ATIVIDADES COMPARTILHADAS E PROJETO INTEGRADO: FERRAMENTAS DE FORMAÇÃO NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA

  • Denise Finger Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Joaquim Gabriel de Andrade Couto Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Karina Flávia Martins Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Sheylane de Queiroz Moraes Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Tatiane Goetz Malikoski Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Maria Fernanda Baeta Neves Alonso da Costa Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Resumo

As residências multiprofissionais em saúde, regulamentadas em 2005 pela Lei nº 11.129, são orientadas pelos princípios e diretrizes do Sistema Único de Saúde - SUS e se voltam para a educação em serviço das categorias que integram a área da saúde, considerando as necessidades locais e regionais. Neste sentido, objetiva-se, por meio deste trabalho, relatar a experiência no processo de formação dos residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família da Universidade Federal de Santa Catarina (REMULTISF/UFSC). Assim, este trabalho consiste em um relato de experiência iniciado no segundo semestre de 2017, o qual foi desenvolvido por residentes do primeiro ano do programa de residência citado. A REMULTISF é desenvolvida, há 15 anos, pela UFSC em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Florianópolis, envolvendo também diferentes departamentos de ensino da universidade, sendo eles: Saúde Pública, Farmácia, Enfermagem, Odontologia, Nutrição, Educação Física e Serviço Social. A partir das experiências vivenciadas pelos residentes, identificam-se importantes espaços na formação dos profissionais envolvidos no programa. Espaços estes, que vão além do ambiente universitário e até mesmo da estrutura física de um Centro de Saúde.  As diretrizes pedagógicas da REMULTISF/UFSC prevêem momentos como os Projetos Integrados (PI) e Atividades Compartilhadas (AC). Os PIs são espaços privilegiados como: momentos de estudos, debates, reflexões e educação no trabalho, realizados pelos residentes de cada centro de saúde, abordando temas coerentes com a realidade nacional e as necessidades locais em saúde. Já as AC caracterizam-se por ações desenvolvidas pela equipe interdisciplinarmente, como a territorialização, o planejamento local em saúde, trabalhos com grupos educativos e terapêuticos e participação em Conselhos de Saúde. No Centro de Saúde do Jardim Atlântico, localizado na região continental do município de Florianópolis/SC, esses momentos são realizados no período matutino nas terças e sextas-feiras, onde os residentes do primeiro e segundo ano coordenam e participam das atividades. Ambos os momentos são essenciais na atuação profissional de cada residente, transpassando os conhecimentos específicos de cada categoria e indo ao encontro do verdadeiro trabalho interdisciplinar. Além de influenciar na prática profissional destes residentes, os momentos do PI e AC contribuem para a formação crítica e reflexiva dos envolvidos, visto que esses momentos de estudo possibilitam analisar o atual cenário político e social brasileiro e as consequências perceptíveis na realidade local; buscando participar de movimentos como: o Coletivo Catarinense de Residentes, Audiências Públicas, Assembléias de Servidores Públicos, dentre demais espaços de discussão e deliberação. Desta forma, considerando que a REMULTISF trata-se de uma formação pluridisciplinar para o SUS, entende-se que estes espaços conquistados dentro da residência são o diferencial na formação de profissionais críticos, reflexivos, comprometidos com o SUS e capazes de atuar interdisciplinarmente.

##submission.authorBiography##

Denise Finger, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Enfermeira formada pela Universidade Federal Fronteira Sul e Residente no Programa de Residência Integrada Multiprofissional em Saúde da Família REMULTISF-UFSC
Publicado
20-02-2018
Como Citar
FINGER, Denise et al. ATIVIDADES COMPARTILHADAS E PROJETO INTEGRADO: FERRAMENTAS DE FORMAÇÃO NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, fev. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/7064>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Educação e Formação em Saúde