EFICÁCIA DA QUIROPRAXIA NO TRATAMENTO DA SINTOMATOLOGIA DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

  • Mendonça Custódio Martins Custódio Mendonça Faculdade Montes Belos

Resumo

Resumo: Objetivo: Analisar os efeitos da técnica de quiropraxia no tratamento de hérnia de disco lombar, usando a Escala Visual Analógica de dor (EVA). Método: O estudo foi de caráter experimental do tipo quantitativo, na qual a coleta de dados e o estudo foram desenvolvidas na Clinica de Fisioterapia e Ortopedia Montebelense Ltda, situada na rua aporé, nº 843 em São Luís de Montes Belos - GO. Participaram da pesquisa 10 indivíduos, acometidos de hérnia de disco lombar. Os instrumentos de coleta de dados foram questionário contendo perguntas relacionadas às atividades de vida diária dos pacientes selecionados para pesquisa, ficha de avaliação postural, sendo observado e avaliado os seguintes intens: vista anterior, lateral e posterior, observando as assimetrias posturais de cada paciente. Para avaliação da dor utilizou a Escala Visual Analógica (EVA) de dor. Foi utilizado também, ficha de avaliação quiroprática observando o relato principal da dor se houve tratamento pregresso de quiropraxia, presença de fraturas ou se vítima de acidentes automobilísticos. A avaliação funcional foi realizada de modo que houve uma pressão digital com o polegar em direção à coluna vertebral, com uma ênfase maior na região lombar onde o ponto alvo são os processos transversos das vértebras, com identificação dos pontos dolorosos na coluna vertebral e, posteriormente foi realizada a marcação dos pontos referidos no Gráfico dos Efeitos de Desalinhamentos da Coluna Vertebral, no qual foram realizado 10 sessões sendo aplicadas três vezes semanais. A análise estatística utilizou-se o programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS) com intervalo de confiança de 95% em todos os cálculos. Em todos os testes estatísticos foram aceitos como significantes, valores de p≤0,05. Resultados: As técnicas de quiropraxia foram eficazes em amenizar o quadro da sintomatologia de dor em todos os indivíduos submetidos a pesquisa, onde promoveu uma satisfatória qualidade de vida nesses pacientes por exonerar esse quadro álgico de dor no final do tratamento.   Os resultados demonstrados com o presente estudo estabelecem um meio de tratamento, que possa ser incrementado junto a outros tratamentos terapêuticos visando a diminuição dos sintomas da hérnia de disco lombar. Conclusão: A quiropraxia demonstra eficácia imediata no tratamento da sintomatologia da hérnia de disco lombar. Todavia, mostra a média inicial de dor relatada por todos os pacientes, no total de 7,6 de acordo com a EVA (Escala Visual Analógica de Dor), e a média final que podemos observar a exoneração da dor demonstrando nota 0 na EVA (Escala Visual Analógica de Dor). No entanto, as manipulações quiropraxicas fornecem alívio de dor, devolvendo a estes indivíduos a dignidade de viver com qualidade no meio psicossocial, familiar e trabalho.   Palavras-chave: Deslocamento do Disco Intervertebral, técnicas quiropráticas, tratamento conservador

##submission.authorBiography##

Mendonça Custódio Martins Custódio Mendonça, Faculdade Montes Belos
Resumo: Objetivo: Analisar os efeitos da técnica de quiropraxia no tratamento de hérnia de disco lombar, usando a Escala Visual Analógica de dor (EVA). Método: O estudo foi de caráter experimental do tipo quantitativo, na qual a coleta de dados e o estudo foram desenvolvidas na Clinica de Fisioterapia e Ortopedia Montebelense Ltda, situada na rua aporé, nº 843 em São Luís de Montes Belos - GO. Participaram da pesquisa 10 indivíduos, acometidos de hérnia de disco lombar. Os instrumentos de coleta de dados foram questionário contendo perguntas relacionadas às atividades de vida diária dos pacientes selecionados para pesquisa, ficha de avaliação postural, sendo observado e avaliado os seguintes intens: vista anterior, lateral e posterior, observando as assimetrias posturais de cada paciente. Para avaliação da dor utilizou a Escala Visual Analógica (EVA) de dor. Foi utilizado também, ficha de avaliação quiroprática observando o relato principal da dor se houve tratamento pregresso de quiropraxia, presença de fraturas ou se vítima de acidentes automobilísticos. A avaliação funcional foi realizada de modo que houve uma pressão digital com o polegar em direção à coluna vertebral, com uma ênfase maior na região lombar onde o ponto alvo são os processos transversos das vértebras, com identificação dos pontos dolorosos na coluna vertebral e, posteriormente foi realizada a marcação dos pontos referidos no Gráfico dos Efeitos de Desalinhamentos da Coluna Vertebral, no qual foram realizado 10 sessões sendo aplicadas três vezes semanais. A análise estatística utilizou-se o programa Statistical Package for Social Sciences (SPSS) com intervalo de confiança de 95% em todos os cálculos. Em todos os testes estatísticos foram aceitos como significantes, valores de p≤0,05. Resultados: As técnicas de quiropraxia foram eficazes em amenizar o quadro da sintomatologia de dor em todos os indivíduos submetidos a pesquisa, onde promoveu uma satisfatória qualidade de vida nesses pacientes por exonerar esse quadro álgico de dor no final do tratamento.   Os resultados demonstrados com o presente estudo estabelecem um meio de tratamento, que possa ser incrementado junto a outros tratamentos terapêuticos visando a diminuição dos sintomas da hérnia de disco lombar. Conclusão: A quiropraxia demonstra eficácia imediata no tratamento da sintomatologia da hérnia de disco lombar. Todavia, mostra a média inicial de dor relatada por todos os pacientes, no total de 7,6 de acordo com a EVA (Escala Visual Analógica de Dor), e a média final que podemos observar a exoneração da dor demonstrando nota 0 na EVA (Escala Visual Analógica de Dor). No entanto, as manipulações quiropraxicas fornecem alívio de dor, devolvendo a estes indivíduos a dignidade de viver com qualidade no meio psicossocial, familiar e trabalho.   Palavras-chave: Hérnia de disco lombar, quiropraxia, tratamento

Referências

1. ANDREWS, E.; COURTENAY, A. Os fundamentos da quiropraxia de Mctimoney. Edição única. Editora Nova Era. São Paulo, 2005.

2. BULHÕES, J. R.; IRINEU, T. P.; MASINI, M.; CARVALHO, G. A. Eficiência dos métodos fisioterapêuticos de reabilitação no pós-operatório de hérnia de disco lombar. São Paulo: Revista Copyright Moreira Jr, 2007.

3. CHAPMAN-SMITH, D. A. Quiropraxia: uma profissão na área da saúde: educação, prática, pesquisa e rumos futuros. São Paulo: Anhembi Morumbi, 2001.

4. CHILIBECK, P. D; CORNISH, S. M; SCHULTE, A; JANTZ, N; MAGNUS, C. R. A; SCHWANBECK, S; JUURLINK, B. H. J. The Effect of Spinal Manipulation on Imbalances in Beg Strength. J Can Chiropr Assoc, 2011.

5. CIENA, A. P.; CUNHA, N.B.; MOESCH, J.; MALLMANN, J. S.; CARVALHO, A. R.; MOURA, J.; BERTOLINI, G. R. F. Efeitos do ultra-som terapêutico em modelo experimental de ciatalgia. São Paulo: Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 2009.

6. DANGELO, J. G.; FATTINI, C. A. Anatomia básica dos sistemas orgânicos: com a discrição dos ossos, junturas, músculos, vasos e nervos. 1ª ed. Editora Atheneu, São Paulo. P.372, 373. 2005.

7. ESTADT, G. M, Chiropractic/rehabilitative management of post-surgical disc herniation: Aretrospective case report. Journal of Chiropractic Medicine Volume 3, 2004.

8. FALAVIGNA, A.; NETO, O. R.; BOSSARDI, J.; HOESKER, T.; GASPERIN, P. C.; SILVA, P. G.; TALES, P. G. Qual a relevância dos sinais e sintomas no prognóstico de pacientes com hérnia de disco lombar. São Paulo: Ed. Coluna/Columna, 2010.

9. GLOBE, G. A; MORRIS, C. E; WHALEN, W. M; FARABAUGH, R. ; HAWK, C. Chiropractic Management of Low Back Disorders: Report From a Consensus Process. Journal of Manipulative and Physiological Therapeutics, 2008.

10. GREATHOSE JÚNIOR, J. E. Conservative management of a patient with lumbar disc disease: averting lumbar disc surgery. Jounal of chiropractic medicine v. 4, n 3, p. 162-176, Out. 2005.

11. GOULD, J. A. Fisioterapia na ortopedia e na medicina do esporte. 2 ed. Editora Manole Ltda. São Paulo. P. 517. 1993.

12. HAMMER, C. J. Chiropractic management and rehabilitation of a 38-year-old male with an L5-S1 disc herniation. Journal Of Chiropractic Medicine, 2004.

13. HARVEY, M. P; WYND, S; RICHARDSON, L; DUGAS, C; DESCARREAUX, M. Learning Spinal Manipulation. The Journal of Chiropractic Education, Vol. 25, No. 2, 2011.

14. HENNEMAN, S. A.; SCHUMACHER, W. Hérnia de Disco Lombar: Revisão de Conceitos Atuais. Revista Brasileira de Ortopedia. V. 29, n. 3, 1994.

15. HUBBARD, T. A; CRISP, C. A; VOWLES, B. Upper Cervical Chiropractic Care for a 25 year-old Womam, with Myoclonic Seizures. Journal of Chiropractic Medicine, 2010.

16. JOHNSTON, C.; PAGLIOLI, E. B.; PAGLIOLI, E. B. Escore functional e de dor após cirurgia de hérnia de disco lombar e fisioterapia precoce. Porto Alegre: Ed. Scientia Medica, 2006.

17. KAPANDJI, A. I. Fisiologia Articular. 6ª ed, v3. Editora Guanabara Koogan S. A. Rio de Janeiro. P. 10 - 14 - 22 – 24, 2008.

18. KENDALL, F.P.; Mc CREARY, E. K.; PROVANEE, P. G.; RODGERS, M. M.; ROMANI, W. A. Provas e funções. 2º ed. Editora Manole, São Paulo. P. 89. 2007.

19. KONGSTED, A; LEBOUF – YDE, C. The Nordic back pain subpopulation program: Can low back pain patterns be predicted from the first consultation with a chiropractor? A longitudinal pilot study. BioMed Central, Chiropractic & Osteopathy, 2010.

20. NEGRELLI, W. F. Hérnia Discal: Procedimentos de Tratamento. Acta Ortopédica Brasileira. V.9, n. 4, 2001.

21. MACÊDO, L. C; RIBEIRO, C. D; JUNIOR, J. R. S; JÚNIOR, W. R. S; VASCONCELOS, D. A. Efeitos Imediato da Quiropraxia na Hérnia de Disco Cervical: Estudo de Caso. Campina Grande: Revista Tema v 7, 2008.

22. MORNINGSTAR, M. W. Improvement of Lower Extremity Electrodiagnostic Findings Following a Trial of Spinal Manipulation and motion-based therapy. BioMed Central, Chiropractic & Osteopathy, 2006.

23. NETO, J. F. R.; FARIA A. A.; FIGUEIRO, M. F. S. Medicina complementar e alternativa: utilização pela comunidade de montes claros, Minas Gerais. Minas Gerais: Rev. Assoc Med Bras, 2009.

24. OLIVEIRA, A. S.; MACÊDO, L. C.; JUNIOR, J. R. S.; JÚNIOR, W. R. S.; VASCONCELOS, D. A. Efeitos do tratamento de quiropraxia sobre pacientes portadores de Espondiloartrose. Rio de Janeiro: Fit Perf J, 2008.

25. Organização Mundial de Saúde. Diretrizes da OMS sobre a formação básica e a segurança em quiropraxia. Novo Hamburgo: Feevale, 2005.

26. PAULK, G. P.; HARRISON, D. E. Management of a chronic lumbar disk herniation with chiropractic biophysics methods after falled chiropractic manipulative intervention. Jornal of manipulative and physiological therapeutics. V.27, n. 9, 2004.

27. PALASTANGA, N. FIED, D.; SOAMES, R. Anatomia e movimento humano. Estrutura e Função. 3ª Ed., Manole, São Paulo, 2000.

28. PILAT, A. Manipulacion en Fisioterapia. Rev. Tecnológica, Científica y Cultural el servicio de la Educação Superior en Venezuela, 1998.

29. SANTILLI, V.; BEGHI, E.; FINUCCI, S. Chiropractic manipulation in the treatment of acute back pain and sciatica with disc protrusion: a randomized double-blind clinical trial of active and simulated spinal manipulations. The spine journal, v. 6, n. 2, 2006.

30. SANTOS, M. Hérnia de Disco: Uma revisão clínica, fisiológica e preventiva. Revista digital. Buenos Aires, a. 9, n. 65, 2003.

31. SHNEIDER, M. J; BRACH, J; IRRGANG, J. J; VERDOLINI, A; WISNIEWSKI, S. R; DELITTO, A. Mechanical versus manual manipulation for low back pain: An observational cohort study. J Manipulative Physiol Ther, 2010.

32. VIALLE, L. R.; VIALLE, E. N.; HENAO, J. E. S.; GIRALDO, G. Hérnia discal lombar. São Paulo: Revista Brasileira de Ortopedia, 2010.

33. WHEDON, J. M; DAVIS, M. A. Medicare Part B Claims for Chiropractic Spinal Manipulation, 1998–2004. J Manipulative Physiol Ther, 2010.

34. WETLER, E. C. B.; ROCHA JUNIOR, V. A.; BARROS, J. F. O tratamento conservador através da atividade física na hérnia de disco lombar. Revista digital. Buenos Aires, a. 10, n. 70, 2004.

35. WILDER, D. G; VINING, R. D; POHLMAN, K. A; MEEDER, W. C; XIA, T; DeVOCHT, J. W; GUDAVALLI, R. M; LONG, C; OWENS, E. F; GOERTZ, C. M. Effect of spinal manipulation on sensorimotor functions in back pain patients: study protocol for a randomized controlled trial. BioMed Central, 2011.
Publicado
23-02-2018
Como Citar
MARTINS CUSTÓDIO MENDONÇA, Mendonça Custódio. EFICÁCIA DA QUIROPRAXIA NO TRATAMENTO DA SINTOMATOLOGIA DA HÉRNIA DE DISCO LOMBAR. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, fev. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/7101>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Saberes e Práticas de Atenção à Saúde