USO DO TESTE DE MICRONÚCLEO PARA AVALIAÇÃO DE GENOTOXICIDADE CAUSADA POR EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS EM ORGANISMOS NÃO ALVO, USANDO ANFÍBIOS COMO ANIMAL TESTE

  • Vrandrieli Jucieli Skovronski Universidade Federal da Fronteira Sul
  • Alexandre Folador
  • Natani Macagnan
  • Camila Fatima Rutkoski
  • Marilia Teresinha Hartmann

Resumo

Fipronil é um n-fenilpirazol de suspensão concentrada amplamente utilizado na agricultura para controle de insetos e pragas. É classificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária como altamente tóxico (classe toxicológica II), apresentando elevada toxicidade para peixes, pássaros e invertebrados aquáticos. Neste contexto, objetivo deste estudo foi avaliar a genotoxicidade do inseticida fipronil em um organismo modelo, o anfíbio Physalaemus gracilis (Anura: Leptodactylidae). Foi utilizada a formulação comercial contendo 250 g/L de ingrediente ativo fipronil. Para obtenção dos girinos, foram coletadas desovas totais na natureza e desenvolvidas em condições controladas de laboratório até atingirem o estágio 25 de Gosner. Foram realizados ensaios crônicos (168 horas), em triplicata, com 10 girinos por recipiente. Testou-se 5 concentrações de fipronil ambientalmente relevantes e foi feito um controle negativo.  Determinou-se a genotoxicidade pela análise da frequência de micronúcleos em 1000 eritrócitos de cada girino. Foram analisadas 91201 células e ocorreu indução de micronúcleos em todas as concentrações testadas de fipronil, sendo significativo em relação ao controle nas concentrações de 500 e 1500 mg/L. Conclui-se que a formulação testada tem potencial de induzir micronúcleo em Physalaemus gracilis, porém,  são necessários mais estudos sobre os efeitos das formulações de fipronil em organismos não-alvo.
Publicado
13-09-2018
Como Citar
SKOVRONSKI, Vrandrieli Jucieli et al. USO DO TESTE DE MICRONÚCLEO PARA AVALIAÇÃO DE GENOTOXICIDADE CAUSADA POR EXPOSIÇÃO A AGROTÓXICOS EM ORGANISMOS NÃO ALVO, USANDO ANFÍBIOS COMO ANIMAL TESTE. JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, [S.l.], v. 1, n. 8, set. 2018. ISSN 2526-205X. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/JORNADA/article/view/8704>. Acesso em: 20 jan. 2019.