PROMOVENDO A SAÚDE DE IDOSOS: REFLEÇÕES SOBRE O VIVER SAUDÁVEL DIANTE DA HIPERTENSAO E DA DIABETES

  • Emanuelly Martins Universidade Federal da Fronteira Sul

Resumo

A educação em saúde é importante para promover a qualidade de vida na comunidade, visando discutir sobre temas que devem ser planejados conforme as necessidades da população assistida. Durante atividades teórico práticas, do 6º período de enfermagem, da Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS, surgiu a oportunidade e necessidade de realizar atividade educativa com o grupo de hipertensos e diabéticos, do bairro Jardim América, no município de Chapecó/SC, no segundo semestre de 2017. Neste contexto, tem-se como objetivo compartilhar a experiência das acadêmicas de enfermagem, na realização de uma atividade educativa para idosos hipertensos e diabéticos. Para tanto, as acadêmicas iniciaram o planejamento da educação em saúde, escolhendo temáticas a serem trabalhadas quanto ao viver saudável diante da hipertensão e diabetes. Foram confeccionados convites e entregues na comunidade com o apoio das agentes comunitárias de saúde do bairro. A partir de então, com direcionamento da docente responsável pelo grupo de estudantes, optou-se por realizar reflexões sobre uma vida saudável, compartilhando acerca da importância de realizar exercícios físicos, bem como sobre os benefícios de uma dieta hipossódica e hipoglicemica. O encontro aconteceu no salão paroquial de uma igreja do bairro, no período vespertino, contando com aproximadamente 20 idosos, que mesmo diante da intensa chuva, saíram de suas casas para participar. Os idosos sentaram-se em círculos e de forma informal e descontraída, foi discutido as temáticas propostas, com intensa participação dos envolvidos, que tiveram a oportunidade de expor suas vivencias e cuidados quanto a alimentação saudável e pratica de exercícios físicos. Após, foi apresentado uma receita de um bolo de maça, com ingredientes saudáveis, saboroso e de baixo custo, e também de um chá de uso fitoterápico, cuja planta denomina-se de Melão São Caetano, com o intuito de agregar métodos alternativos de cuidados não medicamentosos, onde todos tiveram a oportunidade de degustar o bolo e o chá, que foram aprovados pelos participantes. Ao término da atividade educativa, todos os idosos foram convidados a aferir a pressão arterial e a realizar o cálculo do IMC, com verificação do peso e altura. A realização da atividade foi de grande importância para os idosos, que participaram ativamente de todo o processo. Para as estudantes de enfermagem contribuiu intensamente para a formação acadêmica, pois além de proporcionar a necessidade do estudo das patologias envolvidas, também foi um rico momento de estabelecer parcerias com os profissionais da Saúde da Família e com a comunidade, tendo ainda a oportunidade de desenvolver a criatividade, o trabalho em equipe e diminuir a timidez ao falar em público. Por fim, a realização de educação em saúde acarreta benefícios para o público assistido, como também para os acadêmicos envolvidos no processo, sendo um rico momento de empoderamento da comunidade para o auto cuidado.
Publicado
16-03-2018
Como Citar
MARTINS, Emanuelly. PROMOVENDO A SAÚDE DE IDOSOS: REFLEÇÕES SOBRE O VIVER SAUDÁVEL DIANTE DA HIPERTENSAO E DA DIABETES. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, mar. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/7499>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Saberes e Práticas de Atenção à Saúde