AS “CRISES DE ABASTECIMENTO” NO OESTE CATARINENSE

  • Fabiane Ripplinger Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Chapecó
  • Ricardo Alberto Scherma

Resumo

Composta por 118 municípios, o oeste catarinense possui cerca de 1,27 milhão de habitantes (2016), predominantemente de base agroindustrial e atividades primárias. Esta pesquisa concentrou-se em investigar as “crises de abastecimento” de insumos no oeste catarinense, sendo esta uma das regiões com maior produção de insumos do estado, porém com essas “crises” houve a necessidade de trazer estes insumos de outras regiões brasileiras para abastecer o comércio local, encarecendo muito os produtos.

##submission.authorBiography##

Fabiane Ripplinger, Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Chapecó
Graduanda em Geografia pela Universidade Federal da Fronteira Sul-Campus Chapecó, bolsista de iniciação científica no  grupo Getese/UFFS. 
Publicado
13-09-2018
Como Citar
RIPPLINGER, Fabiane; SCHERMA, Ricardo Alberto. AS “CRISES DE ABASTECIMENTO” NO OESTE CATARINENSE. JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, [S.l.], v. 1, n. 8, set. 2018. ISSN 2526-205X. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/JORNADA/article/view/8715>. Acesso em: 20 jan. 2019.