https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/issue/feed Revista Insignare Scientia - RIS 2022-03-29T12:05:49-03:00 Rosangela Inês Matos Uhmann rosangela.uhmann@uffs.edu.br Open Journal Systems <p class="western" align="justify">A&nbsp;<strong>Revista Insignare Scientia - RIS</strong>&nbsp;é uma publicação do Grupo de Pesquisas em Ensino de Ciências e Matemática (GEPECIEM), vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Universidade Federal da Fronteira Sul,&nbsp;<em>Campus</em>&nbsp;Cerro Largo –RS e tem como objetivo publicar produções de pesquisa originais, relatos de experiências, propostas didáticas, resenhas e biografias tendo como objetos de discussão o Ensino de Ciências, suas interfaces e seus desdobramentos. A área do ensino de Ciências e suas Interfaces compreende:&nbsp; a educação como ciência, o ensino como área de produção científica e suas subáreas, tais como: Educação Ambiental,&nbsp; Educação em Saúde, Ensino de Astronomia, Educação matemática, Ensino de Biologia, Ensino de Física, Ensino de Geociências e o Ensino de Química, bem como desdobramentos e interfaces com temáticas da área como: Epistemologia, História e Filosofia da Ciência, Currículo, Metodologias do Ensino, Linguagem, Educação Inclusiva, Avaliação, Tecnologias da Informação e Comunicação, Conceitos Científicos, Diferenças, Gênero, entre outros.&nbsp; Os artigos devem enfocar área, subáreas ou temáticas que tenham forte ligação com o escopo da revista e apresentem contribuições para o Ensino em Ciências claramente explicitadas. Qualquer manuscrito que se relacione a alguma das subáreas supracitadas (mas não à área de ensino das mesmas), assim como a aspectos gerais de educação ou a outras áreas (sem relacionamento ou implicação clara para a área de Ensino em Ciências) não será encaminhado para avaliação.&nbsp;<strong>Sua publicação será quadrimestral,</strong>&nbsp;voltada para a pesquisa, experiências, propostas didáticas e resenhas na área de ensino de Ciências e suas Interfaces.&nbsp;</p> https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12477 Determinação da velocidade do som em aulas de Física sob uma perspectiva investigativa e com uso de tablets 2022-03-16T16:55:51-03:00 Anaximandro Dalri Merizio anaximandro.merizio@ifsc.edu.br Luiz Clement luiz.clement@udesc.br <p><strong>No presente artigo, apresentamos os resultados de uma intervenção didático-pedagógica em que foi implementada uma Ação de Ensino Investigativa – AEI, em aulas de física do Ensino Médio. A AEI foi estruturada e desenvolvida com base em uma perspectiva de Ensino por Investigação e visou a determinação da velocidade de propagação do som no ar, por meio do uso de tubos sonoros e tablets. Para a implementação no ambiente educacional, utilizamos a perspectiva investigativa proposta por García e García (2000). Além disso, com a Escala de Medida de Interesse e Suportes a Autonomia – EMISA (CLEMENT, 2013) analisamos de que forma a AEI despertou o interesse dos estudantes e possibilitou o desenvolvimento de suportes à autonomia dos estudantes. Os resultados obtidos reforçam a viabilidade didático-pedagógica inerente à perspectiva investigativa adotada, bem como para o uso das Tecnologias Móveis, no Ensino de Física. </strong></p> 2022-03-15T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12187 Constituição do conhecimento em Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente (CTSA), nas interações entre docentes e discentes, no Ensino Superior 2022-03-16T16:55:48-03:00 Raquel Weyh Dattein raquel.dattein@hotmail.com Maria Cristina Pansera-de-Araújo raquel.dattein@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">A pesquisa em Educação em Ciências sobre conhecimento de professor ainda suscita estudos. Objetivamos identificar interações dialógicas e cognitivas entre uma docente da educação superior com seus estudantes, e destes entre si, na disciplina Meio Ambiente e Sustentabilidade (MAS), no desenvolvimento do currículo com enfoque Ciência, Tecnologia, Sociedade e Ambiente - CTSA. A observação das interações produzidas constituíram um estudo de caso do tipo participante. A atividade proposta pela professora e analisada, neste texto, envolveu os conceitos: meio ambiente, ambiente, ecologia e natureza, com posterior sistematização coletiva. Reconhecemos o conhecimento profissional de professor no desenvolvimento de currículo com enfoque CTSA, na interação com os alunos e destes entre si, para formação acadêmico-profissional dos graduandos, crítica e consciente, na relação com o ambiente e a sustentabilidade do planeta.</span></p> 2022-03-16T07:51:51-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12741 Escola em tempo integral, perspectiva crítica de currículo e finalidade social da educação básica 2022-03-16T16:55:47-03:00 Jamile Cabreira jamilecabreira1107@gmail.com Lenir Basso Zanon bzanon@unijui.edu.br <p><strong>RESUMO </strong></p> <p>Este artigo versa sobre implicações da relação entre entendimentos da ‘perspectiva crítica de currículo’ e da ‘educação integral’ para a compreensão da finalidade da escola como propulsora da emancipação humana/social mediante processos de apropriação do conhecimento escolar. Trata-se de um ensaio teórico elaborado por meio de uma metodologia qualitativa e exploratória com vistas a explicitar e entrecruzar entendimentos numa mútua relação de reciprocidade entre distintos enfoques compreensivos expressos por autores que tratam do tema e pelas Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica (BRASIL, 2013). Resultados sinalizam distinções entre ‘escola em tempo integral’ e ‘educação integral’, entre desenvolvimento ‘individual’ e desenvolvimento ‘humano/social’, corroborando a visão de uma perspectiva crítica e emancipatória de educação, alinhada como produção de cultura em prol da qualificação do novo projeto societário em construção. Nas conclusões essa perspectiva é reafirmada como caminho propulsor da inclusão das diversidades na educação escolar, como reconhecimento de concepções e práticas de educação integral com potencialidade para contribuir na melhora das condições da vida na realidade socioambiental, pelo sistemático enfrentamento coletivo de situações de conflito entre entendimentos, interesses e valores inerentes aos processos de desenvolvimento humano/cultural emancipatório.</p> 2022-03-16T07:52:33-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12260 Identificação e contribuições dos espaços não formais para ensino e aprendizagem em Ciências da Natureza estudo da arte que tratam sobre a temática. 2022-03-16T16:55:47-03:00 Daniela Alves da Silva danielasilva.ufrgs@gmail.com José Vicente Lima Robaina joserobaina1326@gmail.com <p>Os espaços não formais se mostram como grandes potencialidades para ampliação do ensino e aprendizagem em Ciências da Natureza. Através da pergunta geradora: como as pesquisas e produções acadêmicas sobre identificação e contribuições de espaços não formais para o ensino e aprendizagem em Ciências da Natureza vêm sendo abordadas? o presente artigo tem como objetivo apresentar um panorama do que se tem estudado, a partir da pesquisa bibliográfica de publicações científicas (anais de eventos, periódico nacional, teses e dissertações) publicadas entre 2014 a 2019 que versam unicamente com a temática sobre a identificação e análise dos potenciais dos espaços não formais. Os trabalhos apontados possibilitaram produzir resultados relativos a novos conhecimentos teóricos e metodológicos para aprofundar o domínio concreto dos descritores, conduzindo com maior clareza a temática.</p> 2022-03-16T07:53:10-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12507 Reação de Saponificação no Ensino Médio por meio de um Jogo de Tabuleiro Intitulado Fábrica de Sabão 2022-03-16T16:55:46-03:00 Francisco Ferreira Dantas Filho dantasquimica@yahoo.com.br Jacqueline Pereira Gomes jacquelinesolnet@gmail.com Geraldo Damião De Medeiros geraldodamiao@bol.com.br <p>&nbsp;Esta pesquisa objetiva facilitar o processo de ensino-aprendizagem de reações orgânicas em uma turma do 2º ano do Ensino Médio (EM) através do jogo de tabuleiro “<em>Fábrica de sabão</em>”, construído no <em>Power Point</em>. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa. O público alvo foi uma turma do 2º ano do EM do turno manhã de uma escola pública Estadual do município de Jardim do Seridó/RN a qual continha 16 estudantes com faixa etária entre 14 e 17 anos. Em virtude da pandemia da COVID-19, o jogo foi aplicado através da plataforma <em>Google Meet</em>. O instrumento de coleta de dados partiu da aplicação de um questionário construído através da ferramenta <em>Google Forms</em>, contendo 5 questões das quais 2 eram subjetivas e 3 eram objetivas e estavam relacionadas com a aplicabilidade e eficácia do jogo. Para averiguação do questionário utilizou-se da análise do discurso. Com os resultados colhidos foi possível observar que o jogo contribuiu com o processo ensino-aprendizagem dos conceitos científicos de reações orgânicas motivando os alunos e tornando as aulas de Química dinâmicas e prazerosas.</p> 2022-03-16T08:00:21-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11859 Concepções Prévias sobre o ensino por investigação: um estudo exploratório com licenciandos em ciências biológicas 2022-03-16T16:55:45-03:00 Bibiane de Fátima Santos bibiane.santos@icbs.ufal.br Alexandre Rodrigues da Conceição allexandrebcp@hotmail.com Maria Danielle Araújo Mota danielle.araujo@icbs.ufal.br Raquel Crosara Maria Leite raquelcrosara@ufc.br <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">O Ensino por Investigação (EnI) é uma abordagem didática que tem se destacado no Ensino das Ciências da Natureza, entre elas a Biologia. Demonstrando potencialidade para problematizar os conteúdos programáticos, a investigação é uma condição necessária para o desenvolvimento de habilidades que são próprias do fazer científico. Assim, buscamos responder a seguinte pergunta: quais as concepções prévias dos estudantes de um curso de Licenciatura em Ciências Biológicas que participam de um grupo de extensão sobre o EnI no Ensino de Biologia? O objetivo dessa pesquisa foi compreender as concepções prévias sobre o EnI de discentes de um grupo de extensão sobre EnI de uma universidade nordestina. Optamos por um estudo de caso em que participaram 13 estudantes por meio de um questionário disponibilizado pela plataforma Google Forms divulgado por redes sociais. Os resultados obtidos demonstram que muitos estudantes entendem alguns conceitos do EnI, porém não compreendem a abordagem em sua completude. A maioria dos discentes citou em suas respostas que o EnI pode gerar uma aprendizagem significativa. Assumimos a posição de que o EnI possui diversas contribuições para o ensino e a aprendizagem, porém não deve ser utilizado somente na Educação Básica, mas também no Ensino Superior.</span></p> 2022-03-16T08:01:33-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12656 Conhecimento herpetológico dos estudantes de uma comunidade rural do Recôncavo Baiano. 2022-03-16T16:55:50-03:00 Ubiraci Reis Carmo Junior junior.ufrb@hotmail.com Lucas Santana do Nascimento lukas_santana@hotmail.com Jacqueline Ramos Machado Braga jacquebraga@ufrb.edu.br Arielson dos Santos Protázio neu_ptz@hotmail.com <p>O ensino de Ciências e Biologia destaca-se por possuir grande importância na formação de pessoas reflexivas e preocupadas com a conservação dos recursos naturais. Entretanto, nota-se que nas escolas, os conteúdos de Zoologia, especificamente sobre os anfíbios e répteis, podem ser trabalhados de maneira superficial, dificultando a compreensão dos estudantes quanto à importância destes animais para o ecossistema. Diante do exposto, esta pesquisa teve como objetivo identificar os conhecimentos que os estudantes de duas escolas públicas rurais possuem sobre anfíbios e répteis, bem como a importância que atribuem a esses animais. Para tal, os dados foram coletados por meio de questionários e através da elaboração de desenhos, numa versão adaptada do teste Draw-A-Scientist (DAST). Os resultados revelaram que muitos estudantes não atribuem ou não sabem a importância desses animais para a natureza, além de não compreenderem as diferenças e as características morfológicas e biológicas dos anfíbios e répteis. Assim, existe a necessidade de aprimorar e contextualizar o ensino dos seres vivos, permitindo aos estudantes construírem associações entre os animais da sua região e o conteúdo científico da disciplina, enfatizando a relevância destes animais para os ecossistemas e estimulando a conservação da biodiversidade local.&nbsp;</p> 2022-03-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12315 Educação ambiental em instituições públicas de ensino como estratégia para a sustentabilidade 2022-03-16T16:55:44-03:00 Daiane Ferreira Arantes Beraldo daiefab@gmail.com Lucas Oliveira Silva l_oliveiras@hotmail.com Tiago Emanuel Rodrigues tiagoemanuel_99_@hotmail.com Thomas do Vale thomasdovaletec@gmail.com Silvane Vestena silvanevestena@gmail.com <p>A educação ambiental é um ramo da educação cujo objetivo é a disseminação do conhecimento sobre o meio ambiente, a fim de ajudar à sua preservação e utilização sustentável dos seus recursos. A implantação da educação ambiental nas escolas pode ser considerada uma das formas mais eficazes para a conquista de uma sociedade sustentável. O objetivo do trabalho foi sensibilizar a comunidade de quatro Instituições Públicas de Ensino no município de Formiga/MG para a sustentabilidade ambiental, por meio do enfoque na educação ambiental. Para tanto, foram realizadas palestras sobre: destino e aproveitamento do lixo, preservação de recursos hídricos, sustentabilidade e biodiversidade e hortas orgânicas. Constatou-se uma excelente participação nas palestras nas quatro instituições públicas de ensino e, os resultados mostraram melhoria nos debates sobre educação ambiental, destacando a participação das mesmas com ampliação dos seus conhecimentos e uma sensibilização dos envolvidos na preservação do meio ambiente por meio de ações práticas que visam redução, recuperação, reutilização e reciclagem de resíduos, assim como a destinação correta dos resíduos contaminantes. Ainda, é importante considerar os alunos como multiplicadores dos conhecimentos sobre as questões ambientais e procurar integrar a comunidade utilizando a temática ambiental.</p> 2022-03-16T08:08:01-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12629 Cartografia de uma experiência em educação ambiental: entre a imaginação e a observação 2022-03-16T16:55:43-03:00 Miriam Avani Rodrigues de Oliveira oliveirarodrigues.miriam@gmail.com Márcio André Rodrigues Martins marciomartins@unipampa.edu.br Ângela Maria Hartmann angelahartmann@unipampa.edu.br <p>Este artigo é resultado da implementação de estratégias de intervenção pedagógica baseadas na metodologia de <em>Invenção de Mundos</em>. O objetivo da pesquisa foi compreender as interrelações produzidas pelos estudantes quando desafiados a construírem um bairro (em miniatura) com características ambientalmente sustentáveis. A investigação foi fundamentada na teoria da complexidade de Edgar Morin e nos pressupostos do educar pela pesquisa. A metodologia de pesquisa e análise envolveu cartografar as estratégias de intervenção e suas ressonâncias nos processos criativos de estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental de uma Escola Pública. A intervenção pedagógica iniciou com uma expedição investigatória pelo Bairro onde moram os estudantes, com registros textuais e fotográficos. A análise cartográfica explicitou as estratégias de mobilização dos estudantes na construção do bairro em miniatura. Essas estratégias potencializaram o envolvimento dos estudantes para resolverem situações-problemas com criatividade e imaginação. Também ficaram evidentes os posicionamentos críticos, reflexivos e autorais sobre sustentabilidade ambiental, convivência humana e qualidade de vida, que eles assumiram durante o processo de invenção do bairro.</p> 2022-03-16T08:08:43-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12512 A constituição docente pela Teoria da Atividade: um olhar para o programa Residência Pedagógica 2022-03-16T16:55:42-03:00 Franciele Siqueira Radetzke francielesradetzke@gmail.com Marli Dallagnol Frison marlif@unijui.edu.br <p>Aspectos formativos da docência oportunizado pelo Programa Residência Pedagógica (PRP) é a temática norteadora desta escrita. O artigo constitui-se sob uma perspectiva teórica na qual as compreensões são construídas com foco na Teoria da Atividade (LEONTIEV, 2004). Para tanto, buscou-se os princípios que sustentam o PRP e as interlocuções oportunizadas em torno de dois conceitos: <em>comunicação</em> e <em>objetivação</em>. Destaca-se as potencialidades da interação entre os sujeitos que participam do PRP (Residentes, Preceptores e Orientadores) e ressalta-se a importância do programa como um caminho do “meio” em que é possível a reflexão sobre as interações decorrentes da atividade. A discussão oportunizou o olhar para duas posições assumidas pelos docentes: Atividade de Estudo e Atividade de Ensino. E, enfatiza-se a necessidade de se reconhecer a posição que o sujeito ocupa na relação, bem como a possibilidade de ocupar distintas posições (estudo e ensino). Enfim, pontua-se a importância do diálogo entre os diferentes níveis de conhecimentos e a necessidade de vigilância epistemológica ao processo formativo desencadeado no PRP.</p> 2022-03-16T08:09:21-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12155 Percepção da importância do uso de atividades experimentais na aprendizagem de química de um grupo de estudantes concluintes do ensino médio em uma escola pública em Tefé/AM 2022-03-16T16:55:41-03:00 Agmar José de Jesus Silva agmarster@gmail.com Vera Sintia da Silva Egas sintiaegas@gmail.com <p>Este trabalho teve como objetivo verificar a percepção de alunos do 3° do ensino médio de uma escola pública em Tefé/AM sobre como atividades diferenciadas, na forma de aulas experimentais, poderiam facilitar sua aprendizagem de Química. Para tal, um questionário foi aplicado aos alunos, assim como uma entrevista oral ao professor da disciplina. Os resultados revelaram que, apesar de terem dificuldades com cálculos químicos, 72% dos alunos gostam da disciplina. Além disso, professor e alunos concordam sobre a importância de aulas experimentais no seu aprendizado. Embora a escola possua biblioteca e computadores com acesso à internet, tais recursos raramente eram utilizados, sendo a justificativa dos alunos desse turno (noturno) o cansaço físico e o horário reduzido na escola. O conhecimento era transmitido pela via oral e escrita, sendo o livro didático a principal fonte adotada. Recursos didáticos audiovisuais não eram disponibilizados. Apenas 3% dos alunos relataram ter participado de alguma atividade prática, o que sugere uma exploração ainda superficial dessa metodologia. Contudo, 66% indicaram o uso de aulas práticas como facilitador do aprendizado de Química. Tais resultados, conjuntamente, indicam ser necessário uma reflexão do docente sobre sua prática pedagógica no sentido de adoção de melhorias na metodologia de ensino aplicada.</p> 2022-03-16T08:09:53-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12207 Recursos Educacionais Abertos nas Práticas Didáticas dos Professores de Biologia 2022-03-16T16:55:40-03:00 Giana Somavila pretasomavilla@gmail.com <p>O presente artigo relata o estudo da utilização dos Recursos Educacionais Abertos (REA) no planejamento dos professores de Ciências/Biologia que participaram da formação da 2ª edição do Curso “<em>Small Open Online Course</em> – REA – Educação para o Futuro” – 2019 – Programa Pesquisador Gaúcho. O Curso objetivou introduzir e aprofundar a integração de tecnologias educacionais hipermídia, especialmente REA, para consolidar a inovação didático-metodológica na Educação Básica do RS. Nesse contexto de formação, buscou-se analisar as mudanças de ações dos professores de Ciências/Biologia que concluíram o Curso, instigando e analisando as possibilidades e os desafios da utilização dos REA como recursos de ensino-aprendizagem. A pesquisa, de abordagem qualitativa, teve como procedimentos o estudo de caso e foi estruturada em quatro etapas. A primeira, foi acompanhar o Curso como professora/formadora. A segunda, a identificação/seleção dos participantes. Como terceira etapa, o acompanhamento das atividades realizadas e aplicação de um questionário como instrumentos de coletas de dados. Por último, a elaboração de um REA como subsídio para trabalhar o conteúdo do Primeiro Ano na disciplina de Biologia. Percebeu-se que o Curso gerou mudanças de ação nos professores que participaram da pesquisa, os quais passaram a conhecer/diferenciar RE de REA e a integrar REA em suas práticas didáticas.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Palavras-chave: </strong>Recursos Educacionais Abertos (REA); Ensino de Biologia; Tecnologias Educacionais em Rede e Formação de professores.</p> 2022-03-16T08:10:25-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12501 Ciências e biologia para alunos cegos: metodologias de ensino 2022-03-16T16:55:40-03:00 Camila Scanholato Primo camilascanholato@gmail.com Eliane Brunetto Pertile eliane.pertile@ifpr.edu.br <p style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm .0001pt -.1pt;"><span style="color: black;">O presente trabalho aborda o processo ensino-aprendizagem com estudantes cegos. O objetivo foi identificar alternativas teórico-metodológicas que possam contribuir para o ensino de ciências e biologia. Para tanto, fez-se pesquisa bibliográfica e produção de material didático. A primeira contemplou pesquisas já realizadas sobre o ensino para estudantes cegos e o estudo sobre a especificidade no desenvolvimento desses com base na Teoria Histórico-Cultural, utilizando conceitos fundamentais de Vygotski, como: “compensação social do defeito”, “mediação” e o uso das “vias colaterais”. A produção de material foi voltada para a elaboração de alternativas metodológicas envolvendo a audiodescrição e a elaboração de modelos didáticos táteis. Pode-se indicar a importância da elaboração de materiais diferenciados e das alternativas metodológicas que, além de permitir um ensino adequado para alunos cegos, podem enriquecer o trabalho para os demais estudantes.</span></p> 2022-03-16T09:23:38-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12462 Análise dos níveis de formação conceitual de protozoários e protozooses no livro de Ciências 2022-03-16T16:55:39-03:00 Gabriela Camargo Pacher gabrielacpacher@gmail.com Fernanda Zandonadi Ramos fernanda.zandonadi@ufms.br <p>A presente pesquisa, pautou-se na preocupação em analisar os conceitos que um livro didático de Ciências traz sobre os conteúdos de protozoários e protozooses. Para a análise, escolhemos a 6ª edição do livro “Ciências, os seres vivos” de Carlos Barros e Wilson Paulino, utilizado no 7º ano do Ensino Fundamental de uma escola estadual de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e nos embasamos na abordagem histórica sociocultural de Vigotski. Baseadas em tal referencial, percebemos que o livro escolhido não possui conceitos verdadeiros e, em sua maioria, apresenta conceitos no nível pensamento por complexos e sincrético. Esta pesquisa, além de fornecer ao professor, a partir da teoria sociocultural Vigotskiana, uma metodologia de como analisar os conceitos presentes nos livros didático, pode contribuir para a prática pedagógica ao passo que discute aspectos relacionados ao saber fazer docente na perspectiva de orientar, dirigir e avaliar as atividades de seus alunos, a fim de construir o conhecimento a partir da formação conceitual.</p> 2022-03-16T09:24:19-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12630 Producción y uso de videos educativos: un análisis de trabajos publicados en ENPEC 2022-03-16T16:55:38-03:00 Eduardo dos Santos de Oliveira Braga obeduardobraga@hotmail.com Vinícius Munhoz Fraga vinicius.fraga@ifrj.edu.br Roberta Cristina Moreira Simões rcmsimoes@hotmail.com Marcus Vinícius Pereira marcus.pereira@ifrj.edu.br Giselle Rôças giselle.rocas@ifrj.edu.br <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: 0cm; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">El artículo tiene por objetivo analizar cómo se investiga el uso y producción de videos en trabajos presentados en la última década al Encuentro Nacional de Investigación en Educación en Ciencias (ENPEC) - Brasil, específicamente en dos áreas de producción: procesos, recursos y materiales educativos; y tecnologías de la información y la comunicación en la educación en ciencias. Con este análisis pretendemos identificar la relevancia o no de la temática en las áreas investigadas del evento, verificar los niveles en los que se están realizando la investigación, las instituciones educativas involucradas y qué disciplinas han utilizado más los videos como recursos educativos para, así, identificar el lugar que se ha colocado el tema en las investigaciones que involucran específicamente a las Matemáticas en ENPEC. La investigación se configura como una revisión bibliográfica del tipo estado del conocimiento. Se encontraron 34 artículos, lo que representa menos del 5% del total de artículos en el evento, y ninguno de ellos trata específicamente del uso y/o producción de videos en Matemáticas, aunque existen publicaciones específicas sobre Matemáticas en ese evento, pero en otros temas.</span></p> 2022-03-16T09:24:55-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11768 A arte de contar histórias: reflexões sobre a docência na Educação Infantil envolvendo o Ensino de Ciências 2022-03-16T16:55:37-03:00 Valéria da Silva Lima valeriaslima8910@yahoo.com.br Eduardo dos Santos de Oliveira Braga eduardo.braga@ifrj.edu.br Luiz Felipe Santoro Dantas santoro.luizfelipe@gmail.com Thiago Rodrigues de Sá Alves thiago.pigead@gmail.com Maylta Brandão dos Anjos maylta@yahoo.com.br <p>Este trabalho visa apresentar algumas reflexões sobre a arte de contar histórias na docência da Educação Infantil para as aprendizagens diversas, tendo em vista as interações e brincadeiras. Ancoramos este estudo em autores que versam sobre a Contação de histórias como Ilan Brenman e Fanny Abramovick. As relações com Ensino de Ciências serão apresentadas a partir de três livros de literatura infantil em que os diálogos entre fala, escuta, pensamento e imaginação são caminhos para o desenvolvimento integral dos sujeitos dessa primeira etapa da Educação Básica. Defendemos um ensino plural, dinâmico, democrático, participativo, literário e científico para as aprendizagens diversas e inserção da leitura nesta fase do ensino.</p> 2022-03-16T09:26:14-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12396 Reflexões sobre o Ensino de Física e a Educação em Direitos Humanos: Possibilidades e Desafios 2022-03-29T12:05:49-03:00 Paola dos Santos Balestieri paola.balestieri@gmail.com André Ary Leonel profandrefsc@yahoo.com.br <p class="western"><span style="font-family: 'Times New Roman', serif;"><span style="font-size: medium;">O estudo em questão apresenta um recorte de um trabalho de conclusão de curso de Licenciatura em Física, onde são abordadas reflexões acerca de um Ensino de Física em busca de uma formação plena dos estudantes e do professor, de modo que promova, por meio de conteúdos científicos, a problematização de questões que permeiam a nossa sociedade, buscando então a formação desses indivíduos como sujeitos de direitos, que saibam defender, garantir e reparar os direitos humanos. Visando pontuar as possibilidades e desafios de uma aproximação entre o Ensino de Física e a Educação em Direitos Humanos, foi elaborada uma sequência didática, que aplicada em uma turma do segundo ano do ensino médio de um colégio público, possibilitou estabelecer que o ensino de ciências que esteja despreocupado com a formação cidadã, está longe de desenvolver aspectos necessários para o desenvolvimento de uma sociedade mais justa. No entanto, ao caminhar na direção de um ensino em uma perspectiva da Educação em Direitos Humanos, os entraves educacionais, moldados para o insucesso da educação como mecanismo para a formação cidadã, se mostraram resistentes. </span></span></p> <p class="western" align="left">&nbsp;</p> 2022-03-16T09:27:38-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12690 A abordagem Ciência, Tecnologia e Sociedade no Ensino de Química: uma análise exploratória dos livros didáticos brasileiros e manuais escolares portugueses 2022-03-16T16:55:35-03:00 Thalles Pinto de Souza thallespsouza@gmail.com Maykon Gonçalves Müller maykon.ifsul@gmail.cm Cristina Maria Mesquita Gomes cmmgp@ipb.pt <p>A concepção de Ciência na sociedade atual (ainda) está imbricada nas ideias de neutralidade e isenção de falhas. Entretanto, episódios históricos colocaram à prova essas certezas, surgindo a necessidade de intervenção no desenvolvimento da Ciência por meio de mecanismos que possibilitem monitorar suas intersecções com a sociedade e a tecnologia. Logo, o enfoque Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) entendido como a transposição para o contexto escolar das discussões do movimento CTS, passa a integrar os currículos do Ensino de Ciências por volta de 1970. A fim de operacionalizar esses conhecimentos, o Livro Didático é um instrumento amplamente empregado na escola. Essa pesquisa objetivou analisar a articulação do enfoque CTS em livros brasileiros e portugueses do último ano do Ensino Médio/Secundário. A partir da metodologia de Análise de Conteúdo, identificamos que, de maneira geral, os livros apresentam com maior frequência trechos que englobam inovações científicas e tecnológicas. Todavia, as questões históricas que poderiam promover momentos de reflexão acerca da ciência e da tecnologia, foram encontradas em menor número. Sinalizamos a importância de investigações mais aprofundadas a fim de explorar (novas) problemáticas e soluções quanto a transposição dos saberes CTS nos livros, reafirmando a relevância do papel desempenhado por estes na escola.</p> 2022-03-16T09:28:30-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12516 Herança cultural da educação científica: a influência do professor de física na escolha pela docência 2022-03-16T16:55:34-03:00 Leandro da Silva Barcellos leandrobarcellos5@gmail.com Geide Rosa Coelho geidecoelho@gmail.com <p>Nosso objetivo é construir indícios para compreender como professores de Física do ensino médio influenciaram na escolha de estudantes pela Licenciatura em Física. Para tanto, realizamos entrevistas narrativas e de explicitação individualmente com três alunos de uma Universidade federal, no segundo semestre de 2019, nas quais buscamos resgatar a história desses sujeitos para identificar e descrever a influência de docentes na forma de marcas deixadas nas experiências enquanto estudantes da educação básica. Tais marcas podem ser entendidas como heranças culturais da educação científica. As entrevistas foram gravadas em áudio e analisadas qualitativamente por meio da Análise de Conteúdo, compreendendo cada narrativa como um micro-estudo de caso. A análise evidencia o caráter idiossincrático das heranças culturais, em que os docentes deixaram marcas de diferentes formas nas trajetórias dos licenciandos: no modo como lidava com as dificuldades de aprendizagem, utilização de métodos e estratégias diferentes do ensino expositivo, e pelo suporte conceitual oferecido. Tais marcas parecem ter influenciado na escolha pela Licenciatura em Física. A relação afetiva entre professor e aluno foi o elemento comum nas três histórias e influenciou na escolha pelo magistério, sinalizando para a importância da dimensão afetiva nos processos educativos.</p> 2022-03-16T09:29:09-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12622 Conhecimento Pedagógico do Conteúdo e Ensino de Química: Uma Revisão da Literatura 2022-03-16T16:55:33-03:00 Jean Michel dos Santos Menezes jmichelmenezes@gmail.com Sidilene Aquino de Farias sfarias@ufam.edu.br <p>Este trabalho tem por objetivo realizar uma revisão sistemática da literatura em produções fundamentadas no Conhecimento Pedagógico do Conteúdo (CPC) e no Ensino de Química e analisar as contribuições das pesquisas nessas vertentes. O levantamento foi realizado no primeiro bimestre de 2021 no Portal de Periódicos Capes/MEC e Catálogo de Teses e Dissertações da Capes, utilizando-se como como critérios de inclusão os trabalhos publicados nos últimos 10 anos e que possuíam relação com os temas, a partir disso foram analisadas por meio da Análise Textual Discursiva. Identificou-se o ano de 2015 com o maior número de publicações seguido de uma diminuição. A maior parte dos trabalhos são dissertações, sendo a região Sudeste com a maior concentração de estudos. As pesquisas utilizam com maior frequência questionário e entrevistas para coletarem seus dados. Trabalhos de natureza empírica se sobressaíram com 96,4%, os quais são realizadas principalmente com professores em formação inicial e atuantes na Educação Básica, todos com abordagem de pesquisa qualitativa. As pesquisas incentivam estudos em cursos de formação continuada, destacam a importância dos licenciandos terem momentos nos quais possam construir atividades de ensino e o CPC, e enfatizam a influência que os docentes formadores possuem no desenvolvimento do CPC nos futuros professores.</p> 2022-03-16T09:30:01-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11917 O estado do conhecimento das pesquisas sobre a Educação Infantil e o Ensino de Ciências no Brasil: um estudo a partir de dissertações e teses 2022-03-16T16:55:32-03:00 Caroline da Silva Paz carolinepaz_geo@yahoo.com.br João Carlos Pereira de Moraes joaomoraes@unipampa.edu.br Ana Lúcia Pereira ana.lucia.pereira.173@gmail.com <p>O presente artigo enseja analisar os caminhos que as pesquisas em Ensino de Ciências têm tomado quando discute intervenções com crianças da Educação Infantil. Para isso, realizou-se uma busca no banco de dados da Biblioteca Digital Brasileira de teses e Dissertações – BDTD, por meio dos descritores "ensino de ciências" AND "educação infantil”, encontrando-se 67 resultados. Após o estudo de alguns critérios de exclusão, elencou-se como <em>corpus</em> 20 trabalhos com sujeitos de pesquisa crianças da Educação Infantil e foco no ensino de ciências. Para organização e análise dos dados, utilizou-se a análise de conteúdo, em que foi possível identificar 3 categorias e algumas subcategorias. Nossos resultados apontam que as pesquisas enfatizam: (1) olhares direcionados a partir da perspectiva do professor e do Ensino de Ciências, com ausências da perspectiva da criança sobre o mundo e da Educação Infantil sobre o Ensino de Ciências; (2) Discutem conceitos em perspectivas mais transversais, porém não encontramos debates que evidenciem aspectos mais procedimentais e atitudinais do campo das ciências; (3) entre os saberes científicos, os debates sobre questões físico-químicas ainda são incipientes. Nessa perspectiva, cabe nas futuras pesquisas investirem em estratégias e abordagens que potencializem a cultura infantil e olhar da criança sobre a ciência.</p> 2022-03-16T09:31:06-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12403 O Discurso do Professor de Matemática sobre Metodologias de Ensino Empregadas em Sala de Aula 2022-03-16T16:55:31-03:00 Genilson Viana da Silva genilsonufpb@gmail.com Pedro Lucio Barboza plbcg@yahoo.com.br <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: 0cm; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">As metodologias usadas na sala de aula designam um conjunto de estratégias de ensino capazes de direcionar o processo de ensino aprendizagem. Neste estudo, o objetivo da pesquisa é analisar o discurso do professor de matemática sobre as metodologias de ensino empregadas em sala de aula. Empregamos a abordagem qualitativa. Os sujeitos da pesquisa são sete professores de matemática que ensinam cada um em escola pública e cidade diferente. Para isso, a coleta de dados, em virtude da pandemia, se deu por meio de entrevistas gravadas via áudios de whatsApp e transcritas na íntegra. Os resultados indicam que os discursos dos professores vão ao encontro de metodologias consideradas ativas, dentre estas a sala de aula invertida e a aprendizagem por resolução de problemas.</span></p> 2022-03-16T09:31:43-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11769 Ensino-Aprendizagem-Avaliação aliada ao uso de softwares: potencialidades para o ensino de trigonometria 2022-03-16T16:55:30-03:00 Ingrid Pereira da Silva ipsingrids@gmail.com Maria Arlita da Silveira Soares mariasoares@unipampa.edu.br <p>Este trabalho tem por objetivo analisar como se desenvolvem as etapas da metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação <em>através</em> da Resolução de Problemas, na aplicação de uma sequência de problemas de Trigonometria, utilizando tecnologias digitais como recurso. A escolha metodológica é de uma pesquisa qualitativa na forma de estudo de caso. A produção de dados deu-se por meio da elaboração e desenvolvimento de uma sequência de problemas com estudantes do 2º ano de uma escola da rede estadual de ensino. Durante a análise dos dados concluiu-se que foram desenvolvidas aulas em que os estudantes participaram ativamente na construção de seus conhecimentos, elaborando e testando conjecturas, discutindo relações e buscando generalizar os conteúdos/conceitos de trigonometria. Entende-se que uso do recurso tecnológico foi fundamental para que os estudantes tivessem autonomia para trocar ideias e discutir com os colegas, durante a resolução dos problemas. Porém, observou-se que as situações propostas precisam ser organizadas de modo que a elaboração de generalizações seja incentivada, caso contrário, tornam-se exercícios ao invés de problemas.</p> 2022-03-16T09:33:14-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12635 Utilização do instragran no ensino de Paleontologia 2022-03-16T16:55:50-03:00 Denilson Almeida da Silva denilsons77@gmail.com Luciano Artemio Leal luciano.artemio@uesb.edu.br <p>O avanço acelerado das tecnologias tem provocado mudanças na sociedade e na educação. A internet está se tornando uma das ferramentas mais utilizadas dentro do ambiente acadêmico. Com o surgimento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), novos ambientes de aprendizagem foram desenvolvidos. O uso das redes sociais tem crescido bastante entre os estudantes e essa ferramenta tem um grande potencial para contribuir no processo educacional. Nesse cenário encontra-se o professor, que enfrenta o desafio de conseguir a atenção dos alunos e realizar sua prática pedagógica com qualidade. Diante disso, o objetivo deste trabalho é analisar as contribuições de uma proposta pedagógica baseada no uso do Instagram como uma ferramenta para o ensino da disciplina Paleontologia por meio de publicações com imagens, vídeos e textos com o objetivo de chamar a atenção dos alunos durante o período letivo e avaliar suas contribuições no aprendizado dos mesmos. Concluiu-se que o uso do Instagram direcionado aos conteúdos da disciplina teve bons resultados em relação ao aprendizado dos alunos e contribuiu de forma significativa para a construção de conhecimento durante o semestre letivo.</p> 2022-03-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12450 Ensino por Investigação em aulas de Química: Construindo a argumentação através da problemática “Por que as bananas escurecem?” 2022-03-16T16:55:30-03:00 Ercila Pinto Monteiro monteiro@ufam.edu.br Renan Martins Libório renan_martinn@outlook.com Yana Bárbara da Silva Teixeira ybarbarateixeira@gmail.com Marcela da Silva Nascimento ybarbarateixeira@gmail.com <p>Neste relato apresentamos uma sequência de ensino investigativo - SEI a partir da questão motriz “Por que as bananas escurecem?” para a discussão do conceito de óxido-redução, que envolveu alunos do 5º período de Licenciatura em Química da Universidade Federal do Amazonas durante a realização da disciplina IEQ121 Experimentação para o Ensino de Química. Por meio da SEI, os estudantes foram encorajados a levantar hipóteses, a tomar consciência de seus erros, a fazer experimento comparativo, a construir novos conhecimentos e a fazer a articulação com outras situações reais, sem necessitar de um manual pré-determinado. A metodologia seguiu as contribuições teóricas de Carvalho et al (2013) para o ensino investigativo. Os resultados mostraram que a atividade mobilizou nos alunos o desenvolvimento de habilidades cognitivas potentes para resposta ao problema, sendo identificadas habilidades como: leitura, pesquisa, argumentação, questionamento e autonomia. Pode-se dizer que também houve a apropriação do conceito de óxido-redução por duas razões: (1) Identificação dos alunos de elementos envolvidos em uma reação de óxido-redução, como: agentes oxidantes e redutores, variação do NOX e fatores que influenciam na reação (como, temperatura, enzimas da banana) e (2) Articulação do conhecimento de óxido-redução com outras situações reais, por exemplo, produção da ferrugem, oxidação da batata, etc. Assim, o ensino por investigação possibilitou construir em sala efetivas aprendizagens que devem ser consideradas pelos professores de química.</p> 2022-03-16T09:34:27-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12638 A utilização de um microbiodigestor como recurso didático no ensino de química 2022-03-16T16:55:28-03:00 Ademir de Souza Pereira spademir@msn.com Tatiane de Oliveira Pereira tatianeop93@gmail.com Willian Ayala Correa willianayalacorrea@hotmail.com Antônio Costa Neto antonio.neto001@academico.ufgd.edu.br <p>Este relato de experiência apresenta os resultados de uma intervenção didática, desenvolvida com os alunos do segundo ano do ensino médio de uma escola pública do interior do estado de Mato Grosso do Sul; com o intuito de investigar propor discussões conceituais e científica a partir da perspectiva CTS, além de averiguar a potencialidade didática de um microbiodigestor. Realizamos a partir da constituição de uma sequência didática de quatro aulas intercaladas e acompanharam, por 18 dias, o funcionamento de protótipo microbiodigestor. Os resultados apontam que o microbiodigestor é material em potencial para ser trabalhado em aulas de química, pois possibilitou a argumentação e a reflexão sobre diversos conceitos e sociais. A partir do tema proposto e das argumentações dos grupos de alunos, foi possível perceber que a utilização de uma proposta didática envolvendo um microbiodigestor possui potencialidade didática para a abordagem CTS.</p> 2022-03-16T09:35:02-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12698 O Programa Residência Pedagógica e sua contribuição para os futuros docentes: Relatos de Experiência 2022-03-16T16:55:27-03:00 Luan Mesquita Guerra mezquita.luan@gmail.com Cássia Jannai de Albuquerque Silva cassiaalbque@gmail.com Peregrina Ferreira de Lima ferreiraperegrina46@gmail.com André Ricardo Ghidini andre.ghidini@ufac.br Jardely de Oliveira Pereira jardelyoliveira@hotmail.com <p class="Default" style="text-align: justify; text-justify: inter-ideograph;">O presente estudo consiste em relatos de experiência dos residentes pedagógicos do Colégio Acreano, os quais foram obtidos a partir dos métodos de observação estruturada, participação nas atividades de classe e conversação. O objetivo deste trabalho foi expressar os limites e desafios enfrentados pelos Residentes Pedagógicos do Colégio Acreano, diante o cenário de pandemia, através dos relatos obtidos e apresentados na seção de resultados do presente trabalho. A partir deles, foi possível notar as diferentes percepções dos residentes acerca do programa em pauta, no que tange ao desenvolver de suas atividades enquanto residentes, ao impacto do modelo de ensino do atual momento em sua prática, e o quão relevante é, os programas de formação inicial para os cursos de licenciatura, em destaque ao PRP.</p> 2022-03-16T09:35:44-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12369 Atividades autorais como elemento de inovação no contexto da pandemia de COVID - 19 2022-03-16T16:55:26-03:00 Leandro Lampe leandroolampe@gmail.com Claudia Smaniotto Barin claudiabarin@ufsm.br <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: 0cm; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman',serif;">A pandemia do Covid-19 trouxe consigo a necessidade do distanciamento social, tornando necessário repensar os processos de ensino e aprendizagem em todos os níveis de ensino. Nesse sentido, o presente artigo visa apresentar e discutir a experiência do uso das atividades autorais, como uma alternativa viável para inovar os processos avaliativos no âmbito do Ensino de Química. Embasados na metodologia da pesquisa baseada em design, buscou-se criar princípios de design para solucionar o desafio da avaliação on-line. Para isso, implementou-se ao longo do segundo semestre letivo atividades semanais para 62 estudantes de graduação, regularmente matriculados na disciplina QMCxxxx. Como instrumento de coleta de dados foram utilizadas as atividades avaliativas, assim como um questionário com questões abertas e fechadas, disponibilizado ao final da disciplina. Os resultados apontam para o engajamento dos estudantes durante o semestre letivo, bem como o reconhecimento destes da importância desse formato avaliativo na construção da aprendizagem.</span></p> 2022-03-16T09:36:30-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12699 O lixo eletrônico e seus riscos à saúde: uma abordagem voltada para a Educação Básica 2022-03-16T16:55:49-03:00 Kauany Andressa de Oliveira Souza kauanyandressa123@gmail.com lcides Loureiro Santos alcides.santos@ufac.br <p>As metodologias de ensino consideradas tradicionais estão sendo gradativamente substituídas por novas abordagens de ensino, de modo a integrar diversas áreas do conhecimento por meio de determinados temas. A temática do lixo eletrônico, presente na proposta do novo Currículo do estado do Acre, busca desenvolver competências e habilidades que estimulem o estudante a pensar de forma crítica e reflexiva, além de identificar os riscos à saúde causados pela composição química de objetos do cotidiano. Este trabalho tem como objetivo relatar como a aplicação de uma aula desenvolvida à luz da BNCC, trabalhando os riscos à saúde das pessoas e do meio ambiente, enfatizado os conhecimentos químicos envolvidos.&nbsp; A aula foi realizada de forma remota e contou com a participação de estudantes de química, professores da UFAC e de outras instituições. Percebeu-se que os estudantes não possuíam conhecimento prévio sobre o assunto e que não descartavam adequadamente o lixo eletrônico. Por meio de um questionário, verificou-se que mesmo após a discussão da temática na aula, nem todos os participantes se demonstraram conscientes dos impactos negativos causados pela omissão quanto ao manuseio e o descarte inadequado dos resíduos eletrônicos.</p> 2022-03-16T00:00:00-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/11895 Estratégias práticas de ensino sobre insetos para alunos dos anos iniciais do ensino fundamental 2022-03-16T16:55:25-03:00 Andréa Inês Goldschmidt andreainesgold@gmail.com Daniela da Silva Castiglione danielacastiglioni@yahoo.com.br Sabrina Antunes Ferreira sabrinaantunesferreira@hotmail.com Ariadne de Freitas Leonardi ariadneleonardi@hotmail.com <p>Oportunizar um ensino de ciências mais prático e didático possível pode ser mais atrativo e facilitador para o aluno aprender. O artigo objetivou elaborar, desenvolver e validar uma estratégia didática sobre a temática inseto para anos iniciais do ensino fundamental, oportunizando a compreensão das características deste grupo animal; bem como esclarecer a acerca da importância dos insetos na manutenção do equilíbrio do meio. Estas foram desenvolvidas com 165 alunos do primeiro ao quinto ano do ensino fundamental de uma escola pública do município de Palmeira das Missões, RS. Os resultados provenientes de um questionário, foram submetidos à análise de conteúdo e categorização e evidenciaram sobre o que os alunos mais gostaram e aprenderam nas atividades. Os estudantes destacaram os conhecimentos aprendidos sobre as características que identificam os insetos (sejam, as partes do corpo, metamorfose, representantes ou exoesqueleto), seguido da experiência em observar as abelhas, a atividade envolvendo a polinização e o jogo desenvolvido ao ar livre. Os resultados evidenciam que as atividades desenvolvidas foram todas citadas, em maior ou menor quantidade, podendo-se inferir que a sequência didática foi importante e proveitosa, contando com o envolvimento dos alunos, proporcionando um processo de ensino aprendizagem eficaz e prazeroso.&nbsp;</p> 2022-03-16T09:38:03-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12649 Ensino de Química e Aprendizagem Significativa: uma proposta de Sequência Didática utilizando materiais alternativos 2022-03-16T17:52:25-03:00 Blanchard Silva Passos blanchard.passos91@aluno.ifce.edu.br Ana Karine Portela Vasconcelos karine@ifce.edu.br Felipe Alves Silveira felipesilveiraquimica@gmail.com <p>A realização de atividades experimentais contextualizadas com o cotidiano dos estudantes é um recurso essencial para a aprendizagem de Química. O presente trabalho tem como objetivo propor uma Sequência Didática (SD) abordando Atividades Experimentais com materiais alternativos tendo a Teoria da Aprendizagem Significativa (TAS) como embasamento teórico. Compreende-se que quando aulas teóricas e atividades experimentais se utilizam dos pressupostos da TAS, elas apresentam um grande potencial para obtenção de resultados mais efetivos, pois proporcionam o entendimento dos conceitos, além de incentivar a atenção e o protagonismo dos estudantes na busca do conhecimento. Deste modo, busca-se colaborar com o trabalho docente por meio de uma abordagem que explora a utilização de materiais alternativos de baixo custo e fácil obtenção.</p> 2022-03-16T09:38:47-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12744 Automedicação: uma proposta para o Ensino de Física a partir da perspectiva da Educação CTS 2022-03-16T16:55:24-03:00 Lucas Pacheco lucascarvalhopacheco@hotmail.com Miliane Tonato Mortari miliane.mortari@hotmail.com <p class="ResumoRevista" style="margin-bottom: .0001pt; text-indent: 0cm;"><span style="font-size: 12.0pt; font-family: 'Times New Roman','serif';">O tema “Automedicação” é considerado um tema de saúde pública, na qual tem inúmeras implicações em nossa sociedade. Desta forma, torna-se relevante apresentar e desenvolver este tema em sala de aula. Com este presente trabalho, almeja-se apresentar uma proposta didática em sintonia com a perspectiva da Educação CTS, em que tem como base o tema “Automedicação”. Tal proposta visa ser um instrumento potencializador de aulas reflexivas, críticas e interdisciplinares.</span></p> 2022-03-16T09:39:29-03:00 ##submission.copyrightStatement## https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/RIS/article/view/12825 Como está sendo o agora? Aprendizagens na travessia da pandemia da Covid-19 2022-03-16T16:55:23-03:00 Marcel Jardim Amaral amaral.marcel@yahoo.com <p>Este espaço reflexivo se trata de uma resenha crítica do livro “Como está sendo o agora? Aprendizagens na travessia da pandemia da Covid-19”, de Vilmar Alves Pereira. Nesta obra, composta de quatro ensaios podemos observar uma produção ontoepistemológica que analisa criticamente os impactos da covid-19, em todas as dimensões que envolvem a vida humana e não humana. Além disso, o autor também se preocupou com as práticas de ensino e de aprendizagem na educação básica sugerindo a necessidade de outras formas de ensinar e aprender com a EA. Ao resenhar esta obra, percebeu-se que o amanhã irá depender de como está sendo o agora e que a EA crítica e transformadora pode em todas as instâncias proporcionar possibilidades de rompimento com as anomalias do sistema de descuido com a vida.</p> 2022-03-16T09:40:17-03:00 ##submission.copyrightStatement##