quanto às potencialidades de uma proposta didática e os materiais nela utilizados, para o desenvolvimento da compreensão do conteúdo Geometria molecular em uma sala de aula inclusiva. Qualitativamente, este estudo possibilitou validar tais instrumentos observando o contexto da investigação e suas implicações ao propor esta averiguação. Do ponto de vista teórico nos pautamos em Manzato e Santos (2018), Gil (2002), Marconi e Lakatos (2003), Manzato e Santos (2016). A pesquisa exploratória aponta validar instrumentos e proporcionar familiaridade com o campo de estudo. Compõe a primeira etapa de um estudo mais amplo, e é comumente utilizada em pesquisas cujo tema foi pouco explorado, podendo ser aplicada em estudos iniciais para se obter uma visão geral acerca de determinados fatos. Os resultados são animadores tendo em vista que se trata de uma iniciativa para um maior diálogo e percepção para um campo epistemológico, visando uma construção significativa de uma educação inclusiva, principalmente, em uma área ainda tão carente de materiais que possibilite essa inclusão, que é o ensino de Química.</p> <p>&nbsp;</p> 2019-09-16T13:12:04-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10809 Tendências das pesquisas da Educação do Campo a partir da análise de publicações nos anais do ENPEC 2019-11-14T13:32:06-03:00 Cristiane Silveira cris_dpsilveira@hotmail.com Ana Carolina Gomes Miranda miranda.acg@gmail.com <p>Objetiva-se na presente pesquisa analisar e apresentar os resultados das tendências dos artigos na Educação do Campo publicados nos anais do Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências (ENPEC), de todas as edições do evento entre 1997 e 2017, que abordam sobre o tema Educação do Campo. A investigação baseia-se em material já elaborado, constituído principalmente de artigos científicos, com a finalidade de identificar, analisar, quantificar e descrever sobre a produção do conhecimento científico em relação ao ensino e aprendizagem de temáticas que abordam sobre Educação do Campo. Para isso, realizou-se um levantamento dos artigos publicados sobre Educação do Campo nos Anais do evento supracitado. Para um melhor entendimento, dividiu-se a metodologia de análise dos dados em quatro etapas: Seleção dos artigos nos anais do ENPEC para estudo; Coleta dos dados por meio de levantamento das publicações que abordam o tema; Triagem a partir da leitura integral dos materiais selecionados e exclusão dos que não versam sobre o tema e Análise das produções. Sobre as abordagens de temas no Ensino de Ciências relacionadas à Educação do Campo, constatou-se que há uma Abordagem Temática Freireana dentro do contexto escolar e um dos temas relevantes para Educação do Campo é Agroecologia.</p> 2019-09-16T13:46:27-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10817 Análise de pesquisas em Educação em Ciências e Ensino de Biologia sobre Educação de Jovens e Adultos(EJA) em periódicos brasileiros 2019-11-14T13:32:13-03:00 Marsílvio Gonçalves Pereira marsilvioeduc@gmail.com Julio César Rufino Ramos de Oliveira juliocrro@hotmail.com Thiago dos Santos Ferreira bimsantos301091@gmail.com <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman','serif';">O artigo investiga publicações sobre Educação de Jovens e Adultos (EJA) em pesquisas em Educação em Ciências e Ensino de Biologia em periódicos nacionais. Foram identificados 20 trabalhos em cinco periódicos brasileiros do extrato Qualis A da CAPES (Ciência &amp; Educação; Investigações em Ensino de Ciências; Ensaio: Pesquisas em Educação em Ciências; Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências e Alexandria). Entre estes, foram analisados 14 artigos através do título, resumo, palavras-chave e leitura integral dos mesmos. As produções foram caracterizadas e classificadas segundo alguns descritores: distribuição geográfica (região de origem das pesquisas), foco temático e procedimentos metodológicos de investigação. Os resultados mostram que as pesquisas estão mais voltadas para estudos sobre ‘estratégias para o ensino-aprendizagem de Ciências na EJA’, ‘concepções dos alunos acerca de temas relacionados à Ciência e à EJA’ e ‘currículo’. Aparecem ainda em pequena quantidade, pesquisas que focalizam em ‘concepções de professores acerca do ensino de ciências na EJA’; ‘análise de aspectos culturais do ensino na modalidade EJA’ e ‘formação de professores’. </span></p> 2019-09-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10848 O diário de bordo na formação inicial de professores de Química 2019-11-14T13:32:04-03:00 Wallace Alves Cabral wallacecabral@ufsj.edu.br <p class="ResumoRevista">Atividades de leitura e escrita têm sido desenvolvidas com diferentes abordagens no âmbito da formação de professores de Ciências da Natureza. Ancorado nos pressupostos teóricos e metodológicas da Análise do Discurso de Linha Francesa (AD), esse artigo objetiva identificar as marcas de autoria em textos produzidos por licenciandos em Química da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) em MG. Os textos produzidos a partir dos diferentes gêneros textuais são chamados de diário de bordo, sendo esses construídos e apresentados no decorrer da unidade curricular Química e Sociedade. Mediante a construção do corpus de análise e do dispositivo teórico e analítico, uma categoria analítica emergiu. As análises mostraram que os diferentes diários possibilitaram o estabelecimento de várias relações inter, intra e extratextuais. Nesse sentido, os tipos de repetição (empírica, formal e histórica) foram apresentados, mostrando a necessidade de incentivo de diferentes ações na formação inicial de professores de Química para além do relatório técnico.</p> 2019-09-16T15:38:02-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10818 Tecnologias Digitais e o Desenvolvimento da Cognição Numérica: possibilidades para o ensino da Matemática 2019-11-14T13:32:02-03:00 Patricia Ferreira Concato Souza patricia_concato@hotmail.com Marília Bazan Blanco mariliabazan@uenp.edu.br Joao Coelho Neto joaocoelho@uenp.edu.br <p class="Default">As Tecnologias Digitais são instrumentos que podem contribuir para o desenvolvimento da Cognição Numérica. Nesse sentido, o presente artigo visa investigar,&nbsp;à&nbsp;luz da Revisão Sistemática de Literatura, quais são as Tecnologias Digitais utilizadas no ensino da Matemática na Educação Básica, a fim de identificar quais&nbsp;<s>os</s>&nbsp;instrumentos tecnológicos estão sendo utilizados para auxiliar o desenvolvimento da Cognição Numérica. Como encaminhamento metodológico, foram realizadas adaptações das etapas de uma Revisão Sistemática de Literatura, para a qual foram analisados periódicos entre 2008 a 2018, nos seguintes bancos de dados: Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia e nos periódicos com estratos na área de Ensino A1 a B1, classificados no índice restrito – quadriênio 2013-2016. Como resultado,&nbsp;dos 3141 artigos analisados, observou-se que não foi encontrado nenhum artigo relacionado ao tema foco da pesquisa, identificando a necessidade de pesquisa nas&nbsp;áreas&nbsp;de Tecnologia e do Senso Numérico e Cognição Numérica.</p> <p class="Quotations"><strong>&nbsp;</strong></p> <p>&nbsp;</p> 2019-09-16T16:59:14-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10838 A Neurociência na formação do professor de Física: análise curricular das licenciaturas em Física da região sul do Brasil 2019-11-14T13:32:01-03:00 Patrick Alves Vizzotto patrick.fisica@hotmail.com <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">É investigado se os cursos de formação de professores de Física possuem em seus currículos disciplinas que ensinem conceitos de neurociência aos futuros docentes. Através de uma pesquisa documental, analisou-se o conteúdo de 33 matrizes curriculares de licenciaturas de Física do Sul do Brasil. Como resultado, observou-se que a relação entre as duas áreas ainda não é realidade efetiva dentro da formação do professor de Física. Sugere-se para estudos futuros a ampliação da investigação à nível nacional, a fim de fornecer um panorama geral da realidade estudada, a fim de que discussões como estas possam sensibilizar pesquisadores e formadores de professores para a importância do trabalho interdisciplinar entre as áreas supracitadas, com o objetivo de formar um professor que compreenda de forma abrangente seus alunos, desde o que os move para aprender, até mesmo quais estratégias de ensino necessitam ser aplicadas e outras, revisadas, para uma aprendizagem de maior significado.</span></p> 2019-09-19T09:56:54-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10851 Funções da avaliação da aprendizagem na formação inicial de professores de Ciências 2019-11-14T13:31:59-03:00 Bruno Lamy bruno.lamy@gmail.com Beatriz Pereira Jacques jacques-bia@outlook.com Tatiana Galieta tatigalieta@gmail.com <p>Apresentamos neste trabalho os resultados de duas pesquisas que buscaram identificar as diferentes visões de licenciandos em Ciências Biológicas a respeito da avaliação explorando suas funções no processo de ensino-aprendizagem. Os dados foram coletados em entrevistas com 27 licenciandos de um mesmo curso que foram, posteriormente, transcritas na íntegra. Utilizamos categorias teóricas para classificar as funções de avaliação enunciadas pelos sujeitos, a saber: diagnóstica, somativa, formativa e mediadora. Reflexões sobre a prova como método avaliativo surgiram nas falas dos entrevistados e, por isso, foi feita uma análise sobre suas limitações. As análises apontam uma lacuna em relação à avaliação diagnóstica que pode ser potencialmente relacionada aos conhecimentos prévios dos alunos. A função somativa como um reflexo de práticas classificatórias com tendências conservadoras esteve presente. As funções formativas e mediadoras também foram contempladas, já que os licenciandos expressaram preocupação com as estratégias de ensino, compreendendo a avaliação como um momento para refletir sobre a própria prática docente. A prova que foi identificada como um instrumento padronizado de avaliação que visa à normatização de práticas escolares e à exclusão de estudantes que se sentem pressionados e frustrados.</p> 2019-09-19T13:18:10-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10911 O estágio de docência na Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza: um panorama a partir dos espaços educativos escolares 2019-11-14T13:31:57-03:00 Brenda Sarmiento de Andrade brendasarmiento97@gmail.com Bruna Sarmiento de Andrade brunasarmiento@gmail.com Marilisa Bialvo Hoffmann marilisa.ufrgs@gmail.com Saul Benhur Schirmer sschirmer@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo é resultante de um trabalho de conclusão no curso de Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)</span><em><span style="font-weight: 400;"> campus </span></em><span style="font-weight: 400;">Porto Alegre. Investigou-se, o conhecimento em torno do perfil, formação, desafios e possibilidades acerca da formação docente presentes nos municípios atendidos pela Licenciatura em Educação do Campo - Ciências da Natureza (EduCampo). Para tanto, o estudo foi organizado em três etapas: levantamento dos locais de abrangência e de efetiva atuação do curso; levantamento e organização dos dados referentes às escolas e professores dos locais onde são realizados os estágios de docência; e realização de entrevista com alguns professores supervisores de estágio nas escolas. &nbsp;Com auxílio da Análise Textual Discursiva (ATD), os resultados demonstram as potencialidades e a necessidade de articulações na área de abrangência do curso; a demanda de reconhecimento do curso na região metropolitana; e a importância de uma formação de professores por área de conhecimento na área de Ciências da Natureza voltada para as especificidades do campo.</span></p> 2019-09-19T13:46:30-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10703 A importância do estudo dos fósseis para compreensão da história e preservação da vida na terra: 2019-11-14T13:31:55-03:00 Ana Carolina Ferreira Machado carolelismachado@yahoo.com.br Verônica Soares dos Santos veronica.soares.santos@hotmail.com Juliane Marques de Souza juliane.marques.souza@gmail.com Emanuella Silveira Vasconcelos emanuella.vasconcelos@ufrr.br <p>Este artigo é resultado de um projeto de intervenção realizado com 22 estudantes de uma turma do 4° ano do Ensino Fundamental de uma Escola Pública da Rede Municipal de Ensino de Boa Vista/RR. O problema que originou o projeto foi: De que forma o estudo dos fósseis pode contribuir no processo de formação de cidadãos mais conscientes sobre as questões ambientais, capazes de solucionar problemas relacionados às alterações do clima e da biodiversidade numa perspectiva de educação inclusiva? O objetivo geral foi contribuir, por meio de uma ação de intervenção no espaço escolar, no processo de formação de cidadãos mais conscientes sobre as questões ambientais, capazes de solucionar problemas relacionados às alterações do clima e da biodiversidade numa perspectiva de educação inclusiva. O conteúdo abordado foi o estudo dos fósseis e a paleontologia. A metodologia utilizada seguiu o percurso da pesquisa qualitativa, tendo como instrumento de coleta de dados a observação participante. Verificou-se a necessidade de tentar transformar o ensino dos conteúdos exigidos em Ciências Naturais mais aprazíveis para o aluno, fazendo o uso de materiais concretos e de metodologias ativas a fim de promover uma aprendizagem significativa. Resulta, a partir desse movimento, em discentes atentos para a importância da preservação do meio ambiente e sabedores que as marcas deixadas no passado servem para compreendermos a atual biodiversidade, situarmo-nos no tempo e espaço enquanto espécie e pensarmos em formas eficazes de conservação.</p> 2019-09-19T13:55:55-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10876 Formação inicial de professores de Ciências da Natureza: relatos de uma prática docente diferenciada 2019-11-14T13:31:54-03:00 Cadidja Coutinho cadidjabio@gmail.com Ana Carolina Gomes Miranda miranda.acg@gmail.com <p>O presente estudo apresenta um relato de experiência relacionado à formação inicial no curso de Ciências da Natureza Licenciatura da Universidade Federal do Pampa, campus Dom Pedrito, RS, cujo principal objetivo é socializar e apontar as possíveis contribuições referentes à utilização de diferentes materiais didáticos para o ensino das Ciências da Natureza, a partir das vivências no componente curricular obrigatório “Práticas Pedagógicas: Materiais Didáticos”.&nbsp; Para isso, organizou-se a disciplina em seis módulos: jogos didáticos, modelo didático, experimentação, simulação, tecnologias educacionais e análise de livros didáticos, dos quais elencaram-se objetivos de aprendizagem a cada um desses módulos, isto é, objetivo conceitual, objetivo procedimental e objetivo atitudinal. Observou-se que os relatos apresentados demonstram possibilidades didáticas que podem contribuir com a inovação pedagógica na formação docente, incitar questionamentos, desenvolver a capacidade de reflexão, criticidade e investigação.</p> 2019-09-19T14:26:44-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10891 O meio ambiente segundo alunos do 5º ano do Ensino Fundamental 2019-11-14T13:31:52-03:00 Andressa Mayumi Yamashiro Alarcon andressa.yamashiro@gmail.com Ruben Alexandre Boelter raboelter@gmail.com <p>O presente relato analisa as escritas dos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental, resultantes de uma prática desenvolvida por meio da parceria da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) com uma escola do município de Cerro Largo - RS. Esta parceria ocorre por meio da inserção dos bolsistas do PETCiências na escola. As escritas analisadas são resultado da participação em uma das palestras desenvolvidas na Semana Nacional do Meio Ambiente que tinham como foco principal a Educação Ambiental, por meio da política dos 5R’s (Reduzir; Repensar; Reaproveitar; Reciclar; Recusar) voltado ao Meio Ambiente. As escritas foram analisadas de acordo com as concepções sobre o ambiente de Sauvé (2005b), identificadas e sistematizadas em três em três categorias: Ambiente como a Natureza, Ambiente como um Recurso e Ambiente como um Problema.</p> 2019-09-19T14:31:13-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10898 Pesquisa na Sala de Aula de Química: narrativas das aprendizagens da docência partilhada 2019-11-14T13:31:50-03:00 Ana Luiza Alves Constantino analuizaconstantino@gmail.com Aline Machado Dorneles lidorneles26@gmail.com Cezar Soares Motta cezarsmott@gmail.com Aline Silva Dos Santos aline.quim@gmail.com <p>Relata-se a experiência em planejar e desenvolver um júri simulado a partir da resolução de uma situação simulada com os alunos do 3º ano do Ensino Médio de uma escola pública a partir da atuação no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, subprojeto Química do curso de Licenciatura em Química da Universidade Federal do Rio Grande.&nbsp; Neste contexto, foi abordada a problemática da permanência ou não de uma refinaria de petróleo localizada na área urbana da cidade. Os alunos foram separados em dois grupos: contra ou favor da permanência da refinaria. Então, realizou-se a simulação de um tribunal na sala de aula, com propósito de oportunizar uma experiência permeada por momentos de questionamento, construção de argumentos e comunicação em sala de aula. Dialoga-se com os pressupostos do educar pela pesquisa e enfoque da Ciência, Tecnologia e Sociedade, a partir dos aprendizados e reflexões de uma prática educativa e da constituição do ser professor de Química, por meio das escritas narrativas dos integrantes do PIBID. O processo de documentar a experiência de fazer pesquisa em sala de aula oportuniza ao professor compreender o seu fazer docente, e assim refletir, teorizar e construir conhecimento.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Educar pela pesquisa; júri simulado; escrita narrativa.</p> 2019-09-19T14:45:43-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10906 Química no Ensino Fundamental: estabelecendo conceitos por meio do estudo dos perfumes em uma formação continuada 2019-11-14T13:31:49-03:00 Lucas Guimarães lucaspegui@hotmail.com Flávia Ferreira Faria lucaspegui@hotmail.com <p>É notório a dificuldade de desenvolver aulas de Química para alunos do ensino fundamental e médio principalmente em escolas públicas, a falta de recursos dificulta ainda mais demonstrações que facilitem o aprendizado de conceitos em Química. Somado a isso existe o fato da Química só “aparecer” como disciplina no fim do Ensino Fundamental. Essa pesquisa foi realizada em uma formação continuada com professores de Ciências e tem como principal objetivo abordar conceitos químicos dentro de temas que tenham relevância no cotidiano dos alunos, como os perfumes. Além disso, tem também como objetivo expandir o aprendizado de química para o 8º ano do ensino fundamental através de uma proposta de aula. Paralelamente, estas atividades também provocou uma reflexão na prática de ensino para professores da rede pública municipal de Barra Mansa (RJ). A proposta de aula teve como o tema <em>perfume e o olfato</em>. Foi elaborada inicialmente e após foi discutida com o grupo de professores e esses contribuíram para a construção de acordo com sua realidade em sala de aula. Os resultados dessas aulas são apresentados e discutidos, com um enfoque na análise interpretativa das respostas dos questionamentos aplicados durante o encontro de formação continuada. Estes resultados permitem estabelecer algumas correlações entre a impressão dos professores sobre a possibilidade de abordar Química durante todo o ensino fundamental.</p> <p>&nbsp;</p> 2019-09-19T14:50:13-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10995 Reflexões sobre o papel da alimentação saudável no contexto escolar 2019-11-14T13:31:47-03:00 Cleiton Edmundo Baumgratz cleiton_147@hotmail.com Riceli Gomes Czekalski ricelicgbio@gmail.com Mateus dos Santos Oliveira matdioli96@gmail.com Erica do Espirito Santo Hermel eeshermel@gmail.com <p>O presente texto apresenta um relato de experiência que aborda os princípios de uma alimentação saudável, na qual a atividade foi desenvolvida pelos bolsistas do programa PETCiências. O objetivo dessa ação era avaliar os conhecimentos prévios e subsequentes dos alunos a respeito do tema alimentação saudável, antes de ser introduzido o conteúdo pela professora da turma. A prática foi desenvolvida com a turma de 8º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública Estadual de Ensino Fundamental do município de Cerro Largo – RS. Tendo duração de uma hora aula, os dados foram obtidos a partir dos registros, anotações, questionários, discussões e confecção de cartaz após a finalização do encontro. Assim, identifica-se que além de promover a educação problematizadora e integradora dos discentes e consequentemente do ambiente escolar em que estão inseridos, a abordagem da alimentação saudável, permite a construção do conhecimento no componente curricular de Ciências fortalecendo e desenvolvendo a própria prática com a possibilidade de reflexão e conscientização.</p> 2019-09-19T14:58:26-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10905 Proposta Metodológica para o Ensino de Química Utilizando o Tema Alimentação Saudável 2019-11-14T13:31:45-03:00 Rogério Pacheco Rodrigues rogeriopachecorp@hotmail.com Danyelle Stéphane Tavares Ferreira dany.stephane91@gmail.com Débora Augustinho da Silva deborabio18@gmail.com Kelma Alves Mateus kelmamateus@gmail.com Lucilene Cândida dos Santos lucilene_46@yahoo.com.br Cinthia Maria Felicio cinthia.felicio@ifgoiano.edu.br <p>Trata-se de uma proposta de ensino em que a contextualização e o trabalho interdisciplinar a partir da temática alimentação saudável pode servir como articuladora de relações entre diferentes áreas do conhecimento em ciências e matemática. Utilizando os três momentos pedagógicos de Delizoicov e levantamento de questões sócio científicas (QST), os alunos serão levados a refletirem sobre suas escolhas e pensarem alternativas para se buscar uma alimentação mais saudável. A oficina pedagógica pode ser desenvolvida em diferentes espaços pedagógicos seja em sala de aula ou laboratórios para ensino de ciências e várias estratégias didáticas são propostas, como a utilização de vídeos educativos, análise crítica de artigos científicos, sala de aula invertida e aulas experimentais. Desta forma, acreditamos que este trabalho possa ser de extrema importância para a área do ensino de ciências, pois apresentamos sugestões de como se pode trabalhar diferentes conteúdos de ensino com determinado tema de uma maneira interdisciplinar e em escala macroscópica por meio do desenvolvimento Da experimentação e protagonismo do aluno.</p> 2019-09-19T15:10:56-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/10970 Formação Permanente do Professorado: novas tendências 2019-11-14T13:31:44-03:00 Taisson Pedrozo Cogo taissonpedrozo@gmail.com Vantoir Roberto Brancher Vantoir.Brancher@iffarroupilha.edu.br Josete Bitencourt Cardoso josete.cardoso@iffarroupilha.edu.br <p>Este escrito trata-se de uma resenha do livro Formação Permanente do professorado: Novas tendências, do autor Francisco Imbernòn. Resenha esta que é uma sistematização crítica da referida obra que faz considerações sobre o processo formativo dos professores, além de incentivar reflexões em relação a necessidade de aperfeiçoamento da formação permanente diante das constantes transformações sociais, culturais, econômicas e comunicativas. Para que, através de uma formação mais qualificada, se alcance melhorias ao próprio professorado e também para a qualidade da educação.</p> <p>Esta resenha também objetiva que apartir de sua leitura, os professores sintam-se instigados a conhecer mais sobre as obras de Imbernón, as quais, estão centradas na problematização de teorias e práticas educativas, assim como na formação docente inicial e permanente de professores do ensino básico ao universitário, deliberando, inclusive, sobre a própria práxis dos formadores.</p> 2019-09-19T15:16:16-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/8262 Investigação-formação-ação na Prática de Ensino da Licenciatura em Ciências Biológicas 2019-11-14T13:32:16-03:00 Rúbia Emmel rubia.emmel@iffarroupilha.edu.br Maria Cristina Pansera-de-Araújo pansera@unijui.edu.br <p class="ResumoRevista" style="text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman','serif';">A investigação-formação-ação é a proposta que se apresenta nesta pesquisa considerando suas contribuições no contexto da prática de ensino para a formação inicial de professores na licenciatura em Ciências Biológicas. A pesquisa teve como objetivo geral: conhecer o caráter constitutivo do currículo a partir da compreensão das relações entre as concepções de currículo e livro didático de licenciandos em Ciências Biológicas. Os movimentos formativos experienciados pelos sujeitos foram analisados nesta pesquisa, através das escritas narrativas em diários de bordo. As reflexões dos licenciandos desencadearam problemas formativos, apresentados nesta investigação-formação-ação em quatro espirais reflexivas: 1) Construindo o processo de investigação do currículo e livro didático na formação inicial de professores de Ciências Biológicas; 2) Espiral reflexiva desencadeada pelo planejamento e intervenção em um componente de Prática de Ensino, expressas nas constatações, marcas e amarras do currículo; 3) O livro didático no currículo e na Licenciatura em Ciências Biológicas; 4) A evolução e significação das concepções de currículo dos licenciandos de Ciências Biológicas no processo de formação inicial. Portanto, o valor formativo das reflexões em histórias narradas, destacou a necessidade da formação inicial reservar um tempo maior aos estudos reflexivos das relações entre currículo e livro didático.</span></p> 2019-09-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement##