FORTALECIMENTO DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA GESTÃO DA SAÚDE: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Lindinalva Dantas dos Santos Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
  • Luana Idalino da Silva Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
  • Eliane Raimunda da Nobriga Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
  • Márcia Almeida Marques Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB

Resumo

Este estudo tem como objetivo relatar a experiência vivenciada por uma equipe gestora na realização de audiências públicas para construção do Plano Municipal de Saúde. Trata-se de um relato de experiência desenvolvido entre os meses de julho e agosto de 2017, pela equipe de planejamento da Secretaria Municipal de Saúde de São Bento-PB, na construção do instrumento de gestão que norteia as ações municipais de saúde e possui uma vigência de quatro anos. Foram realizadas cinco audiências em comunidades populosas e de maior vulnerabilidade do município, uma delas localizada na zona rural com população quilombola e três na zona urbana. Os encontros aconteceram em ambientes abertos, assim estiveram presentes cerca de 200 usuários, dentre eles, líderes comunitários e profissionais das Estratégias de Saúde da Família. Inicialmente, a líder do grupo apresentou a finalidade da audiência, em seguida explicou sobre a dinâmica das discussões e finalmente abriu-se espaço para os moradores apresentarem suas opiniões, insatisfações e sugestões. Diversos aspectos foram abordados, dentre eles: necessidade de ampliação da oferta de profissionais especializados, dificuldade na manutenção e distribuição de equipamentos odontológicos, adequação de estrutura das unidades básicas de saúde, ausência de ações para crianças portadoras de deficiência, irregularidade da distribuição de medicamentos psicotrópicos e outros de uso contínuo e ausência de esgotamento sanitário em um bairro. As contribuições foram registradas e subsidiaram a elaboração das diretrizes, objetivos e metas do Plano Municipal de Saúde 2018-2021. Fomenta-se, desse modo, o diálogo com as comunidades, na busca pela expressão das necessidades da população são- bentense, a verificação em campo das condições de saúde, a compreensão das singularidades de cada localidade, respeitando a cultura e os saberes tradicionais e de saúde. Desta forma, foi fundamental a participação dos usuários como sujeitos ativos no processo gestão da saúde, indo além do conselho municipal e da conferência municipal de saúde. Permitindo assim, a construção um Plano Municipal de Saúde que considere as características estruturais, epidemiológicas e culturais, que busque atender os princípios do SUS, as prioridades do governo, e principalmente os anseios indicados pela população. Portanto, através do planejamento em saúde como uma ferramenta de intervenção na realidade e do fortalecimento da participação social poderemos ofertar ações e serviços de saúde que promovam melhores condições de vida e de saúde para a população.     Palavras-chave: Gestão em saúde; Participação Social; Planejamento em saúde.  

Biografia do Autor

Luana Idalino da Silva, Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
Enfermeira graduda pela UFCG; Especialista em Avaliação de Serviços de Saúde pela UFCSPA, Especialização em Preceptoria no SUS em andamento pelo Hospital Sírio Libanês
Eliane Raimunda da Nobriga, Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
Enfermeira, Especialista em Enfermagem ObstétricaEliane Raimunda da Nobriga
Márcia Almeida Marques, Secretária Municipal de Saúde de São Bento-PB
Cirurgiã-dentista, Especialista em Saúde Pública
Publicado
21-03-2018
Como Citar
DOS SANTOS, Lindinalva Dantas et al. FORTALECIMENTO DA PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA GESTÃO DA SAÚDE: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, mar. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/7362>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Planejamento e Gestão dos Sistemas de Saúde