Sexualidade Masculina: Relatos produzidos em um grupo de homens no contexto da atenção primária

  • Cezar Prado Miranda Grupo Hospitalar Conceição

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo compreender como se dá a abordagem da sexualidade masculina em um grupo de homens adultos no contexto da atenção primária à saúde. Para isto, realizou-se uma pesquisa qualitativa, de cunho exploratório, que envolveu a observação de três encontros de um grupo de homens que acontecia semanalmente em uma unidade de saúde do município de Porto Alegre/RS. Tal espaço caracterizava-se como um grupo aberto, coordenado por um residente da Psicologia e um residente da Medicina. O tempo de duração de cada encontro grupal era de noventa minutos, e o grupo tinha como objetivo oportunizar um espaço onde os membros pudessem expressar suas opiniões, pensamentos e histórias de vida, trabalhando com questões relevantes à saúde do homem. Tais questões eram, na maioria das vezes, levantadas pelos próprios participantes. A partir disto, buscava-se problematizar e discutir estas questões, através de uma perspectiva de promoção e prevenção da saúde. Entre as temáticas frequentemente trabalhadas estavam doenças crônicas, hábitos de vida, alimentação, espiritualidade, relações familiares e sexualidade masculina, sendo esta última trazida pelos participantes de forma recorrente. As falas dos participantes durante os encontros grupais observados foram gravadas, e o material produzido foi transcrito e submetido à análise de conteúdo qualitativa, que identificou quatro categorias temáticas: 1) Cuidados com a saúde: o exame de toque; 2) Expressões de afeto do homem; 3) Sexualidade e envelhecimento; e, 4) Gênero: relação, cultura, estereótipos. A sexualidade foi abordada de forma bastante ampla, desde a esfera mais biológica e ligada aos cuidados de saúde, passando pelas dinâmicas relacionais e ampliando-se para aspectos sociais e culturais. Foi possível identificar que construções socioculturais relacionadas ao gênero masculino incidem diretamente na vivência da sexualidade pelos homens, sobretudo em suas relações amorosas, familiares e sociais. Devido à influência de questões referentes à sexualidade sobre a saúde e as relações dos homens, acredita-se ser de grande importância que esta temática seja incluída, de forma aprofundada e ampliada, nas discussões no contexto de assistência à saúde. Palavras chave: Gênero, masculinidade, saúde, sexualidade
Publicado
22-03-2018
Como Citar
PRADO MIRANDA, Cezar. Sexualidade Masculina: Relatos produzidos em um grupo de homens no contexto da atenção primária. Congresso Internacional de Políticas Públicas de Saúde, [S.l.], v. 1, n. 1, mar. 2018. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/CIPPS/article/view/6961>. Acesso em: 20 jan. 2019.
Seção
Saberes e Práticas de Atenção à Saúde