SÍNDROMES HIPERTENSIVAS GESTACIONAIS (SHG): ANÁLISE DA CORRELAÇÃO CLÍNICA COM AS REPERCUSSÕES DO LEITO VASCULAR PLACENTÁRIO DE GESTANTES DE ALTO RISCO

  • Bianca Devens Oliveira UFFS
  • Bruna Laís Hardt UFFS
  • Maiara Vanusa Guedes Ribeiro
  • Débora Tavares de Resende e Silva
  • Érica de Brito Pitilin

Resumo

As síndromes hipertensivas gestacionais (SHG) são caracterizadas pelo aumento da pressão arterial que se manifesta somente na gravidez, onde os níveis pressóricos apresentam-se iguais ou acima de 140/90 mmHg. As SHG são classificadas em Hipertensão Arterial Crônica (HAC), Hipertensão Crônica sobreposta à Pré-eclâmpsia, Hipertensão Gestacional (HG), Pré-eclâmpsia (PE) e Eclâmpsia. O objetivo deste estudo é caracterizar gestantes com diagnóstico de SHG; Verificar a relação entre a suplementação com cálcio e os fatores preditivos da pressão arterial materna por meio dos parâmetros bioquímicos dos hormônios reguladores: fator hipertensivo da paratireóide (PHF), paratormônio (PTH) e verificar a contribuição do sistema purinérgico. Pesquisa de caráter intervencional, longitudinal, com análise quantitativa, realizada em uma clínica no oeste catarinense. O período da coleta de dados e de sangue ocorreu entre janeiro a junho de 2018. As SHG indicam uma necessidade na abordagem das gestantes pela equipe de saúde, pois é de suma importância identificar as gestantes de alto risco, para que se possa realizar um pré-natal pertinente, para conseguinte ter se um bom desfecho no parto e puerpério.
Publicado
17-09-2018
Como Citar
OLIVEIRA, Bianca Devens et al. SÍNDROMES HIPERTENSIVAS GESTACIONAIS (SHG): ANÁLISE DA CORRELAÇÃO CLÍNICA COM AS REPERCUSSÕES DO LEITO VASCULAR PLACENTÁRIO DE GESTANTES DE ALTO RISCO. JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, [S.l.], v. 1, n. 8, set. 2018. ISSN 2526-205X. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/JORNADA/article/view/8725>. Acesso em: 16 jan. 2019.