PRINCIPAIS DOENÇAS QUE AFETAM BOVINOS LEITEIROS PERTENCENTES A AGRICULTURA FAMILIAR DIAGNOSTICADAS NO SUDOESTE DO PARANÁ, BRASIL

  • Jane Karlla Oliveira Matos Prado Universidade Federal da Fronteira Sul. Campus Realeza
  • Jucemara Madel Medeiros Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Fernanda Bresolin Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Leonardo Gruchouskei
  • Fabiana Elias

Resumo

A agricultura familiar é responsável pela maior parte da produção leiteira do Brasil, e é predominante na região sudoeste do Paraná. Entretanto ocorre um reflexo negativo das doenças sobre o bem-estar dos animais, promovendo impacto econômico sobre as propriedades rurais, fruto de agravos sanitário. São escassos os trabalhos científicos sobre as afecções dos bovinos na região, dificultando a avaliação dos rebanhos regional como um todo, impedindo assim a orientação técnica adequada aos produtores e veterinários da região. Nesse contexto destaca-se o exame necroscópico e histopatológico como meios de identificar as doenças, antes subdiagnosticadas. O objetivo do presente estudo foi identificar as principais afecções de bovinos leiteiros na região sudoeste do Paraná. Para isso, foram analisados relatórios de necropsias de março de 2012 a junho de 2018, bem como foram realizados exames necroscópicos de bovinos a campo. Foram contabilizados 99 bovinos, sendo que o sexo mais prevalente foi de fêmeas. As principais causas de morte identificadas foram a reticulopericardite traumática, a reticuloperitonite traumática, seguidas de Atelectasia fetal e Leucose enzoótica bovina.  O estudo das doenças de bovinos deve continuar, para abranger um maior número de bovinos na região, permitindo contribuir para o desenvolvimento de estratégias de controle e profilaxia das doenças.
Publicado
14-09-2018
Como Citar
PRADO, Jane Karlla Oliveira Matos et al. PRINCIPAIS DOENÇAS QUE AFETAM BOVINOS LEITEIROS PERTENCENTES A AGRICULTURA FAMILIAR DIAGNOSTICADAS NO SUDOESTE DO PARANÁ, BRASIL. JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, [S.l.], v. 1, n. 8, set. 2018. ISSN 2526-205X. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/JORNADA/article/view/8757>. Acesso em: 16 jan. 2019.