A NATUREZA DA JUSTIÇA E SUA APLICAÇÃO NA ÉTICA NICOMAQUEIA DE ARISTÓTELES

  • Rafael Vockes UFFS
  • JULIANO PACCOS CARAM

Resumo

A justiça é de extrema relevância para a teoria ético-política aristotélica, para compreender o conceito de justiça, suas distinções e aplicabilidade, faz-se necessária a leitura e interpretação do Livro V da obra “A Ética a Nicômaco”. Aristóteles amplia a discussão da justiça e vai além de seus antecessores, definindo a justiça como uma virtude completa, ou seja, que torna o homem plenamente realizado na vida política. Quando se trata das escolhas particulares leva-se em consideração uma espécie da virtude, e quando as ações correspondem ao outro, ou a ações exteriores, estamos diante da justiça. O filósofo amplia a discussão da justiça para além daquela feita por seus antecessores, tornando uma teoria política prática.
Publicado
13-09-2018
Como Citar
VOCKES, Rafael; CARAM, JULIANO PACCOS. A NATUREZA DA JUSTIÇA E SUA APLICAÇÃO NA ÉTICA NICOMAQUEIA DE ARISTÓTELES. JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, [S.l.], v. 1, n. 8, set. 2018. ISSN 2526-205X. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/JORNADA/article/view/8673>. Acesso em: 16 jan. 2019.